Controle Financeiro

Entenda como consultar NIRE pelo CNPJ de uma empresa

Equipe Conta Azul Equipe Conta Azul | Atualizado em: 03/05/2024 | 6 mins de leitura

Sobre o que estamos falando?

  • Entenda como consultar o NIRE pelo CNPJ e a importância desse documento para manter a empresa alinhada com a legislação;
  • A ausência do Número de Identificação do Registro de Empresa (NIRE) pode gerar multas e a suspensão das atividades comerciais;
  • Neste artigo vamos falar sobre a importância de consultar o NIRE e como softwares de gestão integrada podem facilitar os processos empresariais.

Você sabia que é possível consultar o NIRE pelo CNPJ? Seja na abertura da sua empresa ou em outras situações do dia a dia, ter acesso ao Número de Identificação do Registro de Empresa será muito necessário.

Assim como a emissão do CNPJ e a realização da Inscrição Estadual, o NIRE é um processo que todos os negócios devem ter para se manterem legalizados e alinhados com a Receita. 

A ausência do NIRE pode resultar em multas e até mesmo na suspensão das atividades. Por isso, é importante ficar atento e saber como consultá-lo pelo CNPJ em caso de necessidade.

Se você chegou até aqui, então continue a leitura deste artigo. Nos próximos tópicos vamos explicar como consultar o NIRE e como eliminar a burocracia dos processos empresariais com o apoio da tecnologia.

Mulher analisando informações empresariais no notebook.

Por que consultar o NIRE pelo CNPJ?

No processo de abertura de uma empresa comercial, o NIRE ainda é indispensável para emitir o CNPJ e a Inscrição Estadual. Com essa documentação em mãos, o negócio estará pronto para funcionar normalmente.

Outra vantagem é poder solicitar empréstimos junto às instituições financeiras para investir no negócio e emitir as notas fiscais, o que é essencial para vender a outras pessoas jurídicas.

O NIRE também é importante quando você estiver negociando com outra empresa parceira, a fim de verificar se ela está registrada formalmente. Em ambos os casos, será necessário saber como consultar pelo CNPJ.

Porém, desde 2019, com a Lei de Liberdade Econômica, o NIRE deixou de ser obrigatório. No entanto, alguns estados ainda não se adequaram à nova lei e continuam exigindo essa numeração. Espera-se que essa adequação aconteça definitivamente nos próximos dois anos.

Dessa forma, se a Junta Comercial do seu estado ainda exige o NIRE, você precisa emitir essa numeração e entender o processo de consulta pelo CNPJ. No próximo tópico, confira o passo a passo.

Como fazer a consulta?

Cada estado que ainda exige essa numeração possui um processo específico para consultar o NIRE pelo CNPJ. Alguns, infelizmente, não fornecem essa informação de maneira simples.

Você pode consultar o NIRE de várias formas. A primeira delas é acessando o site da Junta Comercial. Veja o passo a passo:

  • Acesse o site da Junta Comercial do estado com seu login;
  • Emita a Certidão de Inteiro Teor;
  • Insira o CNPJ;
  • Faça as verificações necessárias;
  • Consulte o Nire.

Se você atuar como Microempreendedor Individual — MEI, poderá consultar o NIRE através do Certificado da Condição do Microempreendedor Individual (CCMEI), obtido no Portal do Empreendedor.

Outra forma de consultar o Registro é se deslocando pessoalmente à Junta Comercial mais próxima, com o número do CNPJ que deseja consultar em mãos.

Elimine a burocracia dos processos da sua empresa com apoio da tecnologia

A requisição da NIRE é uma das burocracias bem comuns na abertura de uma empresa. Por se tratar de um processo regional, a emissão do documento precisa ser realizada conforme a legislação de cada estado.

Em algumas situações como essa fica difícil eliminar a burocracia. Porém, na própria empresa, o empreendedor pode dar adeus aos processos burocráticos com ajuda da tecnologia!

Sabe como? Com a Conta Azul Pro, um ERP de gestão integrada para empresas, que integra todos os setores do negócio em um único local e todas as movimentações são registradas em tempo real. Quer um exemplo?

Imagine que você fez uma venda de 10 unidades de um produto. A baixa é dada no estoque, registrada nas movimentações de venda e também no financeiro, que irá contabilizar essa saída de mercadorias. A nota fiscal emitida também é enviada à contabilidade automaticamente.

Tudo isso sem conferir nenhuma informação manualmente. E, na dúvida, basta gerar um relatório detalhado sobre o período que deseja analisar.

Com a Conta Azul Pro, você pode monitorar as vendas e o estoque em tempo real. Outras vantagens do sistema são:

  • Alertas das quantidades mínimas do estoque, para fazer a reposição dos itens em tempo hábil e não perder vendas;
  • Emissão descomplicada de notas fiscais e envio automático ao contador;
  • Conciliação fiscal e das vendas também automáticas. Com essa funcionalidade, você não precisa conferir o extrato bancário para descobrir quem pagou o quê;
  • Cadastro das informações dos seus clientes, fornecedores e parceiros;
  • Acesso ao App Conta Azul de Bolso, que permite a visualização do seu estoque, vendas e até das movimentações do financeiro.

Pensa que acabou? A Conta Azul também oferece uma solução de cobranças automatizadas, que agiliza os recebimentos via:

  • Pix Cobrança, com data de vencimento, multas e até descontos;
  • Cartão de Crédito (via Link), que permite o parcelamento das vendas em até 12 vezes. O melhor de tudo é que você recebe as prestações de uma única vez;
  • Boleto, onde você paga apenas após a compensação.

Modernize a gestão da sua empresa e tenha tempo para focar na estratégia do negócio!

Leia também