12 erros comuns de empreendedores iniciantes

Sobre o que estamos falando?

  • Conhecer os erros comuns de empreendedores é uma ajuda aos marinheiros de primeira viagem no mundo dos negócios para se prepararem melhor e tomarem decisões mais assertivas;
  • Entender bem do produto ou serviço oferecido é importante, mas, para evitar essas falhas, é indispensável ter conhecimentos sobre gestão, financeiro, vendas e até marketing; 
  • A Conta Azul Pro ajuda empreendedores como você a evitar boa parte desses erros e gerenciar a empresa de uma forma moderna. Conte com uma plataforma de gestão integrada, online e fácil de usar e prepare o seu negócio para crescer desde o início.

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Imagine que você precisa caminhar a distância de 1 km dentro de uma floresta, o mais rápido possível. Porém, seus olhos estão vendados. 

Você então fica com medo e acaba indo bem devagar. E, quando acelera, acaba tropeçando em alguma pedra e se machucando. No fim das contas, uma distância que poderia ter sido percorrida em 20 minutos, foi realizada em mais de uma hora. 

O mesmo acontece com quem abre um negócio sem conhecer os erros comuns de empreendedores. Afinal, sem esse conhecimento, o dono de negócio gasta mais tempo e dinheiro para resolver situações comuns da rotina e acaba cometendo falhas, colocando em risco o sucesso do negócio. 

Misturar as contas pessoais com as da empresa, não cuidar do financeiro, ignorar o marketing e precificar errado são algumas dessas falhas,ara te ajudar, listamos as 12 mais comuns de empreendedores novos e mostramos também como evitá-los. Leia com bastante atenção até o final, certo?

Boa leitura!

Conhecer os erros comuns de empreendedores é importante para prevenção 

“Se tivessem me contado isso antes…”

Em algum momento da vida, é muito provável que você tenha enfrentado uma situação onde, se tivesse sido orientado corretamente, teria agido de forma diferente. No empreendedorismo, a lógica é a mesma.

Afinal, seguir com um negócio próprio é um desafio e tanto. E, como falamos no início deste conteúdo, montar uma empresa exige conhecimentos que vão além do entendimento do produto ou serviço prestado. 

Para quem está começando, esse cuidado precisa ser mais do que redobrado. Isso porque, uma empresa que está sendo criada é como uma casa em construção, que precisa de uma base forte. 

É necessário entender, principalmente, sobre gestão, financeiro, pessoas, marketing e, o mais importante: aprender com os erros comuns de outros empreendedores

Ao ver na prática as falhas que devem ser evitadas e o que fazer diante delas, você se sentirá mais preparado, seguro e confiante para tomar as suas decisões. 

No próximo tópico, confira os 12 erros comuns de empreendedores iniciantes. 

Evite esses 12 erros e acelere o crescimento da sua empresa

 

1. Atuar na informalidade

Novos empreendedores se veem tentados a começar as atividades de maneira informal. A intenção principal é fugir dos impostos, porém, a verdade é que sem a formalização o negócio fica impedido de crescer

Apenas com o CNPJ haverá as possibilidades de emissão de nota fiscal, abertura de conta bancária para pessoa jurídica, uso de máquinas de cartão de crédito e solicitação de empréstimos públicos a juros mais baixos. Sem contar que, na informalidade, sua atividade será encarada como algo pouco profissional e improvisado. Resultado: perda de vendas e imagem prejudicada no mercado.

O que não é nada interessante para quem está começando agora e quer conquistar mais clientes. Portanto, não deixe de procurar um contador para formalizar a empresa

Lembre-se de que a formalização não é um custo a mais e desnecessário, e sim um investimento, que servirá como trampolim para o crescimento do negócio. 

2. Começar sem um plano de negócios

Antes de iniciar qualquer atividade, o empreendedor deve elaborar um plano de negócios, ferramenta fundamental para o sucesso de qualquer empresa. É por meio dele que serão definidas as ações e metas a serem cumpridas a curto, médio e longo prazos.

Além disso, é no plano de negócios que você irá descrever todo funcionamento da empresa, considerando possíveis gargalos e soluções. 

Por exemplo, se deseja abrir uma loja online para revender bolsas, não basta apenas comprar as mercadorias e anunciar na internet. É necessário desenhar a logística de entrega, quais serão os fornecedores parceiros, como será a divulgação, o atendimento, ou seja, todos os processos da sua empresa. 

Ao pular essa etapa, quando as vendas começarem a aumentar, o empreendedor terá problemas e, os primeiros a sentirem o impacto negativo da desorganização serão os clientes. 

Não sabe por onde começar um plano de negócios? Aproveite para baixar um modelo pronto clicando aqui!

3. Não se capacitar

Empreendedor: não pare no tempo e não deixe de estudar

Por mais que você entenda da sua área de atuação e dos produtos/serviços que oferece, é indispensável se capacitar sempre. 

Leia sobre as inovações do ramo, sobre o mercado e a economia como um tudo. Estude também sobre gestão e participe de eventos presenciais ou online. Outra dica é acompanhar as referências do setor nas redes sociais. 

4. Deixar o financeiro desorganizado

O financeiro é o coração do negócio. Afinal, sem dinheiro, o empreendedor não consegue investir na empresa nem melhorar a experiência oferecida aos clientes. 

Sabendo dessa importância, a gestão financeira tem que ser uma prioridade. A começar pela abertura do negócio e os processos para conseguir investimentos, além do pagamento de taxas e tributos. 

Depois, olho aberto para o fluxo de caixa e registro de todas as entradas e saídas. Dessa forma, você terá total controle da situação financeira e poderá planejar o crescimento saudável do negócio.

O contador é um dos profissionais que mais pode auxiliar nessa etapa e ainda orientar sobre as melhores opções de enquadramento, para que a empresa obtenha menor custo tributário. 

Indispensável para a gestão financeira da empresa, o profissional contábil agrega muito mais do que apenas o registro dos dados legais. A Conta Azul te ajuda a encontrar este parceiro: clique aqui para fazer uma busca!

5. Misturar dinheiro pessoal e da empresa

Você já deve ter ouvido falar sobre este erro comum de empreendedores que estão começando. Porém, é muito provável que todos eles sabiam, até certo ponto, que fazer retiradas do caixa do negócio poderia prejudicar a saúde financeira da empresa. 

O que acontece é que não é do dia para a noite que uma empresa quebra por conta da mistura do dinheiro pessoal com o do negócio. Tudo começa com uma retirada pequena aqui, outra ali, depois é usado o cartão de crédito e, quando menos se espera, a bola de neve está formada. 

Sabendo disso, evite misturar as suas contas com o financeiro do negócio, defina um pró-labore (“salário de dono”) e se organize com as finanças pessoais. Aproveite para conferir o nosso conteúdo de controle financeiro pessoal. 

6. Precificar errado

Outro erro comum de empreendedores iniciantes é na hora de precificar os produtos e serviços. Muitos costumam, inclusive, vender muito e ainda ficar no vermelho. 

Isso acontece muitas vezes porque os cálculos de margem de lucro, dos custos de produção e a análise do preço cobrado pela concorrência não estão sendo feitos de maneira assertiva. 

Para precificar corretamente, o empreendedor deve analisar todos os custos e fazer o rateio da forma correta. Depois, é interessante olhar o preço praticado na concorrência e avaliar os diferenciais para encontrar o valor ideal a ser cobrado.

No processo de precificação, o contador também é indispensável. 

7. Não negociar com fornecedores

Nem sempre cortar gastos é o melhor caminho para aumentar os ganhos. Muitas vezes, a saída é fazer uma boa negociação com os fornecedores. 

Para isso, todo empreendedor precisa ter uma boa gestão de estoque para se planejar e fazer os pedidos com antecedência. Assim, as chances de conseguir descontos, melhores condições e prazos de pagamento aumentam. 

Outro aspecto importante é ter um fluxo de caixa controlado, para conseguir fazer compras grandes com pagamento à vista. Dessa forma, os custos de repor o estoque serão menores. 

Outra dica é sempre bom ter mais de um fornecedor e pesquisar bastante antes de fechar os pedidos. 

8. Trabalhar sem gerenciamento de estoque

O gerenciamento de estoque também é um dos pontos fundamentais para o sucesso de um negócio, seja ele virtual ou físico. Todo empreendedor deve ter em mente que, se vender, precisa entregar. 

Por este motivo é tão importante saber exatamente a quantidade de cada item disponível e colocar em prática um giro de estoque efetivo. E se trabalha com mercadoria de curto prazo de validade, o controle deve ser ainda mais rigoroso, já que corre o risco de ter grandes prejuízos caso o estoque vença nas prateleiras.

Além disso, não podemos esquecer que não há nada mais frustrante para um cliente do que procurar por um produto ou serviço e não poder ser atendido pela falta de estoque. 

9. Ignorar marketing e divulgação

Como as pessoas vão conhecer a empresa se o empreendedor não investe em divulgação e marketing

Estratégias de comunicação devem ser adotadas em qualquer negócio, independente do tamanho ou área de atuação, principalmente na fase inicial. E, nem sempre, você precisa gastar muito para divulgar o negócio.

Uma boa dica é contar com o apoio de influenciadores parceiros, negociando a divulgação. No mais, procure profissionais da área que possam ajudar a alimentar os perfis da empresa nas redes sociais e propor estratégias interessantes para o marketing.

10. Não inovar

O trunfo de quem está começando agora é inovar. Assim, você poderá competir com as empresas que já atuam há mais tempo no mercado. 

Não se preocupe, não será preciso reinventar a roda. Apenas pense em soluções criativas para oferecer um diferencial aos clientes. 

E, mesmo quando objetivos são alcançados, o empreendedor deve fugir do comodismo. Não almejar o crescimento significa perder para a concorrência, que pode estar se aprimorando sem que você saiba. 

Investir em novos produtos, aprimorar processos, atualizar serviços, acompanhar tendências e traçar planos maiores são objetivos obrigatórios na rotina de qualquer empresa.

Portanto, esteja sempre avaliando oportunidades de melhorias, para oferecer maior qualidade e alcançar mais clientes.

11. Não dar atenção ao capital inicial e fluxo de caixa

Antes de abrir uma empresa, analise como conseguirá o dinheiro para o capital inicial. Por mais que esteja com pressa, faça um estudo das melhores condições de pagamento, dando prioridade a juros menores e prazos mais estendidos. 

Já com a empresa aberta, controle o fluxo de caixa sempre. O ideal é que esse monitoramento seja feito em tempo real. Dessa forma, qualquer movimentação fora do padrão será facilmente identificada e o empreendedor encontrará rapidamente a solução ideal. 

12. Demorar para lançar um produto ou serviço

Se está planejando algum produto ou serviço novo, não demore muito até fazer o lançamento. Afinal, esperar o momento perfeito pode sair bem caro e você ainda perde chances de validar o que desenvolveu. 

Fazer testes, conversar com o público e oferecer amostras grátis para avaliar a aceitação são algumas alternativas para sentir mais segurança em colocar algo novo no mercado. 

Conte com a ajuda da Conta Azul Pro para evitar esses e outros erros

Conhecer todos esses erros é importante, porém, é indispensável saber como evitá-los e até resolvê-los. Para quem está começando, contar com o apoio da tecnologia é essencial para simplificar a gestão e identificar essas falhas antes que tomem proporções maiores. 

“Ah, mas a minha empresa é pequena, eu praticamente faço de tudo.” 

Por enquanto, a sua empresa AINDA é pequena. Mas, para que ela cresça de forma estruturada, é preciso se organizar do zero. A partir de agora.

A Conta Azul Pro, plataforma integrada de gestão para empresas, ajuda nessa caminhada rumo ao sucesso no mundo dos negócios!

Na prática, a CA Pro integra todos os setores do negócio em um único local. Com isso, todas as movimentações são atualizadas em tempo real.

Vendeu? Comprou mais mercadorias? Pagou uma conta? Todos esses lançamentos são registrados no estoque, fluxo de caixa e enviados à contabilidade automaticamente. Simples assim, sem a necessidade de sair conferindo um a um todos os lançamentos. 

Clique aqui e conheça mais vantagens da Conta Azul Pro

Agora, para experimentar todas essas facilidades, clique aqui e aproveite o seu teste grátis limitado!

Leia mais

Newsletter

Faça agora a gestão financeira do
seu negócio em um único lugar