Segurança Digital

O que é a segurança da informação, quais os seus pilares e como proteger seu negócio

Equipe Conta Azul Equipe Conta Azul | Atualizado em: 03/05/2024 | 9 mins de leitura

Sobre o que estamos falando?

  • A segurança da informação envolve práticas para identificar e combater ameaças cibernéticas;
  • As ações para proteção de dados seguem os pilares da confidencialidade, autenticidade, integridade, conformidade, disponibilidade, irretratabilidade;
  • Saiba como manter seus dados empresariais protegidos com medidas de segurança da informação;
  • Conheça as ações realizadas pela ContaAzul para proteger os seus dados.

Experimente grátis a Conta Azul!

Ao longo do tempo, a informação sempre foi um item de extrema importância para a humanidade. Afinal, é por meio dela que grandes feitos foram — e continuam sendo — realizados. 

E, no mundo dos negócios, não é diferente. Por isso, todos os dados da sua empresa devem ser tratados com muito cuidado — principalmente nessa era tecnológica, em que o acesso a conteúdos está cada vez mais rápido e facilitado para todos — para que ela não seja prejudicada e possa crescer de uma forma sustentável. 

Para garantir a proteção necessária, e assegurar os melhores resultados do seu empreendimento, existe a segurança da informação.

Este tema é uma exigência legal e vai além de proteger sua empresa de ataques cibernéticos. Saiba o que é e como proteger os seus dados e ficar seguro online com este conteúdo!

Um homem no telefone conversando com alguém, encarando seu computador

O que é segurança da informação?

Tratam-se de ações para controlar e proteger os dados de servidores, sistemas e dispositivos de empresas ou de um indivíduo. Seu objetivo é identificar, registrar e ter mecanismos para minar as ameaças dos crimes cibernéticos.

O nível de segurança é estabelecido de acordo com o valor das informações e os potenciais prejuízos causados por seu uso indevido. Aqui entram medidas de controle de acesso com recursos como senhas, biometria, pins, logins, cartões de acesso etc.

Como deve ser a gestão da segurança da informação nas empresas?

Para avançar sobre o conceito da segurança da informação, confira como ocorre a proteção de dados em diferentes camadas. São elas:

Física

O hardware da sua empresa precisa estar em um ambiente resguardado de incêndios, desabamentos e outros desastres. Também é necessário garantir que o acesso ao local físico que ele está armazenado seja controlado.

Lógica

A segurança lógica envolve o uso de softwares que gerenciam o funcionamento dos hardwares, movimentam os dados e criptografam as informações. Manter os sistemas atualizados e realizar backups periódicos garante a segurança da empresa contra ataques cibernéticos e erros intencionais.

Humana

A segurança dos colaboradores, especialmente da equipe de TI, é crucial, pois eles lidam com incidentes de segurança e possíveis manipulações psicológicas. Eles precisam aprender como se prevenir do sequestro de dados e outros inúmeros ataques cibernéticos. Logo, é importante que o gestor faça o treinamento de funcionários.

Por que manter as informações do negócio seguras no mundo virtual?

As práticas de segurança no mundo virtual resguardam os conhecimentos, técnicas, tecnologias, informações e estratégias referentes a um negócio e protegem as informações dos seus clientes. São ações para evitar cair em crimes cibernéticos.

Os investimentos em proteção de dados são uma exigência legal e garantem vantagens, entre elas:

Proteção para os ativos da empresa

Documentos como contatos de clientes e fornecedores, cotações, propostas e comprovantes de pagamentos devem ser cuidadosamente protegidos para evitar comprometimentos e garantir a continuidade do trabalho desenvolvido.

Cumprimento da ética

Envolve a segurança dos dados de clientes e parceiros. Além de evitar perdas, a empresa deve ter o compromisso de guardar essas informações com cuidado, demonstrando responsabilidade e ética.

Destaque perante a concorrência

Quanto maior for o nível de confiabilidade e segurança que você oferecer aos clientes, maior será o destaque em relação às outras empresas e à proteção de dados. Além de uma vantagem competitiva, você age em respeito à legislação sobre a segurança dos dados.

Quais os pilares da segurança da informação?

São seis pilares da segurança da informação com ações de proteção aos dados nas empresas:

1. Confidencialidade

Garante que apenas pessoas autorizadas tenham acesso à informação. Assim, são definidos os controles de acesso baseados em uma hierarquia, para preservar os dados confidenciais e sensíveis.

2. Autenticidade

Permite que os dados nascidos de determinada fonte — sejam documentos ou atualização em softwares — não sofram alterações ao longo de um processo. Isso ocorre através do mecanismo de autenticidade de segurança como senhas, códigos PIN, reconhecimento facial etc.

3. Integridade

Preserva as características originais da informação durante o seu armazenamento, transmissão e processamento. Essas ações ocorrem por meio de backups automáticos, controle sobre as alterações realizadas em documentos, verificação periódicas de hardwares de armazenamento etc.

4. Conformidade

Visa garantir que o sistema siga os regulamentos, leis e políticas aplicáveis. Os bilhões de dados que circulam na internet e nos sistemas devem atender a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), que reúne práticas de segurança e punições para crimes.

5. Disponibilidade

Permite que os usuários autorizados possam acessar as informações sempre que necessário, garantindo a continuidade das operações.

6. Irretratabilidade

Impossibilita a negação da autoria de uma transação feita anteriormente, um mecanismo que rastreia ações e transações em prol da autenticidade dos dados.

7 dicas práticas para manter um bom nível de segurança da informação

Confira nossas 7 dicas para manter a segurança da informação na sua empresa, protegendo-a contra ataques cibernéticos e perdas de dados:

1. Conscientize e eduque

Explique as regras de segurança de forma transparente aos usuários para criar uma cultura de segurança.Elabore uma Política de Segurança da Informação com diretrizes sobre tecnologias, processos e penalidades. 

Defina as práticas ideais por departamento, os níveis de acesso aos dados e os responsáveis pela implementação. Forneça instruções claras para funcionários, clientes e fornecedores no documento.

Outra iniciativa é firmar um contrato de confidencialidade dos envolvidos diretos e indiretamente com os dados sigilosos do seu negócio. Isso favorece sua empresa a receber indenizações, apesar de não impedir que o vazamento de dados ocorra.

2. Gerencie incidentes

Estabeleça prazos para responder rapidamente a invasões ou desastres naturais. Essa ação preventiva é essencial para evitar grandes prejuízos.

3. Defina privilégios de uso

Limite o número de contas privilegiadas e gerencie as permissões de acesso. A gestão de contas permite um controle maior sobre quem tem acesso a quê.

4. Configure a segurança

Mantenha as atualizações em dia para garantir a segurança das tecnologias de informação e comunicação.

5. Faça backups

Também chamada de cópia de segurança dos dados, fazer backups é essencial para preservar arquivos sensíveis e garantir a recuperação e continuidade das operações da empresa diante de falhas, perdas de dados ou ataques cibernéticos. Defina uma periodicidade curta para realizá-la.

6. Proteja-se contra malwares

Desenvolva uma política de segurança abrangente e estabeleça defesas em todas as áreas suscetíveis a esses softwares maliciosos, com antivírus e antispywares.

Aposte em recursos de cibersegurança como o armazenamento em nuvem, conexões seguras, criptografia de dados e assinaturas eletrônicas. 

No contexto das assinaturas eletrônicas, vale investir em certificado digital, identidade virtual que garante a autenticidade, segurança para assinar documentos eletrônicos e autenticar transações e operações como a emissão de notas fiscais eletrônicas.

7. Faça a segurança de rede

Implemente controles de segurança para monitorar e testar sua rede contra ataques externos e internos.

Em relação à segurança da rede Wi-Fi da empresa, é recomendado cadastrar os dispositivos autorizados para acessá-la, bloqueando o acesso dos não autorizados.

Como a Conta Azul mantém seus dados seguros?

Além de ter um ambiente seguro dentro da sua empresa, é essencial contar com parceiros que tenham a mesma preocupação com a segurança que você. Neste assunto, a Conta Azul é um case de sucesso.

Cuidamos das informações que você registra em nosso sistema como se fossem nossas. O software utiliza os mesmos recursos de bancos online, garantindo o tráfego e o armazenamento seguro dos dados do seu negócio.

Utilizamos a Secure Socket Layer (SSL) — padrão global em tecnologia de proteção de dados — que garante que todas as informações trocadas entre seu computador e os nossos servidores ocorram em total privacidade – e seguimos a LGPD.

E mais: mantemos cópias de segurança de todos os registros e asseguramos a integridade dos dados arquivados. Cada usuário da Conta Azul Pro em sua empresa recebe permissões para acessar apenas o que precisa, com perfis para cada tipo de função.

Desse modo, você tem a certeza de que está protegido o tempo inteiro, permitindo que foque com tranquilidade em questões estratégicas do seu negócio para que ele cresça cada vez mais.

E aí, como está a segurança da informação no seu empreendimento? Este é um pilar do seu gerenciamento estratégico. A dica é ampliar o conhecimento sobre a administração da empresa com um e-book gratuito: o guia de gestão estratégica!

Leia também