Veja como ganhar dinheiro com coisas simples

Sobre o que estamos falando?

  • Ter pouco dinheiro não é empecilho para não empreender. É possível montar uma empresa com poucos recursos, faturar bastante e ainda expandir o negócio;
  • Serviços de consultorias, cursos online, franquias e produtos personalizados são algumas opções. Após escolher o ramo de atuação, é hora de abrir a empresa;
  • A Conta Azul é um sistema de gestão fácil de usar, completo e ideal para quem está começando, até com poucos recursos. Gerencie a empresa sem burocracia e até pelo celular, com o App Conta Azul de Bolso. Simples assim!

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Quem foi que disse que é preciso ter rios de dinheiro para tirar da cabeça o sonho de empreender? Mesmo com pouca grana, é possível montar um negócio lucrativo, faturar alto e expandir a empresa.

Tão importante quanto ter dinheiro é saber como aplicá-lo em um ramo que traga retorno financeiro e que você tenha afinidade. Empreender é um desafio, mas deve ser prazeroso, principalmente para quem está à frente do negócio. Inclusive, esse é um dos princípios da Conta Azul: o caminho pode ser divertido!

Se você não sabe o que vender para ganhar dinheiro com pouco investimento, está no conteúdo certo! Aqui, listamos várias opções para você montar um negócio sem gastar muito e detalhamos tudo o que é necessário para abrir uma empresa. 

O que vender para ganhar dinheiro com pouco investimento?

 

Artesanato 

Produtos feitos à mão, principalmente quando personalizados, são altamente lucrativos. 

Alguns exemplos são:

  • Bordados, peças de crochê ou tricô. Para você ter uma ideia, um único biquíni de crochê pode ser vendido por R$ 150,00;

  • Itens de biscuit para decoração e lembrancinhas;

  • Sabonetes e velas aromáticas;

  • Bijuterias personalizadas;

  • Quadros decorativos impressos.

Caso você não tenha habilidade com trabalhos manuais, pode montar uma loja para a revenda desses produtos.

Consultorias

O consultor é um profissional que, além de dominar determinada área, possui experiência no mercado. O objetivo é ajudar os clientes a encontrar soluções para problemas específicos no negócio ou na vida pessoal dos consumidores. 

O valor a ser cobrado nos serviços de consultoria varia conforme o ramo de atuação e no quão presente você estará na empresa do cliente. Para começar a ganhar dinheiro como consultor, defina o seu modelo de trabalho e aposte em uma boa divulgação.

Cursos online

Assim como a consultoria, você pode utilizar o seu conhecimento para montar cursos online e ganhar dinheiro. Isso pode ser feito, inicialmente, de duas formas:

  • Fazendo os cursos ao vivo, utilizando plataformas de vídeo chamada, como o Google Meet;

  • Gravando todas as aulas e divulgando em plataformas EAD, como a Hotmart.

Para conquistar mais alunos e vender mais cursos, é indispensável ter um bom trabalho nas redes sociais.

Franquias

Foi-se o tempo que para investir em franquias era preciso muito dinheiro. Hoje, com R$ 5.000,00, é possível ser franqueado. As principais vantagens desse modelo de negócio são a padronização e o suporte que a marca escolhida oferece. Ou seja, você receberá toda a ideia pronta e sua missão será divulgar a empresa e manter a qualidade.

Um ponto importante a ser citado na abertura de uma franquia é o custo fixo de royalties — patente de produto — ao franqueador, não esqueça disso!

Produtos personalizados

Hoje em dia, principalmente devido à internet, a concorrência acaba sendo bem maior. Afinal, de onde estiver, o cliente pode comprar qualquer produto, de qualquer parte do mundo. 

Investir na personalização de produtos é uma boa saída para quem deseja oferecer exclusividade e se destacar no mercado. Brindes, roupas, agendas, itens para casa: você pode reunir todas essas opções no seu negócio e definir um valor mais lucrativo. Caso tenha dúvidas sobre precificação, confira nosso conteúdo sobre o assunto! 

Reparos

Ofertar serviços de reparos é uma boa alternativa para empreender gastando pouco, principalmente se a sua região for carente de serviços como esse. Você pode optar por reparos específicos, como apenas computadores e celulares ou investir em segmentos mais amplos, como reparos residenciais, troca de chuveiros e instalação de tomadas.

Revenda

Dependendo do produto, apostar na revenda não requer muitos investimentos. Você pode escolher as marcas mais conhecidas de um determinado nicho e utilizar o Instagram para divulgá-los. 

Semelhante ao Dropshipping, não é necessário ter em estoque todos os produtos. À medida que os pedidos vão sendo feitos, você pode ir solicitando aos fornecedores.

Serviços de beleza 

O mercado da beleza cresceu constantemente nos últimos anos e até 2030, espera-se um crescimento de cerca de 5% no setor. Para investir na área, dependendo dos serviços escolhidos, não é preciso uma grande quantia de dinheiro.

Se você já tem algum curso na área, como extensão de cílios, design de sobrancelhas ou maquiagem, precisará investir muito pouco para começar o negócio. Caso você atenda a domicílio, os custos são menores ainda.

Para se destacar no setor, a dica é mostrar como tais serviços estão ligados à saúde do cliente. Um cabelo mal cuidado pode causar caspa, assim como uma pele ressecada pode resultar em dermatite, por exemplo.

Venda de alimentos

Até o final de 2021, a estimativa era de que o ramo alimentício movimentasse em torno de R$ 716,8 bilhões. E mesmo com a pandemia, o setor de alimentação e bebidas vêm apresentando constante crescimento. 

Trata-se de uma área que não requer muito investimento e a margem de lucro pode ser mais alta, principalmente se você optar por vendas via delivery. 

Você pode começar fazendo as produções na sua própria casa, com lanches (hambúrgueres, salgados, bolos etc), marmitas para almoço ou jantar e comidas fitness. Depois, à medida que a sua empresa cresce, você pode montar um estabelecimento físico para vender os produtos.

Usar as redes sociais para fazer a divulgação, vender pelo próprio WhatsApp ou por alguma plataforma de delivery são algumas alternativas para quem está começando.  

Venda online

Montar um e-commerce requer um certo investimento, porém, você pode divulgar os seus produtos em marketplaces. Optar pela modalidade dropshipping, como o AliExpress ou Shopee, também requer baixo investimento. Com isso, você não precisa ter um estoque, fazendo apenas a intermediação entre cliente e fornecedor. 

No mercado, existem várias plataformas de e-commerce prontas, como Shopify, Nuvemshop e Mercado Livre. com preços em conta. A Conta Azul, inclusive, faz integração com ambos os sistemas.

Agora, caso você decida desenvolver a sua própria plataforma de e-commerce, precisará desembolsar pelo menos R$ 6.000,00 com equipe de programação, fora o design e divulgação. 

Para saber mais sobre o Dropshipping, clique aqui.

Por onde começar?

 

Defina seu modelo de negócios

Para definir o modelo de negócios, algumas perguntas podem ser feitas:

  • Delivery?

  • Atendimento presencial? 

  • Por assinatura?

  • Qual será o público-alvo? 

Escolhido o ramo de atuação, o passo seguinte é desenhar como sua empresa irá funcionar. Esse processo é importante, pois ajuda a antecipar problemas e fazer ajustes. 

Determine seu tipo de empresa

Com ajuda do contador, escolha o tipo de empresa:

  • Microempresário Individual (MEI), onde o faturamento anual é de até R$ 81.000,00;

  • Microempresa (ME), que permite um faturamento maior, ficando entre R$ 81.000,00 até R$ 360.000,00 por ano;

  • Empresa de Pequeno Porte (EPP), com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões ao ano.

Escolha seu regime tributário

Se a sua empresa não for enquadrada como MEI, você precisará escolher o seu regime tributário, que diz respeito à forma de tributação do negócio. Os principais são:

  • Simples Nacional: faturamento entre R$ 360.000,00 e R$ 4,8 milhões por ano;

  • Lucro Presumido: faturamento entre R$ 4,8 milhões e abaixo de R$ 78 milhões anuais;

  • Lucro Real: faturamento acima de R$ 78 milhões anuais.

Selecione as suas atividades

Escolhido o regime de tributação, é hora de definir a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAEs). Como o próprio nome já diz, trata-se de uma lista de códigos que se relacionam com as atividades exercidas pela empresa, perante à tributação 

Tenha um contador de confiança

Nos primeiros passos da abertura de uma empresa, é normal que você se sinta inseguro e tenha dúvidas. Além disso, qualquer falha neste processo pode gerar retrabalho e tomar muito do seu tempo, o que não é interessante para quem está começando a empreender. 

Buscar auxílio de um contador é fundamental para evitar todos esses problemas. A Conta Azul te ajuda a encontrar este profissional. Clique aqui para fazer a sua busca!

Faça a gestão do seu negócio desde o ínicio com o apoio da tecnologia

Mesmo no começo da sua empresa, é importante contar com apoio da tecnologia. Isso significa ter um sistema de gestão para controlar o negócio. Somente assim você terá as informações que precisa para aperfeiçoar cada vez mais os seus produtos e serviços. 

Gerenciando o negócio no papel ou em planilhas do excel, você terá bastante trabalho em monitorar o fluxo de caixa, recebimentos, estoque e vendas. O resultado? Estresse, informações desencontradas e tarefas manuais que consomem muito tempo, como fechar o caixa e digitar notas fiscais.

Empreender, para muitos, é um sonho, portanto, deve ser algo prazeroso. Além disso, você precisa ter tempo para pensar nas estratégias de crescimento do negócio.

Com o ERP Conta Azul, a sua empresa cresce organizada e estará à frente de muitos concorrentes!

Na prática, a Conta Azul Pro é um sistema de gestão que integra todos os setores da empresa no mesmo lugar. Assim que uma venda é feita, a baixa é dada no estoque e essa informação é registrada em relatórios e enviada à contabilidade.

Algumas vantagens para agilizar o seu dia a dia são:

  • Acompanhamento das vendas pelo celular, através do App Conta Azul de Bolso;

  • Controle do estoque, que permite que você seja alertado quando os itens atingirem quantidades mínimas;

  • Emissão de notas fiscais sem complicação;

  • Relatórios com poucos cliques. Você pode saber quantos produtos ou serviços foram vendidos no dia anterior e comparar os números com a semana passada, por exemplo;

  • Notificações das datas de vencimento para os clientes.

Além de ajudar na gestão do seu negócio, a Conta Azul também agiliza os seus recebimentos com a solução Receba Fácil, que permite:

A Conta Azul tem tudo que você precisa para gerenciar uma empresa sem burocracia. Clique aqui e experimente de graça!

Leia também:

Newsletter

Faça agora a gestão financeira do
seu negócio em um único lugar