9 ideias de pequenos negócios para você começar a empreender

Sobre o que estamos falando?

  • Pequenos negócios possuem a capacidade de gerar lucros sem a necessidade de grandes investimentos financeiros. Por isso, são boas oportunidades para quem quer começar do zero;
  • Conheça 9 segmentos que se apresentam como boas opções para começar sua própria empresa;
  • Para que todas as etapas do empreendimento deem certo, é necessário contar com um sistema de gestão que atenda às necessidades do seu negócio. A Conta Azul foi feita para ajudar micro e pequenos empreendedores nessa jornada!

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Você já reparou que o Brasil é o país do empreendedorismo? Somente entre maio e agosto de 2021, mais de 1 milhão de pequenos negócios surgiram em nosso país. Assim como você, muitas pessoas estão em busca de autonomia quando começam a empreender, e a gente sabe que não existe receita de sucesso, mas sempre dá para aprender e se inspirar com os outros. É justamente isso que você vai encontrar a partir de agora!

Montamos uma lista com oportunidades em 9 diferentes segmentos. Tudo aqui está focado em quem deseja começar pequeno, mas sem nunca deixar de pensar grande.

Nossa lista é uma mescla de tendências de mercado e segmentos tradicionais, mas que têm uma boa procura por parte do público. Aproveite a leitura para conhecer novas ideias e refletir sobre os setores que mais atraem os seus interesses. Confira:

9-ideias-de-pequenos-negocios-para-voce-comecar-a-empreender

De onde surgem ideias de pequenos negócios lucrativos?

Não existe uma fórmula certa que dá origem a pequenos negócios, ainda mais os lucrativos. É como diz o ditado: 1% inspiração e 99% transpiração. Empreendedores de sucesso não passaram dias e dias apenas imaginando um modelo ideal. A maioria foi aperfeiçoando seus serviços e produtos conforme a resposta do público, até realmente alcançar o sucesso. 

Mas, é claro que existem alguns fatores que podem ajudar você a tirar boas ideias da cabeça e transformá-las em negócios que dão lucro e contemplam seu público. Vamos a uma pequena lista:

  1. Seja atento ao seu redor e veja que tipo de negócio parece fazer falta;
  2. Teve uma boa ideia? Pesquise, veja se a concorrência já não lançou e quanto custa colocar em prática;
  3. Gosta de fazer algo? Então, pense que transformar hobby em trabalho pode ser o caminho para oferecer qualidade logo no início;
  4. Converse com pessoas, pergunte o que elas acham que falta na sua cidade ou região;
  5. Estude um pouco sobre empreendedorismo e os principais desafios;
  6. Não comece nenhum negócio sem fazer um planejamento estratégico, mesmo que básico;
  7. Não tenha medo de errar, ainda mais se o seu negócio não exigir tantos gastos.

9 ideias de pequenos negócios para você empreender

Não precisa ter muito dinheiro para começar sua empresa  e ter sucesso. Pequenos negócios também são opções lucrativas e que podem sair do papel com um investimento baixo. Quer saber quais são? Confira!

1. Marketing de Afiliados


O Marketing de Afiliados é uma divulgação de produtos ou serviços pela internet. Para trabalhar nesse mercado, você deve promover uma marca usando suas redes sociais. Geralmente, cada afiliado tem um link para divulgar os produtos e se os clientes compram por ali, você ganha. 

A estratégia é usada por grandes marcas, como a Google, o que ajuda os envolvidos a conseguirem bons resultados. 

Uma das maiores vantagens de começar um pequeno negócio neste ramo é o baixíssimo investimento inicial. Além disso, você pode escolher os seus horários, definir quais marcas deseja se afiliar, e como você pode aproveitar seus canais de comunicação para fazer este trabalho. 

2. Alimentação


Sabe aquele seu brigadeiro que todo mundo elogia dizendo que é o melhor que já comeu? Por que não transformar um quitute que você faz com qualidade em uma fonte de renda? Alimentação sempre é uma boa ideia de pequeno negócio, contudo, é preciso oferecer qualidade alinhado a um atendimento que faça a diferença. 

Vale também inovar nas receitas e buscar referências vindas de grandes nomes da gastronomia. Considere usar alguns ingredientes diferenciados (como produtos orgânicos, veganos, etc.) para se destacar. O que importa é sair da mesmice para começar vendendo bem. 

Caso você tenha um carro ou moto, aproveite seu veículo para oferecer também o delivery dos produtos. A junção de entrega com diversidade nas formas de pagamento tem tudo para potencializar seu negócio. Uma boa opção é utilizar a tecnologia a seu favor, como o link de pagamento para fechar vendas sem precisar de maquininha de cartão. Basta criar e enviar o link através das redes sociais ou por mensagem. É uma operação segura, simples e que resolve tudo em um piscar de olhos. 

3. Artesanato personalizado


Se você possui facilidade com habilidades manuais, uma ideia de empreendedorismo é o artesanato personalizado. Este setor engloba diversos tipos de produtos.

Esqueça aquela ideia de artesanato limitado aos produtos que você encontra na feirinha da sua cidade. É possível comercializar trabalhos manuais de luxo, com alto valor agregado. Por exemplo: camisetas, canecas, bolsas, quadros e diversos outros tipos de itens personalizados. Você pode fazer peças temáticas por datas comemorativas, eventos, ou o que a imaginação mandar.

O ramo está em alta nas redes sociais, principalmente com o pessoal que gosta da famosa cultura pop. A hora de investir nesse setor é agora! Ele está em crescimento e o mercado não está saturado.

4. Consultoria


Se você domina uma área, que tal compartilhar o seu conhecimento com outras pessoas? Do Marketing aos cuidados com a pele, há consultores para todos os temas. O que importa é criar um modelo de ensino que seja atraente, educativo e, claro, capaz de encantar o cliente

A consultoria é uma excelente oportunidade para começar a empreender, mas exige um trabalho de divulgação do serviço e do seu próprio conhecimento. Portanto, crie um portfólio com suas experiências e certificações em um site como o Behance, ou aposte em um perfil bem caprichado nas redes sociais.

Neste perfil vale postar dicas, fazer vídeos contando alguns detalhes da consultoria e gerando autoridade para sua marca. Dessa forma, as pessoas vão encontrar você e solicitar os seus serviços. 

5. Dropshipping


Vamos começar descomplicando o nome: dropshipping é quando você monta um comércio online, mas para vender produtos de outras marcas. Com isso, a empresa terceriza a venda com você e seu negócio não precisa se preocupar com estoque nem envio das mercadorias. 

Ideal para pequenos negócios que não tem um espaço físico para estoque, o dropshipping oferece para você a oportunidade de focar muito mais nas estratégias de vendas e de atração de clientes do que na gestão do estoque e logística. 

O segmento está crescendo bastante. Segundo o Sebrae, o setor de Dropshipping deve faturar R$ 557 milhões até 2025. 

6. E-commerce


Lojas virtuais são boas apostas para pequenos negócios começarem suas atividades na internet sem gastar muito. Você esquece aqueles altos custos de aluguel de ponto de vendas e demais contas e foca seu investimento no estoque e na montagem de um bom site.

Mas é preciso ficar atento à concorrência. Não basta abrir sua loja e torcer pelas vendas. O comércio eletrônico pede um pouco de esforço de divulgação nas redes sociais e até alguns investimentos em anúncios para conseguir um bom retorno desde o início.

7. Influenciadores


Se você é do tipo de pessoa que adora uma rede social e gosta de compartilhar partes da sua rotina, saiba que muita gente começou pensando nisso como um pequeno negócio! Os influenciadores digitais se tornaram verdadeiros promotores de vendas para grandes marcas, e conseguem um bom retorno com essa atividade.

Para ter sucesso aqui, o jeito é caprichar nas redes, conquistar seguidores, produzir conteúdo de qualidade e entrar em contato com as marcas. O ponto positivo é que você pode fazer tudo direto da sua casa, sem precisar de um investimento alto para começar. Basta sua disposição e criatividade para gerar conteúdo!

8. Personal trainer e bem-estar 


A preocupação com a saúde física veio ainda mais à tona durante a pandemia, não é mesmo? Muita gente até tentou se exercitar por conta própria, mas muitas perceberam que é melhor ter um profissional do lado para evitar lesões e ajudar nos resultados.

Empreender na carreira de personal trainer é uma excelente ideia. É possível atender em domicílio e até usar algumas áreas públicas para fazer as aulas. Mais do que dinheiro para investir, você vai precisar já ser um profissional de Educação Física e ter habilidades para atender e motivar os clientes

São várias modalidades que podem ser transformadas em negócios, veja só:

  • Ginástica funcional;
  • Calistenia;
  • Coach de corrida;
  • Preparação física para competições;
  • Alongamentos;
  • Danças como forró, zumba e fit dance.

9. Prestação de serviços

A prestação de serviços é outro segmento clássico e que nunca para de ter demanda. As pessoas sempre precisam de um profissional para reparos domésticos ou um especialista em informática para dar um jeito naquela impressora que nunca funciona. 

As áreas de atendimento são muito diversas, por isso, aqui é um outro segmento onde você pode transformar talento em trabalho. Na hora de começar seu pequeno negócio, não se esqueça de caprichar na divulgação e, claro, ter muito cuidado com o atendimento e a qualidade. Tudo isso é fator-chave para ter destaque em um mercado que é mais concorrido.

9-ideias-de-pequenos-negocios-para-voce-comecar-a-empreender1

Como tirar uma ideia de pequeno negócio do papel?

Agora que você conheceu algumas ideias de pequenos negócios para começar a empreender, é preciso saber por onde começar. Veja o passo a passo:

Dica 1: Trabalhe com o que você gosta

Por mais promissor que seja o segmento escolhido, a motivação é a chave para o empreendimento crescer. Invista em algo que você realmente gosta e sente prazer ao executar diariamente, isso contribui para manter o mesmo nível de dedicação e qualidade.

E nunca é tarde para lembrar do velho ditado do pensador chinês Confúcio dizia que “Trabalhe com o que você ama e nunca mais precisará trabalhar na vida”. 

Dica 2: Analise a demanda no mercado e conheça a concorrência

A sua ideia pode ser incrível no papel, mas precisa se adequar à realidade, não é mesmo? Investir em um negócio sem demanda resultará em perda de tempo e dinheiro, nada do que você esperava ao abrir sua empresa.

Observe bem o mercado e escolha entre as atividades que estão em alta qual mais combina com o seu perfil. Também olhe com atenção para detalhes desses ramos de atividade.

Quer um exemplo? Abrir uma padaria em um bairro que já tem 3 delas não será tão fácil, mas se a sua é a única padaria com delivery e drive-thru, o cenário começa a ser mais favorável. 

Sempre há oportunidades não exploradas, mas para encontrá-las, é muito importante abrir os olhos para a concorrência! 

Dica 3: Identifique seus diferenciais

Quem faz diferente sai na frente. Não se trata de trazer uma novidade incrível ou inventar algo que ninguém fez. Fazer diferente muitas vezes é fazer bem feito. Seu negócio deve identificar os diferenciais e tê-los como uma ferramenta de atração.

Sua empresa usa os melhores ingredientes? Tem um produto que ninguém mais vende? Aposta em um atendimento humanizado e personalizado? Seja qual for o diferencial, o importante é divulgá-lo e, claro, nunca deixar que ele desapareça. 

Pessoas adoram novidades, e seu negócio pode transformá-las em diferenciais.

Dica 4: Tenha disciplina e proatividade

Disciplina é fundamental em qualquer atividade, e com os negócios, não é diferente. Seja pontual em seus compromissos, cumpra prazos de entrega e faça o pagamento de fornecedores em dia. 

Além disso, esteja atento ao seu redor e procure inovação. O mercado se reinventa todos os dias, e quem não acompanha o fluxo fica para trás.

Abra seu negócio de forma organizada com a Conta Azul

Para abrir um negócio, você não precisa só de boas intenções. É muito importante contar com a tecnologia para facilitar as tarefas na rotina do empreendedor, como controlar o financeiro, acompanhar o fluxo de caixa e fazer a conciliação contábil e bancária. 

Para te ajudar nessa missão, conte com a Conta Azul. Nós temos o que você precisa para reduzir o tempo perdido com atividades burocráticas, permitindo que seu foco vá para o que realmente importa. 

Com o ERP Conta Azul, você consegue otimizar o tempo das atividades, reunir informações importantes, como controle de estoque, relatórios, vendas e finanças em um só sistema, que é totalmente online e acessível de onde estiver. Como resultado, você reduz gastos, acaba com a perda de prazos e otimiza toda a contabilidade e controle de finanças!

Já pensou em ter seu negócio organizado e otimizado desde a primeira venda? A Conta Azul é perfeita para isso! Clique aqui e teste grátis.

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?