Pro rata, entenda o que é e como funciona o cálculo!

Sobre o que estamos falando?

  • Pro rata nada mais é que o cálculo proporcional sobre determinado pagamento;
  • Esse tipo de cálculo pode ser utilizado no consumo, em assuntos trabalhistas e em questões financeiras da sua empresa;
  • Existem dois tipos de pro rata: pro rata temporis, que é proporcional à um determinado período, e pro rata die, baseado em um único dia;
  • Já pensou em melhorar o controle financeiro da sua empresa? A Conta Azul tem tudo o que seu negócio precisa, em um único ERP. Experimente essa inovação!

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Já precisou calcular pagamentos proporcionalmente a um período? Se sim, então você já realizou um pro rata. 

Termo proveniente do latim, pro rata significa "medir ou racionar proporcionalmente" e sua aplicação tem crescido no universo contábil.

Para saber mais sobre esse conceito, quando aplicá-lo, quais são os tipos e como funciona o seu cálculo, continue a leitura! 

Empreendedor calculando pro rata

O que é pro rata?


O pro rata é o cálculo proporcional sobre algum pagamento, que divide um valor em partes menores e cada uma dessas unidades é multiplicada pelo tempo de uso.

Um exemplo comum onde o pro rata é aplicado ocorre quando uma pessoa realiza um plano de assinatura de internet. No contrato de um serviço como esse, geralmente existem cláusulas que garantem que o consumidor só pague o proporcional do período que utilizou o serviço no mês

Nesse caso, o cálculo do valor da conta pode ser feito dividindo a mensalidade pelos dias do mês e então multiplicando o resultado pela quantidade de dias que o consumidor utilizou o serviço. 

Assim, caso o plano seja cancelado na metade do período considerado, o cliente não precisará pagar o valor inteiro da mensalidade. 

Além do biling de serviços recorrentes, como assinaturas e mensalidades, o pro rata também se aplica no cálculo de dividendos e juros

Em quais casos o pro rata é aplicado?


Basicamente, são três os principais casos de utilização do pro rata: no consumo, em assuntos trabalhistas e em questões relacionadas ao financeiro de uma empresa. 

Consumo


No mercado de prestação de serviços e cobranças, o cálculo pro rata é feito para identificar o valor que o consumidor deve pagar proporcionalmente ao seu uso. 

Ele costuma ser utilizado principalmente quando um cliente deseja cancelar um serviço de mensalidade, como mencionamos no exemplo anterior. 

É importante deixar claro que uma empresa não precisa oferecer esse tipo de pagamento. Mas, para isso, essa informação precisa ficar clara nos termos da política de cancelamento do contrato.

Assuntos trabalhistas


O cálculo do pro rata geralmente é feito para realizar pagamento de novos funcionários, que entraram na metade do mês ou em caso de rescisão de contrato.

Seguindo a mesma ideia que o tópico anterior, calcula-se o valor proporcional perante o período trabalhado pelo colaborador.

Empreendedor calculando pro rata

Financeiro de uma empresa


O pro rata é algo muito presente no segmento financeiro e contábil de uma empresa, tanto para calcular juros ou quando um valor precisa ser dividido entre partes, os chamados dividendos.

Dessa forma, o cálculo costuma ser um pouco diferente, mas o conceito é o mesmo: divisão proporcional. 

Nos juros, o pro rata acontece quando o credor deve cobrar os "juros de mora", onde é necessário levar em consideração os juros por atraso.

Por exemplo: se os juros simples para a dívida forem de 3% por mês e o atraso for de 10 dias, a dívida ficará de 1% de juros sobre o valor estipulado.

Outro exemplo é quando um investimento tem juros anuais e, através do cálculo do pro rata, o investidor consegue saber a taxa mensal ou semanal.

Já no caso dos dividendos, ou seja, na distribuição dos lucros da empresa entre os seus acionistas, a maneira mais comum é realizar o pagamento conforme a quantidade de ações de cada um.

Digamos que um negócio tenha o lucro de R$ 5.000 dentro de um período e um acionista possua 50%, outro 30% e o terceiro tenha 20% das ações. Nesse caso, calculando-se o pro rata, eles receberão R$ 2.500, R$ 1.500 e R$ 1.000 respectivamente.

E, para ter um melhor controle dos setor financeiro e contábil da empresa, nada melhor que uma solução online que cabe no seu bolso. Clique aqui e saiba mais sobre a Conta Azul!

Acompanhe em tempo real a saúde da sua empresa  Na Conta Azul Pro, você controla online o fluxo de caixa diário e mensal. Experimente grátis  Não precisa de cartão, nem de cadastros complexos

 

Quais tipos de pro rata existentes?

 

1. Pro rata temporis


O termo "pro rata temporis" significa "proporcional ao tempo". Em outras palavras, é quando levamos em conta um período para calcular o valor de um pagamento ou cobrança.

Ao utilizar esse método, podemos calcular o pagamento de salários, prêmio de seguro, contas de serviços, etc.

2. Pro rata die


Já o tipo "die" corresponde ao proporcional ao dia e é o termo específico para divisões que levam em base um único dia. Geralmente, seu uso se dá na análise de contratos e fluxo de caixa.

Como funciona o cálculo do pro rata?


De maneira simples, o cálculo do pro rata precisa apenas do auxílio de uma regra de três, que relaciona a quantidade de tempo com o valor referente a esse período.

Digamos que em abril você assinou um serviço que custa R$ 100,00 por mês. Porém, em maio, você usufruiu apenas 15 dias do serviço. O cálculo do pro rata então é feito aplicando a proporção:

R$ 100  = 30 dias

R$ ?  = 15 

Onde:

R$ 100 x 15 = R$ 1500,00

30  x R$? =  30 R$ ?

R$ 1500,00 / 30 = 50

Neste exemplo, você pagará R$ 50,00 pelo mês. 

O pro rata é um recurso muito útil para os profissionais de contabilidade. Através dele, é possível calcular pagamentos e valores importantes para os clientes, sejam eles pessoas jurídicas ou pessoas físicas.

Que tal melhorar o controle financeiro e das suas cobranças com a Conta Azul? Clique aqui e veja como podemos ajudar você!

Você tem uma empresa?  Controle sua gestão em um único lugar: finanças, vendas, notas fiscais e muito  mais. Conheça a Conta Azul Pro. Experimente grátis  Não precisa de cartão, nem de cadastros complexos
Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?