Descubra 7 negócios lucrativos para empreender em 2021

Há negócios lucrativos à vista, mesmo em um cenário de crise global. Descubra agora as oportunidades para empreender em 2021.

Precisa de ideias de negócios lucrativos para empreender em 2021?

Então, você vai se inspirar bastante com as sugestões que este conteúdo vai trazer.

A partir de agora, vamos falar sobre tendências e trazer dicas para quem quer abrir uma empresa ou ampliar os negócios em meio a um cenário econômico de incertezas e oscilações, mas também de oportunidades.

Sabemos que a recessão e a pandemia foram duros golpes no mercado, mas há empreendedores apostando e tendo sucesso em novos negócios.

Afinal, por mais grave que seja o cenário atual, os consumidores continuam tendo suas necessidades e, por isso, basta mirar no alvo certo para vender e faturar.

Vamos ajudar a ampliar sua visão com ideias de negócios lucrativos nos seguintes tópicos:

Quer empreender em 2021? Então, siga a leitura e coloque as tendências no seu radar. 

Planilha de Planejamento Financeiro  Preparamos uma planilha exclusiva para você fazer o planejamento financeiro da  sua empresa. Faça Download Grátis   

Negócios lucrativos à vista em 2021

Pensar em negócios lucrativos é um grande desafio em um cenário de recessão e muitas incertezas causadas pela pandemia global.

Contudo, ao mesmo tempo em que há dificuldades, também há oportunidades para acompanhar as mudanças do mercado e suprir as novas demandas do consumidor

De acordo com o relatório Focus de 19 de março de 2021, a perspectiva de crescimento do PIB para 2021 é de 3,22%. 

É um número bastante modesto, mas representa um avanço importante diante da queda de 4,1% em 2020 devido à crise do coronavírus.

Além disso, mesmo com a crise, o empreendedorismo brasileiro atingiu um recorde histórico em 2020: mais de 3,3 milhões de empresas abertas e um saldo positivo de 2,3 milhões de negócios, segundo o Boletim do 3º Quadrimestre de 2020 do Mapa de Empresas.

Como é de praxe na economia do país, o setor de serviços lidera em volume de empresas com 46,4% de todos os empreendimentos ativos.

Em seguida vem o comércio, com 34,8%, a construção civil com 8,1% e a indústria da transformação com 9,5% - o restante é dividido entre agropecuária, extrativa mineral e outros segmentos menores.

Além disso, foram abertas mais de 700 mil empresas somente em janeiro e fevereiro de 2021, segundo o Painel Mapa de Empresas.

Logo, ainda há muito espaço para explorar as oportunidades do mercado e sair na frente no pós-pandemia. 

Agora, sim, podemos partir para as ideias mais promissoras e tendências deste ano.

7 negócios lucrativos para 2021

Reunimos as melhores ideias de negócios lucrativos para tirar seu negócio do papel em 2021. 

Acompanhe as tendências!

1. Alimentação saudável 

O consumo de alimentos saudáveis já vinha crescendo entre os brasileiros e teve um grande impulso durante a pandemia

De acordo com dados do Euromonitor Internacional publicados em 2021 no Estadão, as vendas de produtos de apelo saudável atingiram a cifra de R$ 100 bilhões em 2020 - um recorde histórico. 

Além disso, 78% dos consumidores afirmam que estão mais atentos à alimentação e à saúde, enquanto 53% buscam ativamente informações nutricionais sobre o que colocam no prato.

Com isso, ganharam espaço no mercado os produtos sem glúten, orgânicos certificados, com menor teor de sódio e vegetarianos.

Na categoria de alimentos plant-based (à base de plantas), o crescimento foi de impressionantes 29%. 

New call-to-action

Por que vale o investimento

Os dados mostram que este pode ser o momento ideal para abrir seu empório, fazer marmitas saudáveis ou vender produtos naturais pela internet, por exemplo. 

As possibilidades são muitas e, como já é de conhecimento geral do mercado, alimentos nunca param de ser vendidos. 

2. Mercado audiovisual

Com o avanço da digitalização na vida das pessoas, o setor de produção audiovisual tem ganhado fôlego na economia. 

Segundo o Relatório de Tendências 2020-2021 do Sebrae, o vídeo se tornará o novo padrão de comunicação nas empresas pela sua capacidade multimídia e agilidade de informação. 

Já os números do mercado mostram que o setor audiovisual cresceu a uma taxa média de 8,8% entre 2014 e 2019, conforme dados da Ancine, publicados no Jornal do Comércio. 

Por que vale o investimento

Se você pensa em abrir uma empresa de serviços e tem alguma afinidade com produção de vídeos, uma produtora pode ser um negócio promissor para 2021. 

A vantagem é que você pode começar pequeno e ir investindo aos poucos em equipamentos, enquanto boa parte dos profissionais do setor trabalha em regime freelancer. 

3. Clubes de assinatura

De livros a vinhos, rações, cafés e até produtos para churrasco, os clubes de assinatura seguem em alta no mercado brasileiro e mundial.

De acordo com dados da consultoria Betalabs, publicados em 2021 na Época, o setor cresceu 60% em 2020 e já soma mais de 4 mil clubes ativos (dos quais 800 foram abertos durante a pandemia). 

Os segmentos de maior destaque foram os clubes de entregas de alimentos, sites de assinatura de produtos orgânicos, plataformas de assinatura de entretenimento e clubes de livros infantis. 

Nesse modelo de negócio, os assinantes recebem em casa todo mês um kit de produtos selecionados, que podem ser livros, alimentos, bebidas, produtos para pet, cosméticos e outros.

Também é possível utilizar a recorrência para vender infoprodutos e criar clubes de associados com vantagens no e-commerce. 

Como otimizar as rotinas recorrentes do caixa de uma empresaPor que vale o investimento

Como a gente viu, este é um mercado em alta, que não para de crescer.

Além disso, tem como vantagem a diversidade de públicos nos quais pode-se apostar para empreender.

Considere ainda que é um grande diferencial ter uma receita previsível e recorrente em tempos de crise, pois facilita o planejamento financeiro e impulsiona o crescimento do negócio. 

4. Mercado pet

Em agosto de 2020, o Brasil se tornou o segundo maior mercado de produtos para pets do mundo, com 6,4% de participação global, segundo dados do Euromonitor International publicados na Forbes. 

O país perde apenas para os EUA e reforçou a tese de que não há crise que abale o mercado pet. 

Ao todo, existem 139,3 milhões de pets no país, entre gatos, cachorros, peixes, hamsters, coelhos, entre outras espécies. 

Com a crise do coronavírus, a demanda aumentou ao invés de diminuir: as vendas cresceram 30% nos principais players do país. 

Por que vale o investimento

Para além dos tradicionais pets shops físicos, o mercado pet traz várias oportunidades de negócios lucrativos. 

Você pode apostar no e-commerce, clubes de assinatura para pets e até serviços diferenciados para o segmento de luxo como spa, reiki e ioga para animais. 

Além disso, há a possibilidade de produzir conteúdo sobre pets e ganhar um bom dinheiro com anúncios na internet. 

Planilha de Controle de Estoque  Preparamos uma planilha exclusiva para você fazer o controle de estoque da sua  empresa. Faça Download Grátis   

5. Oportunidades do 5G 

Segundo um relatório da IDC Brasil, publicado na Decision Report, 2021 será o ano da massificação do 5G e trará muitas oportunidades de negócios.

De modo geral, o setor de TI deve crescer 7% até o final do ano, na contramão da crise, como era esperado.

A estimativa do órgão é que o 5G gere R$ 2,7 bilhões em novos negócios envolvendo tecnologias como inteligência artificial, realidade virtual e aumentada, internet das coisas, nuvem, segurança e robótica.

A nova conexão será mais comum no segmento B2B, onde os prestadores de serviços poderão romper as barreiras de conectividade que ainda restringiam suas inovações.

Ao mesmo tempo, a migração para a nuvem deve crescer ainda mais, com previsão de alta de 46,5% nos investimentos em nuvem pública no Brasil. 

Por que vale o investimento

O futuro da tecnologia passa pelo mercado de softwares em nuvem e IA.

Nesse contexto, aquele que pula na frente da concorrência tem mais chances de conquistar a liderança de seu segmento. 

Se você pretende atuar com tecnologia no setor B2B, é importante ter o 5G no seu radar para acompanhar as mudanças no mercado e lançar soluções em primeira mão. 

6. Mercado de beleza

O mercado de beleza é outro que parece ser imune a crises, pois seguiu crescendo durante a pandemia. 

Segundo um estudo feito pela agência Corebiz e publicado no Terra em 2020, o faturamento do e-commerce de cosméticos cresceu 68% em 2020.

Outra pesquisa, feita pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) e publicada na Vogue em 2020, mostra que o mercado conseguiu crescer 1,1% enquanto o PIB brasileiro caiu 4,1%. 

Mas a pandemia também mudou a forma de consumir produtos e serviços de beleza.

Atualmente, as principais tendências são o autocuidado em casa, ritualização da beleza, skincare e cosméticos naturais. 

Um dos grandes motes da indústria é o conceito de clean beauty, que abrange produtos com fórmulas mais naturais e produzidos de forma ética e consciente. 

Durante a pandemia, ganharam forma os cosméticos que incentivam o bem-estar e aliviam sentimentos de estresse causados pelo isolamento, como máscaras faciais com ativos calmantes e banhos relaxantes com ervas. 

Como tomar boas decisões para a sua pequena empresa

Por que vale o investimento

Quando falamos em beleza, estamos nos referindo a um segmento dos mais resistentes à crise.

Tanto é assim que ele dá sinais de recuperação mais rápida do que outros.

E o setor de beleza ainda conta com vários nichos e possibilidades a explorar pelos empreendedores. 

Vale a pena pegar carona na onda do clean beauty e investir em produtos naturais, que cuidam da pele e dos cabelos com delicadeza e sem prejudicar o meio ambiente. 

7. Mercado EAD

Para quem tem familiaridade com a área de educação, o EAD (Educação a Distância) está entre os negócios mais lucrativos para 2021. 

De acordo com dados da Catho Educação, publicados no Terra, houve um aumento de 70% nas matrículas para cursos a distância entre março de abril de 2020.

Além disso, dados do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgados na mesma matéria mostram que cerca de 1,7 milhão de brasileiros realizaram matrículas em cursos EAD em 2020. 

Mais uma vez, vemos um reflexo da pandemia no mercado que deve se prolongar por um bom tempo. 

Por que vale o investimento

É possível entrar no mercado EAD de várias maneiras, sem precisar ter uma instituição de ensino ou franquia. 

Para começar, você pode criar um infoproduto (curso online) ou abrir um canal no YouTube para monetizar seus conteúdos, por exemplo. 

Como tirar uma boa ideia de negócio do papel

Agora que você já conhece algumas tendências de negócios lucrativos para empreender em 2021, também precisa seguir alguns passos para colocar sua ideia em prática. 

Para começar, é importante que você tenha alguma afinidade com a área de atuação escolhida e faça uma boa pesquisa de mercado para entender se o produto ou serviço é de fato relevante para o público-alvo.

Depois, é preciso elaborar um plano de negócio, que é basicamente um roteiro com todas as etapas e recursos necessários para abrir uma empresa. 

Estes são alguns pontos que você precisa definir:

  • O nome da empresa (razão social e nome fantasia)
  • Os produtos e serviços oferecidos
  • O público-alvo e o segmento de atuação 
  • Os concorrentes diretos e indiretos
  • Se a empresa será individual ou uma sociedade
  • O capital inicial necessário para começar as operações (incluindo custos com locação de espaço, equipamentos, contratações, capital de giro, etc.). Veja também como abrir um negócio com pouco dinheiro
  • O planejamento financeiro, plano operacional e plano de marketing da empresa
  • A natureza jurídica, CNAE e regime tributário da empresa (o contador pode ajudar nessa parte)
  • As tecnologias e ferramentas necessárias para gerenciar o negócio
  • As contratações necessárias para dar início às operações.

Com todas essas questões definidas, você deverá partir para a formalização da empresa, contando com o apoio de um profissional de contabilidade.

Lembre-se também de evitar os erros mais comuns dos empreendedores de primeira viagem:

  • Não pesquisar o suficiente sobre o mercado 
  • Acreditar muito na ideia e ignorar as reais necessidades do consumidor
  • Errar na precificação e ter problemas financeiros logo no início
  • Não ter um planejamento financeiro de longo prazo
  • Não reservar um capital de giro 
  • Achar que a empresa vai dar lucro logo no começo 
  • Não investir em marketing. 

Controle sua empresa de ponta a ponta  Gestão financeira, notas fiscais, boletos e relatórios. Tudo isso na Conta Azul Pro. Experimente grátis  Não precisa de cartão, nem de cadastros complexos

Tenha um negócio lucrativo em 2021

Depois dessa seleção de tendências, ficou mais fácil identificar negócios lucrativos e empreender em 2021. 

Para começar do jeito certo, você pode contar com a plataforma de gestão 100% online da Conta Azul, que traz todos os recursos que você precisa para comandar seu negócio.

Nossa solução é pensada justamente para os pequenos empreendedores, com funções de controle financeiro, gestão de vendas e contratos, geração de relatórios, emissão de notas fiscais e boletos, controle de estoque e muito mais.

E o melhor: todas as áreas da sua empresa são integradas em um único sistema, que pode ser acessado a qualquer hora e de qualquer lugar. 

Além disso, você ainda fica conectado diretamente ao contador e ganha tempo no compartilhamento de documentos. 

Escolha um Contador Parceiro Conta Azul para ajudar na contabilidade sua empresaGostou das ideias de negócios lucrativos para 2021?

Então, deixe seu comentário contando qual será sua aposta neste ano.

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?