Empreendedorismo 2020: descubra os atalhos do sucesso para principiantes

O empreendedorismo é uma jornada longa e tortuosa. Mas o esforço vale muito a pena. Veja o nosso GUIA para o sucesso.

Resolveu se aventurar no empreendedorismo e quer saber os segredos do sucesso?

A verdade é que não existem fórmulas prontas, mas alguns atalhos que encurtam sua caminhada rumo ao sonho de se tornar bem-sucedido.

Como principiante, você deve se focar no planejamento e se preparar para os desafios, além de assumir uma postura confiante e determinada.

Aqui, você vai encontrar conteúdos inspiradores para facilitar seus primeiros passos e guiar sua trajetória no empreendedorismo.

Lembre-se: o começo pode parecer difícil, mas a independência vale todo o esforço.

Não é à toa que os jovens estão encarando o empreendedorismo cada vez mais cedo, como você vai descobrir ao longo do texto.

A seguir, confira os principais temas deste guia:

Você pode clicar em um dos tópicos para ir direto ao ponto, seguir a leitura normalmente ou baixar o ebook abaixo, que vai acelerar ainda mais a sua jornada:

Como abrir uma empresa? Passo a passo  Guia descomplicado para tirar as ideias do papel Baixar o guia agora

O que é empreendedorismo

O empreendedorismo é a arte e a ciência de empreender. Ou seja: encontrar soluções, realizar projetos e transformar oportunidades em negócios lucrativos.

No âmbito empresarial, empreender está relacionado à criação de empresas ou produtos a partir de uma ideia inovadora.

O primeiro a utilizar o termo empreendedorismo foi o economista e cientista político Joseph Schumpeter, que foi pioneiro em reconhecer a inovação como motor do desenvolvimento capitalista.

A palavra é derivada do latim imprehendere, mas seu significado vem da tradução do termo inglês entrepeneurship.

Hoje, o empreendedorismo é uma qualidade altamente valorizada, pois o progresso econômico e social depende da atuação de líderes empreendedores.

São inúmeras as definições da palavra por sociólogos, economistas e empresários, mas a essência do empreendedorismo está na mudança.

Para o criador Schumpeter, empreender significa conduzir um processo de “destruição criativa”, por meio do qual os métodos antigos são substituídos por novos.

Outras possíveis formas de descrever o empreendedorismo são:

  • Processo de transformar sonhos em realidade e riqueza
  • Habilidade de construir algo a partir de muito pouco ou quase nada
  • Iniciativa para criar um novo negócio com paixão pelo que faz
  • Uso de recursos disponíveis com criatividade
  • Transformação do ambiente social e econômico
  • Realização de projetos com desafio constante às oportunidades e riscos.

Logo, o empreendedor é uma pessoa que não espera algo acontecer, mas toma as rédeas do processo e faz ele mesmo o trabalho.

Todas as grandes ideias e descobertas da humanidade surgiram de mentes empreendedoras, que buscam seus objetivos com obstinação, coragem e motivação.

No mundo dos negócios, ser um empreendedor significa transformar ideias em empresas de sucesso, tendo como ingredientes a inovação, estratégia e resiliência.

Cenário do empreendedorismo no Brasil

Após enfrentar a pior recessão da sua história recente, em 2015 e 2016, com a economia encolhendo mais de 3,5% por dois anos seguidos, o Brasil tenta recuperar a atividade econômica.

A recuperação é lenta e, em 2019, o PIB cresceu 1,1%, bem abaixo dos anseios de um país que sonha com a retomada.

No cenário do empreendedorismo, havia sinais claros de melhora , como a redução da capacidade ociosa da indústria e a recuperação dos empregos: em 2019, o Brasil encerrou o ano 644 mil novas vagas de emprego formal, o melhor saldo desde 2013.

Do ponto de vista macroeconômico, no início de 2020,  havia muitos motivos para esperar um ano melhor do que os anteriores, pelo menos no cenário da economia interna

Com o coronavírus, qualquer previsão de melhora deve ser revista, já que os efeitos da crise de saúde na economia mundial ainda não estão dimensionados.

Enquanto isso, no Brasil, com a menor taxa de juros Selic da história, o investimento às empresas é facilitado.

Além disso, outras medidas aprovadas podem servir de estímulo à economia e ao empreendedorismo, como a aprovação da Nova Previdência e da MP da Liberdade Econômica.

Na pauta do Congresso, reformas como a Administrativa, Tributária e do Saneamento também teriam possíveis impactos positivos na economia, mas o caminho até sua aprovação não será fácil.

Até lá, ainda há muito para avançar para tornar o Brasil um país realmente amigável aos investidores.

Ocupamos a 124ª posição no ranking Doing Business, desenvolvido pelo Banco Mundial, que mede a facilidade de empreender em cada país.

Mesmo assim, o brasileiro parece resistir às dificuldades.

A pesquisa GEM (Global Entrepreneurship Monitor), realizada no Brasil pelo Sebrae, mostra que somos um país de empreendedores.

Os dados revelam que 38% do total de brasileiros em idade produtiva têm algum tipo de atividade que pode ser considerada de micro ou pequena empresa, o que representa cerca de 52 milhões de pessoas.

Como se vê, a mentalidade do empreendedorismo entre os brasileiros tende a crescer ainda mais. A seguir, você vai entender quais negócios estão em alta em 2020.

Como abrir uma empresa? Passo a passo  Guia descomplicado para tirar as ideias do papel Baixar o guia agora

Empreendedorismo em 2020: 6 negócios em alta

Você está convencido de que o empreendedorismo é o melhor caminho, mas não sabe em qual área apostar?

Reunimos algumas excelentes ideias de negócios que estão em alta em 2020. Quem sabe você não se inspira?

1. Alimentação saudável

A alimentação saudável é um segmento que vem em crescimento contínuo nos últimos anos, principalmente entre os mais jovens. 

Dados da Euromonitor, compilados na pesquisa Brasil Food Trends 2020, mostram que o setor de alimentos e bebidas saudáveis vem crescendo 12,3% ao ano. É mais do que a média mundial e do que outros setores.

Você pode investir na revenda desses produtos em uma loja própria, na produção de alimentos, sucos e chás, ou em restaurantes voltados à temática saudável. 

Veganos, vegetarianos e pessoas com intolerância também fazem parte do mercado.

2. Mercado pet

O Brasil tem o segundo maior mercado pet do mundo. É isso que mostra um estudo do Instituto Pet Brasil, divulgado na revista Época.  

O setor tem faturamento estimado em R$ 36,2 bilhões, e sobram opções para investimento: lojas especializadas, pet shops, clínicas veterinárias, marcas de brinquedos, acessórios e alimentos para animais, além dos hotéis caninos.

O Brasil possui aproximadamente 140 milhões de animais de estimação.

3. Inteligência artificial

A Inteligência Artificial chegou para ficar, embora o Brasil ainda engatinhe neste mercado.

Dados compilados pela Gartner mostram que 37% das organizações americanas já implementaram a Inteligência Artificial de alguma maneira. A expectativa é de que, em 2021, 80% das tecnologias emergentes tenham bases ligadas à AI. 

No Brasil, segundo o relatório Brazilian Software Market, conduzido pela Associação Brasileira de Empresas de Software (ABES) e publicado em 2019, o mercado de TI cresce acima da média global, a 9,8%.  

Em 2020, a projeção da entidade é que a Inteligência Artificial cresça cerca de 46% no Brasil.

Investir neste segmento pode ser complexo, mas consultorias especializadas analisam o mercado e apontam as lacunas de investimento para quem deseja montar um pequeno negócio na área.

4. Cursos online

O cenário do empreendedorismo na educação é promissor.

O mais recente Censo da Educação Superior, realizado pelo Ministério da Educação, mostrou que há 1,5 milhão de brasileiros que estudam a distância.

Nesta pesquisa, o MEC considerou apenas os alunos de graduação a distância. Mas, se considerarmos cursos online em geral, o potencial desse mercado é difícil de mensurar. 

Há muito conteúdo gratuito nas plataformas, mas diversos sites que compilam cursos vêm crescendo nos últimos anos, com opções das mais variadas. Há cursos de programação, culinária japonesa, day trade, softwares de edição de imagem, entre tantos outros.

Cabe a você entender onde estão as oportunidades para começar a explorar esse mercado.

5. Acessórios para celulares

A 30ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP), mostrou que já há hoje mais de 230 milhões de celulares ativos no Brasil.

Isso significa que há mais smartphones do que habitantes.

Além de se tornarem extremamente populares, os smartphones entraram definitivamente na nossa vida, e já são insubstituíveis. Por isso, apostar em acessórios como capinhas personalizadas, películas, fones de ouvido e acessórios para o carro, por exemplo, pode ser uma ótima ideia de negócio. 

Os quiosques se multiplicam pelos shoppings, mas, com uma pesquisa de mercado, você consegue identificar se ainda há espaço na sua cidade, ou se a melhor decisão é abrir um e-commerce de acessórios.

6. Mercado fitness

Um relatório da Associação Internacional de Saúde, Raquete e Clube Esportivo (IHRSA) mostrou que a indústria fitness chegou em 2020 valendo aproximadamente R$ 106 bilhões

A receita desse mercado cresce a uma média anual de 8,7%,

No Brasil, há mais de 34 mil academias, o que coloca o país como o segundo maior mercado do mundo e o terceiro em faturamento, movimentando mais de R$ 8 bilhões.

Para participar do mercado fitness, você pode investir na produção ou revenda de suplementos, roupas, tênis e equipamentos para a prática esportiva. Há, ainda, academias, aulas de dança e luta, grupos de corrida, entre outras dezenas de alternativas para os empreendedores.

Desafios do empreendedorismo na prática

O caminho do empreendedorismo é repleto de desafios que você só vai entender na prática.

É por isso que os empreendedores têm um segredo para o sucesso: sua capacidade de se autoavaliarem honestamente.

Eles refletem sobre os resultados de suas decisões e agem com disciplina para corrigir erros, sem medo de arriscar.

Apesar da importância da educação corporativa e aprendizagem constante por meio de cursos, workshops, treinamentos e vivências, há lições que só o cotidiano da empresa pode ensinar.

Afinal, você nunca estará 100% preparado para as surpresas da jornada de empreendedorismo, que nem sempre estão nos livros de administração.

Acompanhe algumas das principais dificuldades que você terá ao longo do caminho:

O fracasso faz parte da jornada

Ao longo do caminho, há uma certeza apenas: você vai errar antes de acertar.

Lembre-se, portanto, de que cada erro e cada falha ao longo da jornada é um degrau que você sobe rumo ao sucesso.

Parece banal, mas não é. Se você encarar os erros como resultados importantes para experimentar o sucesso no futuro, tudo se tornará mais fácil.

Nem sempre o cliente tem razão

Desde o primeiro dia de trabalho, você ouviu que "o cliente tem sempre razão"?

Essa máxima, na prática, pode prestar um desserviço grave para você, seus colaboradores ou seus clientes mais valiosos.

Dê a seus clientes o benefício da dúvida, mas não à custa da dignidade de membros de sua equipe e princípios e valores da empresa.

Vivemos uma era centrada no cliente, mas é preciso segmentar os públicos que valem a pena para sua marca e focar seus esforços neles.

O tempo é limitado e custa caro

O capital, os clientes, as ideias: todos esses recursos do empreendedorismo você pode, potencialmente, maximizar.

Mas o tempo do qual você dispõe é um ativo escasso, limitado e precioso.

Essa é uma lição importante que deve nortear a sua tomada de decisão e sua posição como gestor da empresa.

Quanto antes você aprender a delegar e a se cercar de pessoas talentosas que compartilham dos seus sonhos, mais fácil será a jornada até o sucesso.

Você não é o melhor em tudo

O empreendedor tende a assumir muitas funções no início da empresa, mas é bom perceber que você não terá como carregar nas costas todas as demandas do negócio.

Tentar centralizar demais a tomada de decisão e a execução das tarefas vai ser prejudicial para o futuro do negócio.

Por isso, escute, troque ideias, terceirize o que não é do seu "core business" e delegue para que a colaboração traga respostas ainda melhores para os desafios do cotidiano.

Você precisa gostar do que faz

O empreendedorismo exige um investimento enorme de dedicação, trabalho e suor.

E isso não é possível se você não acreditar de verdade na missão da empresa e nos benefícios que a sua solução vai trazer para a sociedade e para os seus clientes.

Então, goste do que faz para fazer mais e melhor por muito tempo, e com resultados positivos para todas as esferas do negócio.

Muita gente vai duvidar

Se você está dando seus primeiros passos no empreendedorismo, é bom se preparar para críticas e ceticismo das pessoas que o rodeiam.

Isso é natural. Nem todos estão preparados para encarar toda a game de incertezas que o empreendedor enfrenta.

Mas, se você tem o sonho de abrir sua empresa, se tem vontade de transformar a vida dos seus clientes, se está preparado para trabalhar no seu plano de negócios, se está disposto a encarar longas horas, vai precisar fechar os ouvidos para quem não apoia as suas ideias.

O Brasil não é um paraíso do empreendedorismo

Se você ainda não se decepcionou com o Brasil, talvez seja a hora. Há auspícios mais empreendedores nos ares de Brasília, mas ainda falta muito para que o empresário tenha mais facilidades para montar e manter seu negócio.

Diante das dificuldades, é bom lembrar que sua concorrência também passa pelos mesmos problemas, e esse será, no fim das contas, apenas mais um entre os inúmeros testes de resistência que você vai enfrentar ao longo do caminho.

Persevere.

Lições de empreendedorismo que a faculdade não ensina

Confira, a seguir, algumas dicas práticas que vão fazer a diferença na sua jornada pelo empreendedorismo:

Você vai ter que controlar seu orçamento

Montar uma empresa exige investimento financeiro. Mesmo que você recorra a empréstimos ou sócios, pode precisar utilizar suas economias para tirar o negócio do papel.

Por isso, controlar as finanças pessoais é essencial. Com ajustes e cortes no orçamento, você pode guardar um bom dinheiro antes de empreender.

Dessa maneira, você tem maiores condições de separar o que é da empresa e o que é da pessoa física e corre menos riscos de se atrapalhar nas contas do negócio.

Não existem respostas certas

Os problemas que você viu na faculdade tinham respostas certas e erradas, mas a realidade não funciona assim.

Quando você começa sua empresa, recebe bons conselhos, mas cada negócio é diferente e você nunca saberá se está certo até que a empresa deslanche ou quebre.

Antes de ouvir qualquer palpite, lembre-se que é preciso seguir em frente mesmo sem um caminho totalmente claro.

Receitas prontas não garantem o sucesso

Habilidades como decorar informação e seguir regras são úteis nas avaliações da faculdade, mas não vão ajudar você no empreendedorismo.

Por isso, é hora de romper com o modo-estudante e se arriscar de verdade, como um verdadeiro líder e visionário.

Comece por superar expectativas ao invés de alcançá-las.

A média nunca será suficiente

Você pode ter passado nas matérias com média 6, mas se sua empresa não está tirando 10, seus concorrentes não vão perdoar.

Vá atrás das novas tendências, faça um workshop ou procure um grupo de Master Mind para ganhar vantagem competitiva.

A época de provas é eterna

Se você costumava reclamar da falta de tempo e maratona de estudos nas épocas de prova, as notícias não são boas.

Como empreendedor, você vai trabalhar muito, e o tempo será cada vez mais curto.

Pense que você precisa estar preparado para avaliações diárias, pois a base do empreendedorismo são os desafios.

Seu diploma não quer dizer tanto assim

É verdade que algumas escolas preparam melhor os empreendedores, e a rede de contatos pode impulsionar suas chances.

Porém, seu diploma não costuma fazer tanta diferença para investidores e outros empreendedores. Ter um projeto genial e a habilidade de transformá-lo em realidade é o que realmente conta.

Você nunca mais vai faltar ao trabalho

Para ser um empreendedor bem-sucedido, você precisa estar presente todos os dias, comprometido com os resultados da empresa.

Se você acha que faltar ao trabalho é privilégio dos empresários, enganou-se: eles são os mais interessados na própria assiduidade.

Errar é humano, até para empreendedores

Um zero não vai arruinar sua faculdade e uma falha – ou mais – não significa que sua próxima ideia não dará certo.

Persistência e coragem são qualidades essenciais de um empreendedor. E lembre-se: não existe fracasso, somente resultados que conduzem o projeto para mais perto do seu objetivo.

9 livros de empreendedorismo para inspirar sua jornada

“Ler ainda é a melhor forma de aprender coisas novas, mas também de testar a minha capacidade de compreensão”.

Quem disse isso foi ninguém menos do que Bill Gates, um dos mais bem-sucedidos empresários da humanidade.

Criador da Microsoft, Gates tem fortuna avaliada em US$ 110 bilhões, e foi, por muitos anos, o homem mais rico do mundo, de acordo com o ranking da revista Forbes. Recentemente, o CEO da Amazon, Jeff Bezos, ultrapassou Gates.

De qualquer forma, vale a reflexão: se Bill Gates, dono de uma das maiores fortunas do planeta, é um leitor voraz, por que você não deveria ser?

Para inspirar ainda mais a sua jornada de empreendedorismo, selecionamos outras duas citações famosas sobre leitura, uma de Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, e uma de Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos:

“Livros permitem que você explore um assunto em uma imersão mais profunda do que qualquer outro tipo de veículo atualmente”, Mark Zuckerberg.

“Ler é importante. Se você sabe como ler, então o mundo inteiro se abre para você”, Barack Obama.

Inspirado?

Confira, a seguir, 9 livros com a temática de empreendedorismo, mas que também falam de liderança, inovação e gestão, para te guiar nessa jornada:

1.  A Startup enxuta - Eric Ries

A Startup Enxuta é um livro obrigatório para startups, porque descreve o ciclo de desenvolvimento, mostrando como otimizar ao máximo essa rotina, economizando tempo, dinheiro e recursos. 

Além das startups, o aprendizado do livro beneficia todos que se interessam por inovação, e têm ambição de se superar a cada dia, fazendo mais com menos.

2. Trabalhe quatro horas por semana - Tim Ferriss

Escrito por Tim Ferriss, o livro Trabalhe quatro horas por semana não é um culto ao corpo mole, nem à ideia de que é possível vencer trabalhando pouco. A ideia central é mostrar como trabalhar de maneira mais eficiente e eficaz. 

O autor ensina o empreendedor a se manter conectado com o negócio e produtivo mesmo com a rotina agitada e repleta de compromissos.

3. Geração de Valor - Flávio Augusto da Silva

Fundador da Wise Up e proprietário do Orlando City, clube de futebol dos Estados Unidos, Flávio Augusto da Silva saiu do zero para uma riqueza de bilhões de reais. 

Repleto de frases de impacto, o livro tem a missão de despertar o empreendedor que vive em cada leitor, rompendo com paradigmas do mundo de trabalho brasileiro.

4. O jeito Disney de encantar clientes - Lee Cockerell

Quem já foi para a Disney, seja quando criança ou adulto, sabe como o universo do Walt Disney World Resort pode ser inspirador, emocionante e inesquecível. É isso que o autor Lee Cockerell revela no livro O jeito Disney de encantar clientes. 

São 39 segredos detalhados por ele, que liderou mais de 40 mil funcionários do parque por vários anos. Em resumo, o livro revela a força do atendimento de qualidade para impactar os rumos de um negócio. 

5. Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas - Dale Carnegie

No seu caminho pelo empreendedorismo, você precisará lidar com pessoas diariamente. Clientes, fornecedores, profissionais terceirizados, parceiros, sócios e, principalmente, funcionários.

O livro mostra por que e como influenciar outras  pessoas com ideias e atitudes transformadoras. A obra já vendeu mais de 50 milhões de cópias ao redor do mundo. 

6. Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes - Stephen R. Covey

Não importa o ramo da sua empresa. Se você quer ter sucesso, precisa dar atenção total à eficiência. Neste livro, Stephen Covey ensina táticas e estratégias que você pode aplicar tanto na rotina da sua vida pessoal como nos processos da empresa, para alcançar mais eficiência.

7. Steve Jobs - Walter Isaacson

Baseada em mais de quarenta entrevistas com Steve Jobs ao longo de dois anos, esta biografia narrada vida do empresário que se notabilizou por guiar a Apple a uma revolução tecnológica sem precedentes.

O livro traz entrevistas com mais de cem amigos, colegas, familiares e adversários de Jobs. Suas paixões, seus demônios, seu perfeccionismo, sua obsessão, seus sonhos… tudo está retratado no livro. 

8. Mais esperto que o diabo - Napoleon Hill

Um dos mais celebrados autores de livros sobre enriquecimento, Napoleon Hill é um guru da área financeira, porque explora diversas facetas da prosperidade. 

Mais espero que o diabo foi escrito originalmente em 1938, mas teve seu primeiro lançamento apenas em 2011, com comentários de Sharon Lechter. O livro narra a conversa entre o Senhor Humano e o Diabo, e já teve mais de 100 milhões de cópias vendidas. São dezenas de insights sobre empreendedorismo, finanças e tomadas de decisão.

9. O Homem Mais Rico da Babilônia - George S. Clason

Baseada nas lições financeiras dos antigos habitantes da Babilônia, este livro traz dicas para evitar o desperdício de dinheiro, além de mostrar como gerar renda, pagar em dia e mudar o próprio mindset em relação ao uso do dinheiro. 

Lições de empreendedorismo de 10 grandes nomes do mercado

Agora que você já tem em mãos uma lista com nove grandes livros que vão te inspirar na jornada do empreendedorismo, chegou a hora de conhecer alguns mentores que podem funcionar como guias nessa trajetória.

Não faltam exemplos de empreendedores, empresários, investidores e líderes que saíram do zero para construir enormes fortunas e mudar o mundo para sempre. 

Abaixo, você confere as principais lições de 10 grandes nomes do mercado:

1. Aprenda com seus erros e nunca desista — Elon Musk

Fundador da SpaceX e da Tesla, Elon Musk é um exemplo claro de quem aprendeu com os próprios erros na sua trajetória como empreendedor. Com projetos ousados e considerados até “malucos”, ele se acostumou a fracassar – mas sempre com o propósito de aprender, melhorar e perseverar

2. Feedback é o caminho para melhorar — Bill Gates

O bilionário fundador da Microsoft tem um legado repleto de aprendizados para quem deseja se inspirar. Mas destacamos uma frase que historicamente é atribuída a ele, embora não seja possível confirmar a origem: “Todos nós precisamos de pessoas que nos dão feedbacks. É dessa maneira que evoluímos”. 

A frase ajuda a entender como você deve montar equipes e buscar pessoas mais capacitadas do que você para o grupo. Assim, o aprendizado será contínuo e coletivo.

3. O cliente sempre tem razão — Jeff Bezos

“O cliente sempre tem razão” é uma das mais antigas e batidas frases relacionadas ao empreendedorismo no Brasil. Mas você sabia que o CEO da Amazon, Jeff Bezos, é um dos maiores entusiastas desse conceito? 

Bezos acredita com todas as forças em deixar os clientes felizes a maior parte do tempo possível, e as equipes da Amazon são treinadas com esse propósito principal em mente. 

4. As oportunidades sempre chegam — Richard Branson

Empresário britânico e fundador do grupo Virgin, Richard Branson já escreveu diversos livros sobre empreendedorismo e finanças. 

É dele uma frase que se tornou um mantra no capitalismo: “Oportunidades de negócios são como ônibus, sempre há outro chegando”.

5. Sonhar nunca é demais — Walt Disney

Criador do universo da Disney, Walt Disney sempre teve em mente que a acomodação é a porta do fracasso. Por isso, ele nunca se deu por satisfeito, e nunca parou de sonhar. 

Obcecado por aprimoramentos e aprendizados, Disney criou as mais famosas animações da história, mas também concebeu o parque em Orlando. O segredo para ir cada vez mais longe é a constante busca por aperfeiçoamento

6. Encontre sua vocação — Jorge Paulo Lemann

Homem mais rico do Brasil, o empresário Jorge Paulo Lemann tem uma série de lições para quem deseja empreender no país. Mas uma das suas orientações mais famosas é, também, uma das mais simples: encontre sua vocação.

A sugestão aparece com frequência nos manuais de empreendedores, mas costuma ser subestimada. Lemann sabe que quem trabalha naquilo que ama e acredita tem mais condições de chegar ao sucesso. 

7. Não tem a ver com sucesso, e sim com significado — Oprah Winfrey

A obsessão pelo sucesso pode ser pouco produtiva. Pelo menos é nisso que acredita a apresentadora e bilionária Oprah Winfrey: “Não se preocupe em ser bem-sucedido. 

Mas preocupe-se em ser relevante, e o sucesso naturalmente será consequência.” A citação é uma das mais famosas de apresentadora.

8. Empreender é resolver problemas — Brian Chesky

Co-fundador do Airbnb, Brian Chesky tem um recado claro para quem procura ideias brilhantes e imagina que, a qualquer momento, será brindado com uma epifania. “Se nós tivéssemos tentado pensar em uma boa ideia, nós não teríamos conseguido. Você simplesmente precisa encontrar a solução para um problema da sua própria vida”, ensina.

9. Correr riscos é importante, mas saber quando parar também — Reid Hoffman

Reid Hoffman foi cofundador do LinkedIn, a rede social para negócios. Segundo ele, correr riscos é importante, mas saber quando tirar o time de campo também.

 "Se você trabalhar de uma maneira que você não tem nenhuma chance de fracassar, você também não terá nenhuma chance de sucesso. A chave é se arriscar, mas encontrar maneiras de perceber que, quando você chega a determinado ponto de fracasso, sabe que precisa parar”, diz. 

10. Atendimento e inovação são a chave — Luiza Helena Trajano

Líder por trás da ascensão meteórica da rede de varejo Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano acredita na força da inovação e do atendimento. "Existem duas coisas comuns às empresas que dão certo: atendimento e inovação. 

Você precisa ter um atendimento ao cliente de primeira. E também estar atento ao que há de novo no mercado, para não ficar para trás", ensina.

Conseguiu reunir mais ideias e insights com a leitura deste artigo?

Deixe um comentário contando qual será o seu plano de ação de empreendedorismo a partir de agora. E, depois, conte com a ajuda da Conta Azul para organizar a gestão financeira do seu negócio :)

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?

 
<https://cta-service-cms2.hubspot.com/ctas/v2/public/cs/c/?cta_guid=50ebdc92-329a-40a1-9caf-fa81543a8adc&placement_guid=2fe57723-5fb5-47c5-b9eb-e06d10883d31&portal_id=652034&redirect_url=APefjpH-sJodulB40LkLn3KOdjabGsRQrvD-UzG_-mxgFGYOQY7Pax91wMczwqC9tjy6OjwX00HU_Bo7PUPMr5BIKOv40gMMcHS86PIGVrS7qRooJBOJ-7oexC4LmqeY82ilgISiw_vgWj_M6UrXXz1MrtJWPp1fCkV3L8k9Z1TtKD_8zvHbHbmBJ-eUK8zfoV_QfTmHP_eg4dFVeSu30yynTNlUDR2aWCt8pi1edP5oHylON5s64GfVFnCwR305nirbsqyzLULbK7y2JSzUtMlN7fQ4XNMBWGbmU8axTsYxArQmFT5Bef95SSu6-RPgLNW5AplENu_zmV3QuRJ6K_Gd5RpBPj09UQ&hsutk=69c6ede4c71301f633be694182efeb4b&canon=https%3A%2F%2Fblog.contaazul.com%2Fo-que-e-pro-labore-ab&click=2a99f1b9-eb95-4503-bbbb-7be3d73be873&pageId=5442744710&__hstc=99675841.69c6ede4c71301f633be694182efeb4b.1512590389679.1512590389679.1512647250062.2&__hssc=99675841.7.1512647250062&__hsfp=1187972499>  <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>   ContaAzul é o sistema de gestão online  para você organizar sua empresa   <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>  Quero Saber Mais  <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>   Experimente Grátis <https://contaazul.com/cadastro/>