Qual é a diferença entre NF-e e NFS-e?

Qual é a diferença entre NF-e e NFS-e?

Desde 2008 a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) vem dando dor de cabeça a muitos empresários e para complicar ainda mais a vida de quem não tem familiaridade com o tema surgiu a Nota Fiscal Eletrônica de Serviço (NFS-e). Mas espere, não há motivos para pânico, hoje vamos simplificar a vida de todos os leitores respondendo a pergunta: Qual é a diferença entre NF-e e NFS-e?

Emita Notas Fiscais de sua empresa dentro de um sistema de gestão para evitar erros

A primeira coisa que você precisa saber é a diferença de suas funcionalidades: a NF-e tem a função de registrar a venda de produtos, enquanto a NFS-e tem a função de registrar a prestação de serviços. Por exemplo: em uma oficina mecânica, quando são vendidas as peças, acessórios e pneus para automóveis deve ser emitida uma NF-e. No caso de revisão, conserto ou ajustes deve ser emitida uma NFS-e.

Outra grande diferença está no orgão que emite, cadastra e valida essas notas fiscais, o que incide diretamente na velocidade e na tributação de cada processo. No caso das Notas fiscais eletrônicas, o contribuinte gera a nota e assinada digitalmente e a transmite para a Secretaria de Fazenda, SEFAZ. No caso das Notas fiscais eletrônicas de serviço o contribuinte transmite os dados para a Prefeitura por meio do Recibo Provisório de Serviços (RPS).

Essas são as maiores diferenças entre NF-e e NFS-e. Caso tenha ficado alguma dúvida é só deixar aqui nos comentários!

Para acompanhar dicas diárias de finanças para sua empresa, nos siga no Twitter ou curta nossa página no Facebook.

Notas fiscais: tudo o que você precisa saber  Preparamos uma semana especial com webinars gratuitos sobre nota fiscal.  Aproveite para tirar todas as suas dúvidas: da emissão à gestão financeira. Assista agora

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?