10 dicas para administrar seu e-commerce no Brasil

Sobre o que estamos falando?

  • Em 2021, o e-commerce no Brasil atingiu 20,60 bilhões de acessos. Com esse número em expansão, para empreender é preciso criar uma presença digital;
  • Seguir algumas dicas de administração de e-commerce ajuda o empreendedor a ter um negócio sólido, lucrativo e expansivo;
  • A dica maior para todo empreendedor, seja de negócio físico ou digital, é contar com uma plataforma de gestão integrada, otimizada e simplificada. Conheça a Conta Azul Pro e faça o teste grátis.

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Vender por e-commerce no Brasil costumava ser só uma estratégia de expansão de mercado. Hoje em dia, se o seu comércio não for a padaria do bairro ou algo semelhante, ter uma loja virtual é obrigatório para se desenvolver no empreendedorismo. 

Para ver o negócio crescer, você precisa estar na internet. Para isso, separamos 10 dicas de venda, gestão e administração fundamentais para que você administre a empresa com precisão e domínio.

Dados sobre o e-commerce no Brasil

Segundo a eMarketer, a América Latina foi a região com maior crescimento de vendas online em 2020. Sendo o Brasil o país responsável pela maior parte desse número.

Seguindo a lógica de crescimento, somente em março de 2022 o e-commerce no Brasil cresceu 11,3%, segundo a Conversion, e esse número só irá diminuir se as empresas deixarem de migrar para a internet. Se você ainda não aderiu ao meio digital, saiba que possivelmente os seus concorrentes já possuem presença online.

Muitos e-commerces operam em marketplaces, que são como “shoppings digitais”, servindo de intermediários entre lojas e clientes. Os maiores no Brasil são:

  1. Mercado Livre 30%

  2. Americanas 13%

  3. Amazon 12%

  4. Magalu 11%

  5. Shopee 9%

  6. Outros 25%

Conheça plataformas de e-commerce, e saiba como escolher a ideal para a sua empresa.

10 dicas para administrar seu e-commerce

E-commerces são lojas virtuais que vendem os próprios produtos ou revendem mercadorias de terceiros. E, antes de entrarmos nas dicas de administração, é bom aprendermos a diferenciar os tipos de comércio digital. Ou seja, entender que um e-commerce não é um marketplace.

Marketplaces são plataformas onde diferentes e-commerces montam um perfil e oferecem produtos. Assim, eles têm acesso a uma estrutura digital pronta, com meios de pagamento e hospedagem. Porém, mesmo nessas plataformas, a maior parte da administração é do lojista.

Independente do modelo, é preciso pensar em estratégias de marketing, gerenciamento de estoque, buscar produtos de qualidade e emitir notas fiscais. Logo, é necessário que você esteja pronto para administrar uma empresa como qualquer outra.

E caso ainda não saiba qual mercado escolher, conheça 13 tendências para se inspirar!

1. Utilize estratégias de marketing

O marketing no e-commerce é um pouco diferente do marketing tradicional. Claro que vai depender do que você vende, mas alguns pontos são os mesmos. Você precisa estudar marketing digital para divulgar seu negócio online.

O acompanhamento do setor deve ser feito junto ao financeiro, para calcular a saída e a entrada de dinheiro, conforme previsões. Contar com um sistema ERP, como a Conta Azul Pro, pode ser a alternativa perfeita para essas análises.

Você também precisa saber sobre redes sociais, anúncios pagos e outras formas de divulgação. Aqui, é como negócio físico, vence quem tiver a melhor estratégia. 

Descubra como anunciar no Mercado Livre e aumentar suas vendas.

2. Organize os processos

Há muitos processos para lidar ao administrar uma empresa. Cobrança, vendas, compras, marketing, logística… A organização do seu negócio é complexa e expressa em números e dados. 

Muitas pessoas optam pelas planilhas para organizar os processos da empresa. Porém, esse método limita e dificulta a organização, já que é necessário mais de um arquivo para conseguir acompanhar tudo o que acontece. Os recursos mais indicados para otimizar essas etapas são as plataformas ERP, que centralizam e atualizam em tempo real todos os dados do negócio. 

Algumas, como a Conta Azul Pro, simplificam vários desses processos. Cobrança, tributos, logística, emissão de nota fiscal, envio de dados a contador. Tudo isso é facilitado e otimizado.

3. Decida os meios de pagamento

Os meios de pagamento são um dos pontos que mais pedem atenção nos e-commerces. Escolher uma plataforma sem um bom sistema de segurança pode sujeitar você e seus clientes a fraudes e roubos. Decida com cuidado. 

Recursos sólidos, como o Receba Fácil da Conta Azul, são ótimas opções para fazer cobranças.

Conheça o Receba Fácil e veja quais as vantagens da ferramenta.

4.Tenha controle das finanças

O seu objetivo é o lucro. Seu meio é a venda. Para isso, precisa da compra. Tudo isso passa por movimentações financeiras, sem contar a tributação. Por isso, conte com contadores e plataformas de organização financeira.

Por exemplo, o ERP da Conta Azul oferece recursos de controle de contas a pagar, fluxo de caixa e muitos outros. E ainda envia todos esses dados para seu contador em tempo real, otimizando o serviço que o profissional presta a você.

5. Gerencie o estoque

Quem vende produtos ou precisa de insumos para oferecer serviços, deve controlar com eficiência o estoque. E, isso não se refere apenas à quantidade disponível, mas também ao momento ideal de compra e a capacidade de armazenamento que possui.

Para não precisar diariamente ir até o estoque e contar manualmente produto por produto, utilize plataformas de gerenciamento digitais. A Conta Azul Pro tem recursos de gestão de estoque que permitem que você economize tempo.

6. Escolha fornecedores confiáveis

Em 2021, vários restaurantes do interior do Rio Grande do Sul foram fechados pela vigilância sanitária. Motivo? Optaram por comprar carne de fornecedores econômicos e que, no final, eram de cavalos doentes.

Você precisa ter muito cuidado ao escolher um fornecedor. Além de buscar por referências e indicações, fiscalizar a entrega faz parte dessa escolha. O ERP da Conta Azul ajuda você a controlar todos os dados e também as entregas feitas por quem fornece seus produtos e insumos.

7. Monitore as emissões de nota fiscal

Notas fiscais emitidas erroneamente podem gerar problemas legais e tributários. Seja bem rigoroso quanto aos dados colocados nesses documentos. Elas devem ser emitidas no tempo certo e ainda guardadas para a contabilidade calcular seus tributos.

Com a plataforma de gestão financeira Conta Azul Pro, essa burocracia é otimizada. Além de emitir automaticamente as notas fiscais, ela envia os dados em tempo real para seu contador.

Entenda a importância da nota fiscal para e-commerces e evite os principais erros.

8. Monitore os resultados

Você vendeu bem este mês? O investimento em marketing se pagou? Você precisa ampliar, reduzir ou diversificar seu quadro de colaboradores? O e-commerce no Brasil precisa ser gerenciado bem e com números precisos. Por isso, monitore seus resultados.

A melhor maneira de fazer esse monitoramento é com relatórios completos e personalizados. E para emitir esses materiais, utilize plataformas otimizadas específicas, como o ERP da Conta Azul.

9. Atenção à logística

Quem empreende com e-commerce no Brasil ou qualquer outro lugar no mundo precisa ter um cuidado muito grande com logística. Porque mesmo que seu produto seja bom e barato, se ele não for entregue em boas condições e no prazo, você vai perder vendas.

O monitoramento do armazenamento e da entrega pode ser simplificado e otimizado através de boas soluções digitais. Com a Conta Azul Pro, por exemplo, você controla todas as informações sobre produtos armazenados ou em viagem.

10. Avalie o seu serviço/produto

Você está feliz com o seu produto ou serviço? Se estiver, que bom, mas saiba que a opinião do cliente é a que importa. Como eles estão avaliando o que você vende?

Como você está classificado no Google Meu Negócio ou no Reclame Aqui? Esse tipo de pergunta deve ser feita a todo momento. Não espere que crises aconteçam.

Faça pesquisas com os seus clientes com frequência, veja o que eles acham serviço que você presta e o que pode ser melhorado. Se baseie nessas informações para evoluir.

Faça a gestão integral do seu e-commerce com a Conta Azul Pro 

De forma direta ou indireta, todos os problemas de um empreendedor de e-commerce no Brasil se relacionam com a gestão financeira do negócio. E para que essa gestão seja  completa e otimizada, você precisa de um bom ERP

Para uma gestão eficiente, contar com uma plataforma completa com diversos recursos que otimizem o dia a dia de empreendedores como você, é essencial. E a Conta Azul pode te ajudar!

Com a Conta Azul Pro é possível gerenciar toda a sua empresa em um único lugar, desde as vendas e o estoque até as notas fiscais e contas a pagar. E tudo isso integrado com o contador, sem precisar imprimir documentos e nem enviar malotes. 

Na prática, você economiza seu tempo e foca no que realmente importa, a estratégia do seu negócio digital.

Tenha controle total sobre a gestão do seu e-commerce: teste grátis agora mesmo a Conta Azul Pro!

Leia mais:

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?