RedeSIM: como aproveitar a simplificação do registro

Veja como simplificar abertura de empresa com o Redesim

Criada por lei federal em 2007, a RedeSIM tornou possível abrir uma empresa no Brasil em menos de 48 horas - algo difícil de imaginar antes da sua implantação. Além de facilitar o pontapé inicial do sonho empreendedor, o sistema reduz a burocracia para fechar, alterar e legalizar o negócio. A novidade agora é que, enfim, os paulistanos vão poder contar com essa facilidade.

Um sistema de gestão que conecta as áreas da sua empresa: do financeiro ao comercial

RedeSIM facilita abertura de empresa e vai além

É verdade que o prazo de dois dias para abrir empresa se refere a negócios com documentação totalmente digital, mas não chega a 10 dias o tempo médio do início à conclusão do processo em cidades integradas à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios.

Além de diversas capitais, a RedeSIM já funciona em municípios de vários estados, como Alagoas, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rondônia, Maranhão, Espírito Santo, Amapá e no Distrito Federal, correspondendo a mais da metade dos atos cadastrais de abertura, alteração e fechamento de empresas no Brasil.

Na prática, através da rede, todos os processos são reduzidos ao envio único de documentos para a Junta Comercial nos estados, através da internet, simplificando a concretização do registro como empresa. O atendimento também pode ser online.

Como vantagens, o empreendedor recebe as orientações que precisa no que diz respeito à legalização do negócio, responde a menos exigências, pode contar com um modelo de contrato padrão, sente-se seguro durante todo o processo e, em caso de inconsistência de dados, já é informado na pré-análise, o que explica a maior agilidade para abrir ou alterar empresa.

Administrada por um comitê gestor, a RedeSIM é formada por órgãos do governo federal, estaduais e municipais, que atuam no registro e legalização de empresas, sociedades empresárias e sociedades simples.

Conheça abaixo seus principais serviços:

Consulta de viabilidade

Permite pesquisar e reservar o nome empresarial escolhido, além de conferir se o negócio é viável para o local escolhido, respeitando as regras municipais - seja para criação ou alteração de empresa.

Coleta eletrônica de informações

Possibilita verificar a consistência no cadastro dos sócios e da empresa, recuperando dados de pesquisas realizadas previamente.

Registro e inscrições tributárias

Com a consistência dos dados verificada, são gerados os documentos de registro nas três esferas.

Licenciamento das atividades

Traz informações prévias quando aos requisitos de licenciamento, conforme o grau de risco do negócio.

Alteração e baixa

Permite modificar ou encerrar a empresa, incluindo a possibilidade de transmitir alterações da matriz para as filiais de forma automática.

A RedeSIM em São Paulo

A maior cidade da América Latina será integrada à RedeSIM em breve. Em acordo firmado em junho, foi assinado termo de compromisso para a implementação e integração do sistema, beneficiando empreendedores de São Paulo.

Na ocasião, o ministro chefe da Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif, destacou que, na capital paulista, 80% dos estabelecimentos funcionam sem alvará. “Vamos implementar uma ferramenta moderna e eficiente que vai facilitar a vida de quem empreende em São Paulo e pretende trabalhar dentro das normas", afirmou.

Conforme o documento assinado, um plano de trabalho conjunto para definição de metas e prazos para a implementação do sistema será apresentado ainda em julho.

Opções para formalizar empresa


Você tem uma boa ideia em mente para empreender, ou já toca o negócio de modo informal? Nos dois cenários, vale saber como formalizar sua empresa, pois há claras vantagens nesse processo.

Com a RedeSIM, até a burocracia que antes servia de desculpa para a regularização deixou de existir - ou pelo menos foi minimizada. Mas os benefícios vão além: formalizado, seu negócio pode projetar vendas ou realizar serviços a clientes que exigem nota fiscal. Se precisar de crédito, terá acesso a linhas de financiamento mais atraentes. Poderá ainda se candidatar a receber subsídios do governo e disputar concorrências públicas.

Isso tudo sem citar que, quando informal, você assume o risco de enfrentar problemas com a Justiça e até ter prejuízos financeiros. Já pensou no drama que seria ter um fiscal batendo na sua empresa e a Receita Federal realizando uma apreensão? O resultado provável: multas pesadas, portas fechadas e fim do sonho.

Para realmente existir como empreendedor, você precisa registrar sua empresa. A definição quanto ao formato do negócio passa necessariamente pela escolha do regime tributário: Simples Nacional, que é a mais utilizada no país por quem tem receita bruta anual igual ou inferior a R$ 3,6 milhões, Lucro Presumido ou Lucro Real.

Se não sabe como decidir, não se assuste. É natural que você esteja mais centrado na ideia e no desenvolvimento dela, pensando já no plano de negócios para tirar seu projeto do papel. Por isso, uma boa dica aqui é contar com o auxílio do seu contador de confiança, pois ele poderá ajudar tanto na escolha do regime tributário quanto para o tipo de empresa que melhor se adapta à sua proposta. As principais opções são as seguintes:

  • Microempreendedor individual: como MEI, o empresário pode faturar no máximo R$ 60 mil ao ano e se enquadra no Simples Nacional, pagando todos os impostos em uma cota única mensal, entre R$ 45 e R$ 50, conforme a atividade.
  • Empresário individual: pode se formalizar como Microempresa (ME) ou Empresa de Pequeno Porte (EPP). Sua receita bruta anual pode ser de no máximo R$ 360 mil em ME ou R$ 3,6 milhão em EPP. Em ambas, exerce atividade empresarial em nome próprio.
  • Eireli: Na Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, aplicam-se as normas das sociedade limitadas. Tem apenas um sócio e seu capital mínimo é de 100 vezes o valor do salário-mínimo.
  • Sociedade limitada: Tem ao fim do nome a famosa sigla LTDA. Possui dois ou mais sócios, cuja responsabilidade fica restrita ao valor do capital social.
  • Sociedade anônima: Leva ao final do nome a sigla S.A. Pode ter capital aberto ou fechado e é composta por dois ou mais acionistas.

Faça o seu registro

Neste artigo, você descobriu como o processo de abertura de empresa pode ser simplificado a partir da integração à RedeSIM. Também conheceu as vantagens e as opções para formalizar seu negócio. Então não perca tempo: converse com seu contador para atender a todos os dispositivos legais e passar a existir como pessoa jurídica.

Manual do corte de custos inteligente  Preparamos um guia para explicar como cortar custos de sua empresa Baixe agora

Ainda não sabe qual sistema de gestão adotar? Experimente grátis o ContaAzul!

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?

 
<https://cta-service-cms2.hubspot.com/ctas/v2/public/cs/c/?cta_guid=50ebdc92-329a-40a1-9caf-fa81543a8adc&placement_guid=2fe57723-5fb5-47c5-b9eb-e06d10883d31&portal_id=652034&redirect_url=APefjpH-sJodulB40LkLn3KOdjabGsRQrvD-UzG_-mxgFGYOQY7Pax91wMczwqC9tjy6OjwX00HU_Bo7PUPMr5BIKOv40gMMcHS86PIGVrS7qRooJBOJ-7oexC4LmqeY82ilgISiw_vgWj_M6UrXXz1MrtJWPp1fCkV3L8k9Z1TtKD_8zvHbHbmBJ-eUK8zfoV_QfTmHP_eg4dFVeSu30yynTNlUDR2aWCt8pi1edP5oHylON5s64GfVFnCwR305nirbsqyzLULbK7y2JSzUtMlN7fQ4XNMBWGbmU8axTsYxArQmFT5Bef95SSu6-RPgLNW5AplENu_zmV3QuRJ6K_Gd5RpBPj09UQ&hsutk=69c6ede4c71301f633be694182efeb4b&canon=https%3A%2F%2Fblog.contaazul.com%2Fo-que-e-pro-labore-ab&click=2a99f1b9-eb95-4503-bbbb-7be3d73be873&pageId=5442744710&__hstc=99675841.69c6ede4c71301f633be694182efeb4b.1512590389679.1512590389679.1512647250062.2&__hssc=99675841.7.1512647250062&__hsfp=1187972499>  <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>   ContaAzul é o sistema de gestão online  para você organizar sua empresa   <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>  Quero Saber Mais  <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>   Experimente Grátis <https://contaazul.com/cadastro/>