Vendas online: como funcionam, vantagens e por que investir

As vendas online não param de crescer e criar novas oportunidades para os empreendedores brasileiros.

Se antes existia uma certa desconfiança em comprar pela internet, hoje essa modalidade está entre as preferidas do país e já conquistou milhões de consumidores.

Com a transformação digital acelerada, a tendência é que o e-commerce se fortaleça ainda mais e as empresas migrem seus pontos de venda para a web.

Se você também quer aproveitar esse cenário e aprender como vender pela internet, comece pelo nosso guia de vendas online:

Leia até o fim e saiba como fazer parte dessa onda de empreendedorismo digital.

CAPÍTULO 1

O que são vendas online?

Vendas online são transações comerciais feitas pela internet, ou seja, produtos e serviços vendidos e entregues sem nenhum contato presencial com o consumidor.

Nessa modalidade, o cliente acessa a loja virtual da empresa por meio do navegador ou aplicativo, coloca os itens no carrinho de compras, faz o pagamento online e recebe os produtos em casa — ou tem a opção de retirá-los na loja, em alguns casos. Já em serviços, é comum o cliente requisitar um orçamento, negociando as condições do serviço a ser prestado.

Ou seja: é um modelo de negócio totalmente diferente das tradicionais lojas físicas do atacado e varejo.

Quem decide abrir uma loja online é denominado empreendedor digital, e tem desafios e oportunidades únicas para operar seu negócio no dia a dia.

No início, o e-commerce enfrentou obstáculos como a falta de confiança dos consumidores e a própria dificuldade de acesso à internet no Brasil, além das questões logísticas.

Simplifique o controle da sua empresa ainda em 2020. Experimente grátis a Conta Azul Pro.

Mas, felizmente, o avanço da tecnologia e a digitalização contínua deixaram esses tempos para trás e abriram caminho para um futuro promissor das vendas online.

CAPÍTULO 2

Origem e evolução das vendas online

As primeiras lojas 100% online surgiram nos anos 1990, como as gigantes Amazon e eBay (ambas fundadas em 1995).

Mas as compras pela internet ainda demoraram décadas para se popularizar, devido à desconfiança do consumidor, dificuldades logísticas e problemas de segurança.

Para você ter uma ideia, a Amazon, que hoje é conhecida como o maior e mais valioso e-commerce do mundo, só começou a ter lucro a partir de 2003 e passou a registrar um crescimento expressivo a partir de 2015.

No Brasil, as vendas online cresceram gradualmente e acompanharam o ritmo da inclusão digital — em 2014, eram 18,9 milhões de e-shoppers recorrentes, e em 2020 são 41 milhões, segundo dados do relatório Webshoppers nº 42 publicado pela Ebit|Nielsen.

Hoje, as pessoas se sentem mais seguras para comprar pela internet e as empresas estão mais preparadas para vender online, criando a combinação perfeita para o crescimento do setor.

CAPÍTULO 3

Panorama das vendas online no Brasil

As vendas online no Brasil vêm crescendo sem parar desde 2006 e parecem ter decolado de vez em 2020.

De acordo com a 42ª edição do relatório Webshoppers, o e-commerce bateu seu recorde de faturamento dos últimos 20 anos no primeiro semestre de 2020: R$ 38,8 bilhões.

O número representa um crescimento de 47% em relação ao faturamento do primeiro semestre de 2019.

Ao todo, foram 90,8 milhões de pedidos online (39% a mais que em 2019) e um ticket médio de R$ 427,00 (6% a mais que em 2019).

Controle sua empresa de ponta a ponta  Gestão financeira, notas fiscais, boletos e relatórios. Tudo isso na Conta Azul Pro. Experimente grátis  Não precisa de cartão, nem de cadastros complexos

Os principais segmentos que cresceram no país, tanto em produtos como serviços, foram:

  • Informática (alta de 101%)
  • Construção e ferramentas (alta de 100%)
  • Lojas online de departamento (alta de 90%)
  • Artigos esportivos (alta de 63%)
  • Perfumaria (alta de 51%)
  • Farmácia (alta de 42%)
  • Casa e decoração (alta de 33%)
  • Roupas/calçados (alta de 32%)
  • Supermercados (alta de 18%).

Outro dado importante é que o mercado online ganhou 16,4 milhões de novos e-shoppers (compradores online), incrementando seu público em 40%.

Além disso, a pandemia do coronavírus foi um grande catalisador das vendas online, que tiveram um salto expressivo a partir de abril de 2020.

CAPÍTULO 4

O boom das vendas online na pandemia

A pandemia atingiu em cheio vários setores econômicos, mas acabou alavancando as vendas online ao acelerar o processo de transformação digital.

Com a necessidade de isolamento durante a quarentena e o receio de comprar em lojas físicas, os consumidores aderiram em massa às compras pela internet — principalmente via aplicativos.

Segundo uma pesquisa feita pela ABComm e publicada na Istoé, o número de lojas online abertas cresceu 400% durante a quarentena, e mais de 100 mil lojas físicas começaram a vender pela internet para sobreviver.

No relatório Webshoppers, o crescimento do e-commerce se intensifica a partir de abril de 2020, saltando de 19% nas semanas pré-pandemia para 70% durante a quarentena.

Esse salto ficou claro no aumento das vendas nas principais datas comemorativas, como Dia das Mães (alta de 68%) e Dia dos Namorados (alta de 91%).

Ao todo, as lojas online faturaram mais de R$ 33 bilhões somente durante a quarentena (segundo trimestre de 2020), de acordo com um levantamento da empresa de inteligência Neotrust/Compre&Confie publicado na Exame.

Simplifique o controle da sua empresa ainda em 2020. Experimente grátis a Conta Azul Pro.

Outro ponto de destaque do relatório é a chegada dos novos e-shoppers: 24% dos consumidores fizeram compras online pela primeira vez durante a pandemia.

Além disso, o e-commerce chegou a um marco histórico de participação nas vendas do varejo: 13%, em comparação com os 5% pré-coronavírus.

Logo, parece que as vendas online vieram para ficar e tendem a se consolidar como uma das principais modalidades do país.

CAPÍTULO 5

5 vantagens das vendas online sobre as vendas offline

Quando comparamos as vendas online com as vendas offline (vendas tradicionais em lojas físicas), é fácil entender por que o modelo tem crescido tanto.

Confira as vantagens do modelo digital.

1. Baixo investimento inicial

Para começar, o empreendedor digital tem a vantagem de começar seu negócio sem precisar alugar e montar um espaço, contratar vendedores ou mesmo manter um estoque.

Isso representa uma grande economia no capital inicial investido na empresa e reduz os riscos para o empresário iniciante.

Então, se sua ideia é abrir um negócio com pouco dinheiro, uma loja online pode ser uma ótima ideia.

2. Maior alcance e disponibilidade

Ao contrário da loja física, que tem uma restrição geográfica para atrair consumidores, a loja online pode ser acessada por consumidores em qualquer lugar do Brasil e do mundo. Hoje, é possível vender pelo Instagram, WhatsApp, website, sites de Marketplace e outros.

Isso possibilita um alcance muito maior e elimina o fator “localização” das suas preocupações.

Além disso, as lojas físicas têm horário de funcionamento, enquanto a loja online fica disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana — e seu cliente pode comprar no meio da madrugada, se quiser.

3. Venda conforme a demanda

Na internet, é possível vender sob demanda, principalmente no caso de produtos mais caros e customizados.

Teoricamente, também há a possibilidade de encomenda nas lojas físicas, mas isso funciona muito melhor online, já que você consegue medir a procura pelos itens e adicionar prazo às entregas.

Dessa forma, você não precisa manter um estoque de alto custo sem saber se o produto terá saída — ou pode até mesmo operar sem estoque, no modelo chamado dropshipping.

4. Aumento nas vendas

A comodidade de poder comprar sem sair de casa e em poucos cliques é irresistível para o consumidor.

Além disso, você tem inúmeras estratégias e ferramentas de marketing digital à disposição para atrair seu público até sua loja online e incentivar a compra.

Por isso, o aumento nas vendas é uma das principais vantagens do e-commerce.

Para completar, os clientes tendem a comprar uma quantidade maior de produtos, já que querem aproveitar ao máximo o frete único.

Simplifique a gestão financeira da sua empresa  Controle as finanças online e em poucos cliques na Conta Azul Pro. Experimente grátis  Não precisa de cartão, nem de cadastros complexos

5.Fortalecimento da presença digital

Para fechar, a empresa que possui e-commerce tem sua presença digital garantida e maior confiabilidade diante dos consumidores.

É claro que essa relevância deve ser reforçada com a produção de conteúdos em blogs e redes sociais, por exemplo, mas a loja virtual por si só transmite grande credibilidade.

Se quiser mais motivos para investir nas vendas online, veja por que a loja virtual é uma boa para começar a empreender.

CAPÍTULO 6

Como preparar a loja física para as vendas online

Se você já possui uma loja física, é relativamente fácil expandir o negócio para as vendas online.

Basicamente, você estará abrindo um novo canal de vendas com enorme potencial, sem precisar começar uma nova empresa — será necessário apenas alterar o registro para incluir as novas atividades.

O processo de escolha da plataforma e lançamento do e-commerce é semelhante ao dos empreendedores iniciantes, mas o empresário que já tem loja física sai na frente por vários motivos:

  • Já possui toda a estrutura necessária (estoque, logística, comercial, atendimento, etc.) para operacionalizar as vendas
  • Tem uma marca conhecida e pode fortalecer sua imagem online
  • Poderá atrair um fluxo maior de clientes para a loja física a partir da virtual
  • Terá mais um canal de venda para oferecer aos clientes e criar ofertas exclusivas, ao melhor estilo omnichannel.

No entanto, é claro que a migração para as vendas online exige a ampliação das atividades e reforço da equipe, já que você precisará cuidar dos pedidos, atendimento, entregas, promoções e todo o processo de um e-commerce.

Além disso, é importante focar na logística para garantir entregas dentro do prazo — um dos fatores-chave para o sucesso de uma loja online.

A seguir, vamos entender melhor como lançar uma loja virtual do zero e esclarecer as principais diferenças em relação à loja física.

CAPÍTULO 7

Como abrir seu negócio de vendas online em 5 passos

As vendas online podem ser a porta de entrada para começar a empreender, e o processo de abertura não é tão complexo.

Acompanhe o passo a passo.

1. Defina o que você vai vender e para quem

O primeiro passo para começar nas vendas online é pensar no que vender e para quem.

Se você já trabalha com algum produto/serviço ou tem afinidade com um segmento específico, é melhor ir por um caminho familiar do que se aventurar em um mercado desconhecido.

Mas atenção: os hábitos do consumidor online são diferentes dos hábitos de clientes de lojas físicas.

Por isso, é importante pesquisar se os produtos tem grande demanda online, visitar sites de concorrentes, acompanhar estudos de mercado e verificar se a sua ideia tem potencial para se tornar um e-commerce de sucesso.

De modo geral, as pequenas lojas virtuais se saem melhor com produtos mais segmentados e públicos-alvo mais específicos, já que não conseguem concorrer com as gigantes do varejo online.

Simplifique o controle da sua empresa ainda em 2020. Experimente grátis a Conta Azul Pro.

2. Elabore seu plano de negócio

Assim como o negócio físico, a loja online também precisa de um plano de negócio completo, com os seguintes pontos definidos:

  • Portfólio de produtos comercializados (físicos ou digitais)
  • Modelo de negócio (Ex: B2B ou B2C, atacado ou varejo)
  • Perfil do público-alvo e mercado-alvo
  • Criação do nome, marca e identidade da empresa
  • Mapeamento dos concorrentes e estudo do mercado
  • Definição dos processos logísticos
  • Escolha dos fornecedores
  • Definição dos canais de atendimento
  • Estimativa dos custos iniciais
  • Montagem de escritório ou galpão físico (se necessário)
  • Plano de gestão financeira
  • Plano de marketing digital.

Esse roteiro servirá para estruturar o negócio e dar início às atividades com tudo planejado.

3. Escolha uma plataforma

A escolha da plataforma utilizada para as vendas online é decisiva para o sucesso do e-commerce.

Hoje, você tem três principais opções:

Também é possível vender por redes sociais como Facebook e Instagram, mas o mais indicado é ter seu próprio espaço online.

Obviamente, construir um site do zero é bem mais caro — o que faz das plataformas de e-commerce uma boa opção para começar.

4. Formalize seu negócio

As lojas online exigem o processo de formalização e obtenção do CNPJ, da mesma forma que os negócios tradicionais.

Atualmente, elas são regulamentadas pelo Código de Defesa do Consumidor e pelo Decreto nº 7962 de 2013, que estabelecem regras para o funcionamento das lojas virtuais.

Para saber quais são os trâmites burocráticos necessários, consulte seu contador.

5. Cuide da gestão financeira e do estoque

A gestão financeira e controle de estoque são dois pontos críticos para ser bem-sucedido nas vendas online.

Você terá que oferecer formas de pagamento online flexíveis e seguras, emitir nota fiscal eletrônica e controlar de perto o fluxo de caixa da empresa, além de ter uma integração perfeita entre vendas, financeiro e estoque.

Em relação ao estoque, é importante manter o equilíbrio para garantir a disponibilidade dos produtos sem excessos e desperdícios.

Lembrando que a velocidade da entrega é decisiva para a satisfação do cliente, e toda a operação logística deve ser desenvolvida com base na agilidade.

Para mais dicas, veja nossos artigos sobre como montar loja virtual e estratégias de sucesso.

CAPÍTULO 8

Vendas online com a Conta Azul

Se você quer investir nas vendas online, também precisa de um sistema de gestão 100% digital.

Com a Conta Azul, você consegue centralizar todas as funções do e-commerce em uma única plataforma, que funciona na nuvem e pode ser acessada a qualquer hora e lugar.

Assim, fica muito mais fácil gerenciar suas vendas, emitir notas fiscais e boletos, acompanhar o fluxo de caixa, controlar o estoque e manter todas essas áreas integradas.

Estes são alguns recursos que você terá na Conta Azul:

  • Fluxo de caixa diário, mensal e anual
  • Controle de contas a pagar e a receber
  • Conciliação bancária
  • Emissão de notas fiscais e boletos de cobrança
  • Gestão de orçamentos, clientes e vendas
  • Giro de estoque e inventário
  • Gestão de transportadoras e fornecedores
  • Geração de relatórios gerenciais completos.

Tudo isso em um único ambiente 100% conectado à sua contabilidade, para agilizar ainda mais a gestão da sua loja online.

Para completar, a Conta Azul possui integrações com as plataformas MercadoLivre, NuvemShop e Tray para facilitar sua vida.

E então, gostou de conhecer melhor o universo das vendas online?

Simplifique o controle da sua empresa ainda em 2020. Experimente grátis a Conta Azul Pro.

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?

 
<https://cta-service-cms2.hubspot.com/ctas/v2/public/cs/c/?cta_guid=50ebdc92-329a-40a1-9caf-fa81543a8adc&placement_guid=2fe57723-5fb5-47c5-b9eb-e06d10883d31&portal_id=652034&redirect_url=APefjpH-sJodulB40LkLn3KOdjabGsRQrvD-UzG_-mxgFGYOQY7Pax91wMczwqC9tjy6OjwX00HU_Bo7PUPMr5BIKOv40gMMcHS86PIGVrS7qRooJBOJ-7oexC4LmqeY82ilgISiw_vgWj_M6UrXXz1MrtJWPp1fCkV3L8k9Z1TtKD_8zvHbHbmBJ-eUK8zfoV_QfTmHP_eg4dFVeSu30yynTNlUDR2aWCt8pi1edP5oHylON5s64GfVFnCwR305nirbsqyzLULbK7y2JSzUtMlN7fQ4XNMBWGbmU8axTsYxArQmFT5Bef95SSu6-RPgLNW5AplENu_zmV3QuRJ6K_Gd5RpBPj09UQ&hsutk=69c6ede4c71301f633be694182efeb4b&canon=https%3A%2F%2Fblog.contaazul.com%2Fo-que-e-pro-labore-ab&click=2a99f1b9-eb95-4503-bbbb-7be3d73be873&pageId=5442744710&__hstc=99675841.69c6ede4c71301f633be694182efeb4b.1512590389679.1512590389679.1512647250062.2&__hssc=99675841.7.1512647250062&__hsfp=1187972499>  <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>   ContaAzul é o sistema de gestão online  para você organizar sua empresa   <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>  Quero Saber Mais  <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>   Experimente Grátis <https://contaazul.com/cadastro/>