O que é logística reversa: do conceito à prática de uma pequena empresa

Logística reversa: entenda a importância e as melhores práticas

Quando aquilo que sua empresa produz vira material de descarte na mão do consumidor, está aí uma oportunidade de não apenas fazer o bem para a sociedade e o planeta, como também de construir uma imagem positiva e ainda faturar. Ao entender o que é logística reversa e aplicar o conceito, seu negócio pode sair ganhando.

Controle o estoque de sua empresa com o ContaAzul, um sistema de gestão completo

O que é logística reversa: conceito

A logística reversa é um conjunto de procedimentos e meios para recolher e dar encaminhamento pós-venda ou pós-consumo ao setor empresarial, para reaproveitamento ou destinação correta de resíduos.  

O conceito ganhou força a partir da publicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, com a Lei nº 12.305, em agosto de 2010. Entre as definições, ficou estabelecido um acordo setorial, incluindo fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, quanto à implantação de uma responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida do produto.

Dessa forma, órgãos públicos e empresas privadas devem promover ações de redução no volume de resíduos sólidos e rejeitos, diminuindo também os impactos à saúde humana e ao meio ambiente. É aí que aparece a logística reversa.

Mas o que isso tudo tem a ver com a sua empresa?

Dependendo do setor em que você atua, implantar uma política de logística reversa é uma obrigação. Estamos falando de fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de:

  • Agrotóxicos
  • Pilhas e baterias
  • Pneus
  • Óleos lubrificantes, seus resíduos e embalagens
  • Lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista
  • Produtos eletroeletrônicos e seus componentes.

Se você for dono de uma pequena indústria em um desses setores, precisa construir uma estratégia para o recolhimento de produtos e embalagens relacionadas a eles, o que pode incluir a disponibilização de pontos de coleta e também a parceria com cooperativas.

Mesmo que atue em outra área, também deve participar, seja desenvolvendo, fabricando ou colocando no mercado produtos adequados para a posterior reutilização ou reciclagem. Além de cumprir a lei, sua empresa pode se beneficiar desse processo (ainda neste artigo vamos listar bons motivos para apostar na ideia).

Etapas da logística reversa

Por tudo isso, é válido entender quais são as três etapas básicas da logística reversa:

  1. O consumidor devolve o produto ou embalagem ao comerciante/distribuidor.
  2. O comerciante/distribuidor a remete ao fabricante/importador.
  3. O fabricante/importador encaminha para reuso, reciclagem ou descarte adequado.

Essas etapas se aplicam aos dois formatos de logística reversa: tanto no pós-venda quanto no pós-consumo.

Logística reversa pós-venda

Na logística reversa pós-venda, o produto em questão retorna à cadeia de distribuição antes de ter sido usado pelo consumidor ou em casos de pouco uso, seja pela identificação de defeito ou por algum erro no processamento do pedido, por exemplo.

Para responder a essa demanda, a empresa necessita planejar o recebimento e encaminhamento dos itens, estabelecendo meios de controle do fluxo físico e das informações logísticas dentro de sua estratégia de organização. Muitas vezes, o produto pode passar por melhorias e voltar a ser comercializado, agregando valor.

São razões possíveis para a devolução de mercadorias pós-venda e para os quais a empresa precisa planejar resposta:

  • Defeito de fabricação ou funcionamento
  • Avarias no produto ou na sua embalagem
  • Danos provocados durante o transporte
  • Produtos que necessitam de conserto
  • Erros na emissão do pedido
  • Mercadorias em consignação
  • Término do prazo de validade
  • Necessidade de recall.

Logística reversa pós-consumo

Na logística reversa pós-consumo, o produto em questão foi adquirido, utilizado e descartado pelo consumidor, seja pelo término de sua vida útil ou porque sua validade chegou ao fim, sendo considerado impróprio para o consumo primário.

Da mesma forma que no pós-venda, a empresa deve se preparar para receber os itens e dar o devido encaminhamento a eles, que pode ser a reutilização para retorno ao ciclo produtivo, a reciclagem ou o desmanche seguido pela destinação ambiental adequada - apenas se a reintrodução no mercado for inviável.

No pós-consumo, a estratégia empregada depende das condições em que o produto retorna à indústria:

  • Se há condições de uso, os bens podem ser reutilizados
  • Se chegou ao fim da vida útil, o produto pode ter componentes reaproveitados ou remanufaturados
  • Se há risco ambiental, o item deve ser descartado de maneira correta.

8 razões para apostar na logística reversa

Vamos listar agora alguns bons motivos para pequenas empresas também implantarem uma estratégia de logística reversa.

1. Cumprir a lei

Já falamos sobre isso, mas vale relembrar: a logística reversa está prevista na Política Nacional de Resíduos Sólidos.

2. Fazer o bem

Não se pode ignorar o impacto daquilo que produz sobre o meio ambiente em todo o ciclo de vida dos bens.

3. Moldar imagem positiva

Ao cumprir a lei e ser reconhecida como empresa amiga do meio ambiente, o negócio atrai atenção especialmente de consumidores de perfil mais consciente.

4. Melhorar processos

Ao identificar que os produtos têm retornado por falhas na produção, no estoque, na emissão ou pela insatisfação dos clientes, a empresa pode realizar ajustes em uma gestão de qualidade.

5. Reduzir custos

À medida que os processos se tornam melhores, caem os gastos na produção, armazenagem e distribuição. Também o reaproveitamento de matéria-prima promove economia.

6. Gerar receitas

O investimento na criação de um programa de logística reversa tende a rapidamente se pagar ao agregar valor aos produtos e devolvê-los ao ciclo de negócios.

7. Encontrar um diferencial

Se o mercado é tão concorrido, uma política de logística reversa eficiente pode ser uma vantagem competitiva para a empresa.

8. Inspirar-se nos grandes

Bons exemplos não faltam:

  • A Bridgestone destina fragmentos de pneus usados para fins diversos, incluindo a substituição da brita em obras
  • A Natura mantém um programa que monitora e recolhe embalagens usadas, evitando o descarte irregular no meio ambiente
  • Algumas das garrafas de Guaraná Antárctica são produzidas com PET reciclado de outras embalagens
  • A construtora WTorre já reutilizou entulhos de outras obras em novos projetos
  • A Vivo recebe celulares usados, avalia o aparelho e oferece desconto na compra de um novo
  • Gigantes como Apple, HP, Philips, Samsung e Dell estão entre as empresas que mantém postos de coleta de equipamentos.

Prepare a sua estratégia

Agora que sabe o que é logística reversa e conhece suas vantagens, você pode estar se perguntando: o que faço para colocar essa estratégia em prática?

Tudo começa pela elaboração de um plano de resíduos sólidos, o qual irá delimitar as ações, da coleta à reutilização, reciclagem ou desmanche. O Ministério do Meio Ambiente disponibiliza um completo manual em PDF para essa etapa. Depois, como em qualquer planejamento no seu negócio, o segredo está na implantação gradativa das medidas, avaliando os resultados.

Acreditamos que você tem o que precisa para iniciar esse processo. Agora, é buscar mais informações, estudar o assunto, acreditar na ideia e colher os frutos da proposta. Deixe a logística reversa entrar na sua empresa.

Planilhas Controle de Estoque  Disponibilizamos duas planilhas para ajudar você a registrar as movimentações  do estoque. Baixar as planilhas agora

Você já pratica alguma ação de logística reversa na sua empresa? Comente!

Quer acesso a materiais gratuitos?

Junte-se a mais de 800 mil donos de negócio e receba gratuitamente novidades e dicas sobre financeiro, nota fiscal e gestão selecionadas pela ContaAzul.

 
<https://cta-service-cms2.hubspot.com/ctas/v2/public/cs/c/?cta_guid=50ebdc92-329a-40a1-9caf-fa81543a8adc&placement_guid=2fe57723-5fb5-47c5-b9eb-e06d10883d31&portal_id=652034&redirect_url=APefjpH-sJodulB40LkLn3KOdjabGsRQrvD-UzG_-mxgFGYOQY7Pax91wMczwqC9tjy6OjwX00HU_Bo7PUPMr5BIKOv40gMMcHS86PIGVrS7qRooJBOJ-7oexC4LmqeY82ilgISiw_vgWj_M6UrXXz1MrtJWPp1fCkV3L8k9Z1TtKD_8zvHbHbmBJ-eUK8zfoV_QfTmHP_eg4dFVeSu30yynTNlUDR2aWCt8pi1edP5oHylON5s64GfVFnCwR305nirbsqyzLULbK7y2JSzUtMlN7fQ4XNMBWGbmU8axTsYxArQmFT5Bef95SSu6-RPgLNW5AplENu_zmV3QuRJ6K_Gd5RpBPj09UQ&hsutk=69c6ede4c71301f633be694182efeb4b&canon=https%3A%2F%2Fblog.contaazul.com%2Fo-que-e-pro-labore-ab&click=2a99f1b9-eb95-4503-bbbb-7be3d73be873&pageId=5442744710&__hstc=99675841.69c6ede4c71301f633be694182efeb4b.1512590389679.1512590389679.1512647250062.2&__hssc=99675841.7.1512647250062&__hsfp=1187972499>  <https://contaazul.com/funcionalidades/controle-financeiro/>   ContaAzul é o sistema de gestão online   para você organizar sua empresa   <https://contaazul.com/funcionalidades/controle-financeiro/>  Quero Saber Mais  <https://contaazul.com/funcionalidades/controle-financeiro/>  Experimente Grátis <https://contaazul.com/cadastro/>