Contabilidade

Contabilidade Tributária: como garantir a conformidade fiscal da sua empresa

Equipe Conta Azul Equipe Conta Azul | Atualizado em: 07/07/2023 | 9 mins de leitura

Sobre o que estamos falando?

  • A contabilidade tributária garante que uma empresa esteja em conformidade com as suas obrigações fiscais;
  • Uma prática fundamental para evitar penalidades e garantir todos os benefícios fiscais que tem direito;
  • Isso garante que a empresa esteja funcionando dentro das leis tributárias e regulações fiscais em vigor.

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Para quem está empreendendo, é muito natural focar em atividades mais estratégicas, como qual produto vender ou em ações de marketing, certo? Mais do que isso, porém, é necessário analisar também algumas questões um pouco mais burocráticas, como a contabilidade tributária.

O assunto pode parecer complexo, porém, é um tema que precisa de dedicação para garantir que a empresa esteja atuando dentro das leis. Além disso, é uma forma de evitar qualquer tipo de problema fiscal ou tributário, assegurando que o empreendedor possa focar em ações de maior valor agregado.

O que acha, então, de tirar todas as suas dúvidas sobre como funciona a contabilidade tributária, os seus benefícios, e como você pode se organizar para executá-la? Continue a leitura para entender mais sobre o assunto!

Acompanhe os tópicos:

Contadora realiza uma auditorias nas contas de uma empresa com auxílio de tablet, computador e calculadora.

 

O que é contabilidade tributária?

A contabilidade tributária é uma área da contabilidade que se concentra na gestão dos aspectos fiscais e tributários de uma empresa. Ela envolve o registro, a organização e a análise das transações financeiras da empresa para garantir o cumprimento das obrigações fiscais e a otimização dos tributos a serem pagos.

Na prática, os profissionais que atuam nessa área precisam conhecer, por exemplo, as leis tributárias e regulamentações fiscais em vigor. Em seguida, devem entender como cada uma delas são aplicadas dentro do modelo de negócio de uma empresa para evitar penalidades e maximizar os benefícios fiscais.

O objetivo da contabilidade tributária é garantir que a empresa esteja em conformidade com as obrigações fiscais. Isso significa não apenas pagar os impostos corretamente, por exemplo, mas também procurando identificar oportunidades para minimizar a carga tributária do negócio.

Quais são os principais objetivos da contabilidade tributária?

Também é importante entender quais são os objetivos principais de assegurar que a contabilidade tributária esteja em dia. Confira em detalhes, a seguir:

Conformidade fiscal

Mais do que qualquer outra coisa, o principal objetivo é assegurar que uma companhia esteja em conformidade com as leis e regulamentações fiscais. Isso envolve o registro das transações financeiras, o envio das obrigações fiscais, o cumprimento de prazos e a apresentação de informações aos órgãos fiscais.

Minimização da carga tributária

A contabilidade tributária também busca identificar oportunidades legais para minimizar a carga tributária da empresa. Isso pode ser alcançado por meio do aproveitamento de incentivos fiscais, deduções, créditos tributários e regimes especiais, além de entender qual regime tributário é o mais adequado.

Planejamento tributário

Outro aspecto que a contabilidade tributária busca proporcionar é a otimização do planejamento tributário da empresa. Na prática, significa analisar todas as atividades e operações do negócio para entender possíveis impactos fiscais e a definição de uma estratégia para redução da carga tributária.

Gestão de riscos fiscais

Com a cabeça focada em ações estratégicas de um negócio, é comum que o empreendedor acabe deixando de lado as questões tributárias. A contabilidade, portanto, vai ajudar a identificar os eventuais riscos fiscais e evitar que a empresa tenha problemas de conformidade.

Eficiência administrativa

Além disso, a contabilidade tributária ajuda a tornar a empresa mais eficiente do ponto de vista administrativo. Afinal, quando bem feita, ela garante toda a organização e padronização dos registros contábeis e fiscais, facilitando o controle das informações financeiras da empresa e ajudando na tomada de decisão.

Atendimento às fiscalizações

Por fim, outro objetivo é se certificar de que a empresa esteja preparada para eventuais auditorias fiscais. Com toda a documentação organizada, fica muito mais fácil comprovar a conformidade fiscal e prestar informações consistentes e precisas durante as fiscalizações.

Qual a importância da contabilidade tributária para as empresas?

Alcançando todos esses objetivos, o impacto da contabilidade tributária pode ir muito além das questões administrativas. 

Primeiro, é uma forma de proteger o negócio e permitir que o empreendedor foque na empresa, mas também ajuda a potencializar muitas outras oportunidades. Entenda mais sobre isso!

Conformidade com a legislação

Para começar, é a contabilidade tributária que assegura que a empresa esteja em conformidade com as leis fiscais e tributárias vigentes. Mas isso você já sabia, certo? O importante, porém, é entender que ajuda a evitar problemas com órgãos fiscalizadores, além de preservar a reputação da empresa.

Redução de riscos

Como consequência do item anterior, um trabalho bem feito na contabilidade tributária reduz os riscos de erros e omissões, minimizando a possibilidade de penalidades e multas. Na prática, ajuda a identificar e reduzir o impacto dos riscos fiscais, contribuindo para uma gestão mais segura e eficiente.

Otimização dos tributos

Mais do que “estar dentro da lei”, esse trabalho pode facilitar a busca por oportunidades legais para a redução da carga tributária. Apenas compreendendo o cenário ao redor que é possível aproveitar incentivos fiscais, deduções e benefícios previstos na legislação, resultando em economia.

Competitividade no mercado

Ao otimizar os tributos e garantir a conformidade fiscal, a contabilidade tributária contribui para a redução dos custos e aumento da competitividade da empresa. Já imaginou se a sua empresa não aproveita essas oportunidades legais, mas o seu concorrente sim? Isso pode criar um diferencial competitivo.

Transparência e credibilidade

Um aspecto cada vez mais importante para as empresas é a transparência. Independentemente do tamanho ou segmento, investir nesse fator vai ser um diferencial para maior transparência e, por consequência, ganhar credibilidade com clientes, investidores, fornecedores e órgãos governamentais.

Qual a diferença entre tributos e impostos?

Dentro desse assunto, é muito comum que o empreendedor confunda os conceitos de tributos e impostos. Apesar de serem utilizados de maneira similar, a verdade é que existem diferenças significativas entre eles:

  • Tributos: os tributos são obrigações financeiras estabelecidas pela legislação que devem ser pagas pelos contribuintes, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas. Eles são divididos em três categorias principais: impostos, taxas e contribuições;

  • Impostos: como o tópico acima detalhou, os impostos são uma das categorias de tributos. Eles são cobrados compulsoriamente pelo governo, sem a necessidade de uma contraprestação direta por parte do contribuinte. Os impostos têm como finalidade principal arrecadar recursos para o Estado.

Em resumo, os tributos englobam um conjunto mais amplo de obrigações financeiras, enquanto os impostos são apenas uma das categorias de tributos. Ao compreender essa diferença, fica muito mais fácil adequar a sua empresa para cumprir todas as suas obrigações legais.

Leia também: Entenda quais são os tributos que existem no Brasil

Como fazer o planejamento tributário da empresa?

Agora que você já entendeu mais sobre a importância da contabilidade tributária, que tal entender como fazer um planejamento tributário eficiente?

Conheça a legislação tributária

A primeira etapa é compreender a legislação tributária vigente, já que é ela que estabelece as regras e os procedimentos a serem seguidos. Por isso, é sempre muito importante se manter atualizado sobre as leis e regulamentos fiscais, buscando auxílio de profissionais especializados, como um contador, quando necessário.

Analise a situação atual da empresa

Após entender o contexto que a empresa faz parte, é hora de analisar a situação tributária da companhia. Isso significa entender, por exemplo, a estrutura, as atividades desenvolvidas, o regime tributário que se encaixa, as alíquotas aplicáveis e também possíveis benefícios fiscais.

Estabeleça metas e objetivos

Assim como o planejamento em qualquer área do negócio, é necessário definir metas e objetivos que devem ser alcançados. Um exemplo é encontrar formas de reduzir a carga tributária — sempre dentro da lei — ou de otimizar os incentivos fiscais.

Escolha o regime tributário adequado

Uma questão importante dentro desse planejamento é saber qual regime tributário é o mais adequado para a sua empresa. Entre o Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real, cada um dos regimes têm características e alíquotas específicas, o que cria oportunidades e desafios para as empresas.

Identifique as oportunidades de planejamento

Após definir qual é o regime adequado para a sua companhia, é hora de entender quais são as oportunidades disponíveis. Desde a utilização de incentivos fiscais, regimes especiais, deduções permitidas até mesmo a compensação de tributos. Encontre o ideal para os objetivos e metas do seu negócio.

Faça simulações e projeções

Antes de tomar qualquer tipo de decisão, é muito importante utilizar ferramentas de simulação e projeção para estimar os impactos das diferentes estratégias de planejamento tributário. Essas simulações podem ajudar a identificar os cenários mais vantajosos e evitar que você escolha o caminho errado.

Planeje a gestão de documentos e registros

A organização também é fundamental dentro desse processo e, por isso, você deve centralizar toda a documentação e os registros contábeis de forma adequada. Uma dica é organizar todos os documentos fiscais em ordem, como notas fiscais, comprovantes de pagamento e escrituração contábil.

Monitore e ajuste o planejamento

Um planejamento tributário eficaz é um processo contínuo. Monitore regularmente os resultados obtidos, acompanhe as mudanças na legislação e faça os ajustes necessários. Além disso, acompanhe também as obrigações fiscais e garanta que os pagamentos e prazos estejam sempre em dia.

Esteja em conformidade com a legislação

Por fim, é essencial ressaltar que qualquer planejamento tributário deve ser realizado em conformidade com a legislação. Evite práticas ilegais ou abusivas, pois elas podem resultar em penalidades e prejuízos para a empresa, tanto do ponto de vista financeiro quanto no aspecto da credibilidade.

Apesar de parecer um tema bastante burocrático, a contabilidade tributária pode ter um impacto significativo até mesmo em ações estratégicas da empresa, já que pode disponibilizar mais recursos, permitir que uma companhia aproveite as oportunidades na legislação e, é claro, assegure a sua regularidade.

A contabilidade tributária é apenas um dos pontos que as empresas devem analisar para garantir que estejam regularizadas e funcionando perfeitamente. Por isso, é importante analisar outros aspectos também, como as principais tendências da gestão financeira empresarial no Brasil.

Leia também