Simplificando a carreira de mães empreendedoras

Sobre o que estamos falando?

  • Mães empreendedoras enfrentam uma sequência de obstáculos, que podem ser simplificados com as estratégias e ferramentas certas;
  • São diversos os tipos de empreendedorismo exercidos por mulheres que são mães, e cada carreira tem particularidades, oportunidades e seus próprios desafios;
  • Boas ferramentas de gestão ajudam você a economizar tempo e aliviar preocupações. Um exemplo é a Conta Azul Pro, uma plataforma de gestão financeira para todo tipo de negócio. Faça o teste agora!

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Sabemos que conciliar o mercado de trabalho e a maternidade é um verdadeiro desafio, e se tratando de mães empreendedoras, esse cenário se intensifica ainda mais. Acredite, você não está sozinha nessa jornada e é possível encontrar benefícios nesse percurso. 

Aprender a planejar, conhecer os obstáculos a serem enfrentados, e entender as vantagens do empreendedorismo para a maternidade, são informações estratégicas indispensáveis. Conhecendo-as, você estará preparada para superar qualquer desafio.

Pensando nisso, criamos esse post com dicas de empreendedorismo que serão muito úteis para o seu dia a dia. Confira os tópicos:

Boa leitura.

Mães empreendedoras: entenda os tipos 

Existem dois tipos de mãe empreendedoras: as que primeiro iniciaram um negócio para depois terem filhos e o segundo caso são aquelas que primeiro passaram pela maternidade, e então abriram uma empresa. Em qual tipo você se encaixa?

Se você ainda está planejando ter um bebê ou está grávida, a ideia é a seguinte: aproveite ao máximo o tempo agora para estudar, se capacitar e trabalhar. E, principalmente, construa uma rede de apoio.

A rede de apoio não é apenas para o trabalho, ela engloba os cuidados com os filhos. Contratar cuidadoras ou pedir ajuda da família e amigos. E, também, ir atrás de organizações especializadas em auxílio a mães empreendedoras.

Quando seu filho nascer, os desafios serão outros. A presença materna, por exemplo, é indispensável nos primeiros meses de vida do pequeno. Sendo assim, é aconselhável criar um ambiente de trabalho adaptado para as suas necessidades.

Se você optar por home office, terá uma realidade mais confortável e econômica. No entanto, opte pela separação de ambientes. O local de trabalho e o de descanso serão mais aproveitados dessa forma.

Se como mãe empreendedora, você precisar sair de casa para trabalhar, pode ser mais difícil no começo, mas a longo prazo os benefícios aparecerão. Afinal, quando sua empresa crescer, você poderá contratar outras mães e oferecer um ambiente confortável para elas.

Conheça os desafios que uma mãe empreendedora digital enfrenta.

Em qual fase de mãe empreendedora você está?

A jornada da mãe empreendedora possui quatro fases. Cada uma delas oferece um desafio extra para a mulher empreendedora que é mãe. Vamos entender a importância, as oportunidades e as dificuldades de cada fase?

Conheça 5 podcasts sobre empreendedorismo feminino para se inspirar!

A empreendedora Trainee

Essa é a primeira etapa da vida de empreendedora. É quem está começando e entendendo como funciona o mundo dos negócios. Esse grupo abrange desde quem está planejando empreender até quem acabou de abrir uma empresa.

Aproveite esse começo para planejar a sua carreira. Pense nas dificuldades que terá com cada segmento e como conciliar com o papel materno. Busque estruturar suas redes de apoio e formas de equilibrar os três cuidados: com a empresa, com a criança e com você mesma.

Também é o momento de conhecer boas ferramentas para ajudar no dia a dia da empresa. A dica que nós temos é contar com uma plataforma de gestão integrada, que auxilia a gerir o financeiro e todas as operações da sua empresa.

Conheça a Conta Azul Pro e descubra como essa plataforma pode ajudar o seu dia a dia!

A empreendedora praticante

A segunda fase é quando você já entende melhor como as coisas funcionam. Nesse momento, é provável que ainda seja necessário ajuda para tocar o negócio, tanto na administração, quanto no aprendizado da empresa.

Para a mãe empreendedora, ela já experimentou na prática se seu plano funciona ou não. É hora de reavaliar as experiências e testar novas táticas de conciliação entre ser mãe e empreendedora. Ainda não tem todas as respostas, mas as perguntas diminuíram.

A empreendedora plena

Na terceira etapa, você está em plenitude na carreira. Seu negócio vai de vento em poupa e você tem domínio sobre a empresa inteira e sempre sabe onde procurar por respostas aos desafios, se já não tirar de letra. Esse domínio é administrativo e operacional, no mínimo.

A mãe empreendedora plena também domina a divisão de tempo. E normalmente tem mais recursos financeiros para contratar ajuda com os filhos. 

Baixe uma planilha de gestão de tempo e produtividade para empreendedores.

A empreendedora mestre

Essa é a fase que queremos ajudar você a chegar. Você já sabe tanto sobre administrar um negócio que consegue ensinar outras mulheres a fazer o mesmo. É o momento de lembrar dos desafios superados e ajudar outras mães a enfrentá-los, viu?

Aqui, seu obstáculo continua sendo o mesmo da empreendedora plena. Mas pode ser ainda mais difícil. Se você estiver muito ocupada sendo uma empreendedora de sucesso, pode acabar esquecendo um pouco dos seus pequenos. Tome cuidado!

Conheça as tendências e desafios do empreendedorismo feminino.

Benefícios do empreendedorismo para a maternidade

Uma mãe empreendedora não vive só de dificuldades assim como uma rosa não tem só espinhos. Confira 5 motivos para você abraçar seu negócio quase como se fosse um filho:

Equilíbrio entre trabalho e família

Administrar empresa e filho pode ser mais fácil do que conciliar maternidade com um emprego comum. Tendo o próprio negócio, você pode administrar sua rotina e encontrar a organização mais conveniente.

Home office? Escritório próprio? Coworking? Essa flexibilidade está na sua mão. Você quem sabe qual é o ambiente e a rotina mais adequada para cuidar do seu negócio e do seu filho. 

Flexibilidade de horário

Trabalhar como funcionária impõe ter um expediente pré estabelecido. Ser empreendedora permite que você defina a própria carga horária. E isso é muito mais interessante quando se tem filhos. Afinal, você pode administrar seu cronograma da forma mais confortável para os seus compromissos.

Ao empreender, você é dona do próprio tempo. Desde que você cumpra suas demandas, o tempo que leva para cada uma se torna irrelevante. 

Melhora na autoconfiança

Ver a sua empresa dando certo é incrível. Quando isso acontece você começa a acreditar mais em si mesma e nas suas habilidades de gestora e líder. Essa sensação se soma a de boa mãe que você já é. E confiar mais em si mesma ajudará nos dois desafios.

Trabalhar com o que gosta

Quando se começa a empreender, é preciso escolher um nicho de mercado. Nessa hora, você pode escolher uma área com que tem mais afinidade. O que você sabe ou gosta de fazer, e conseguiria transformar em um modelo de negócio?

Dá para usar e abusar da criatividade. Os tempos atuais são justamente de desbravar novos caminhos. Se você tem um assunto que interessa muito, é hora de transformá-lo em algo lucrativo.

Conheça 13 tendências de negócios e se inspire.

Facilidade em encontrar mercados

Mães empreendedoras costumam ter um olhar muito especial para a vida. Conseguem perceber em si e nos outros possíveis dificuldades que outros olhares não percebem. E isso pode ser muito lucrativo.

Ainda, encontrar soluções para problemas faz parte do que é ser mãe. Muitas vezes, falta alguém para ajudar. A sua empresa pode ser esse alguém para outras mães empreendedoras. Transforme seus problemas em planos de negócios.

A Estratégia do Oceano Azul é ótima para validar ideias de negócios criativos!

10 dicas para arrasar na vida de mãe empreendedora

 

1. Trace objetivos claros

“Quero ter sucesso”. Mas o que isso significa para você? Defina e estabeleça objetivos para essa jornada de conquistas na sua empresa. Eles devem ser claros, realistas e palpáveis. Do contrário, você pode se frustrar.

Por exemplo, se você tiver um e-commerce de roupas e pensar em divulgar através de influenciadores digitais. O objetivo claro seria definir uma quantidade de profissionais para captar, escolher os nomes e como abordá-los. 

2. Siga uma rotina

Ter seus horários bem definidos é importante para ter uma vida saudável para você, seu filho e sua empresa. Então, deixe uma rotina estabelecida e siga-a. Considere os horários escolares e de alimentação, mas também os para atender a fornecedores e clientes.

3. Seja organizada

Sua vida como mãe ou como empreendedora deve andar de forma separada. Quando se lida com as duas ao mesmo tempo, há um acúmulo de funções e imprevistos enormes. Você precisa tomar as rédeas da situação para manter todos os aspectos saudáveis.

Organize sua vida pessoal e profissional de forma separada, estabeleça os horários e os espaços. Conte também com ferramentas, como plataformas de gestão empresarial, para ajudar nessa organização. 

4. Imponha limites

Não deixe sua vida profissional ferir quem você ama. Imponha limites a sua vida como empreendedora e não negligencie seus filhos. Porém, você deve impor limites no outro lado também, ainda mais se você fizer home office.

Trabalhar em casa não significa que você está sempre disponível. Não deixe sua família desrespeitar sua carreira. Lembre-se que a sua jornada de trabalho é dupla, ao ser mãe e empreendedora ao mesmo tempo e isso deve ser compreendido. 

5. Tire um tempo só para você

Entre sua empresa e seu filho, não se esqueça de si mesma. Antes de ser mãe ou empreendedora, existe uma mulher que  também precisa de cuidados. Então, tenha um tempo para descansar e curtir o ócio.

Não, não estamos falando de ócio produtivo. Nada de ler biografias de grandes empreendedoras ou ouvir podcasts de insights. O ser humano precisa do tempo livre para ser saudável. Permita-se não fazer nada às vezes.

6. Prepare-se para os piores cenários

Espere pelo melhor, prepare-se para o pior. Não queremos que você se cubra de pessimismo, mas que seja realista. A semana de uma empreendedora é inesperada como a criatividade e espontaneidade de uma criança: você nunca sabe que surpresa te espera.

Por isso, esteja preparada para o pior. Guarde dinheiro, use boas ferramentas de organização e conheça estratégias defensivas de administração de empresas.

7. Não se cobre tanto

Se dependesse só de esforço e capacidade qualquer um chegava na lista de bilionários. Não se cobre por não atingir o sucesso esperado em um curto período. Entenda que é um passo por vez e que o triunfo não depende só de você.

Nós não temos controle sobre nada que não seja nossas próprias ações. Então, os resultados nem sempre são o que se espera. Não se culpe por isso, você está fazendo o melhor que pode.

8. Seja realista

Sonhar é bom, porém a “cabeça nas nuvens” deve ser guiada por pés no chão. Seus sonhos estão no topo e para atingi-los você precisa montar a própria escada. Faça planos reais e adequados aos recursos que você dispõe no momento.

9. Tenha um bom planejamento financeiro

O ideal, na verdade, é ter dois bons planejamentos financeiros. Um para o negócio, outro para a vida materna. Não junte as contas da empresa com as pessoais, do contrário, você corre o risco de se perder nas contas.

Utilize boas planilhas de Excel aliadas a plataformas ERP de gestão empresarial. Há várias que fazem do básico ao mais complexo, como integração ao contador, enviando em tempo real seus dados financeiros e tributários.

10. Tenha sistemas ideais para ajudar

Há muitas plataformas que podem ajudar na administração do seu negócio, como um ERP. Afinal, administrar uma empresa é lidar com diferentes funções ao mesmo tempo. E procurar por ferramentas digitais para auxiliar você é o melhor a se fazer.

Não duvide do potencial de uma mãe com as ferramentas certas

Conhecendo os tipos e as etapas percorridas pela mãe empreendedora, ficou claro que a conciliação dessas jornadas é difícil, mas não impossível, certo?

Os problemas de ambas as vidas (mãe e empreendedora) têm algumas semelhanças: depende de se organizar bem e estar preparada para o imprevisível. No entanto, para a sua vida como empreendedora, nós podemos oferecer mais tranquilidade e poder de controle.

A Conta Azul nasceu para transformar o Brasil através do empreendedorismo e oferece ferramentas para tornar a trajetória empreendedora mais leve.

O ERP da Conta Azul, por exemplo, tira o peso das suas costas para você poder cuidar do pesinho no seu colo. Há várias soluções para ajudar, como:

  • Controle de vendas e de estoque;

  • Emissão automática de mais de dez tipos de notas fiscais;

  • Envio de dados ao contador sem precisar de malotes;

  • Gerenciamento de entradas e saídas financeiras;

  • Integração com plataformas como a Hotmart (ideal para negócios digitais).

Deixe os números com a gente e se preocupe com o que realmente importa: seu filho e seu negócio. Teste grátis a Conta Azul Pro agora!

Leia mais:

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?