Como calcular o preço de venda?

Como calcular o preço de venda?

Para estabelecer um preço justo e ao mesmo tempo competitivo, são muitos os detalhes a serem considerados. Por isso, é mais que compreensível que diversos empreendedores enfrentem dificuldades para calcular o preço de venda de seus produtos. Mas você sabia que essas dificuldades podem ser facilmente superadas simplesmente seguindo algumas dicas?

ContaAzul é um sistema para sua empresa vender melhor e receber mais rápido

O que é preço de venda

Preço é o valor, normalmente em dinheiro, atribuído ou cobrado em troca de um produto ou serviço. Essa quantidade monetária é o quanto seu cliente precisa ter para adquirir os bens ou acessar os serviço vendidos por sua empresa. Para definir o preço do que você pretende vender há diferentes fatores a se levar em conta, como custos (de produção, distribuição, divulgação, tributos etc.), volume da compra, características da demanda, concorrência e competição entre outros.

Preço de venda: caminhos

Há basicamente duas maneiras de se chegar à formação de fórmula de preço de venda:

  • fazer o cálculo tendo como base despesas e custos ou
  • de acordo com os clientes e o mercado.

No entanto, para calcular da melhor maneira possível o custo de um produto, o ideal é que o empreendedor junte as duas formas, não levando em conta somente os custos para, no fim das contas, tornar o que comercializa nada atrativo para os consumidores. Lembre também de evitar estabelecer o preço só de acordo com a concorrência, sem antes saber se esse valor será o bastante para pagar os custos do negócio.

Então, como calcular o preço de venda e quais aspectos você deve levar em conta? 

Entenda o sistema tributário

Primeiramente, o empreendedor deve entender qual é o sistema tributário do seu negócio: Lucro Presumido, Lucro Real ou Simples. Só essa informação já determina quanto o empresário deve cobrar por cada produto, tendo em mente somente as despesas necessárias para oferecer a respectiva mercadoria ao comércio. Dessa forma, se o empreendedor se enquadra dentro do Simples, não terá direito ao crédito tributário, enquanto se estiver no Lucro Presumido será necessário retirar o valor do ICMS (18%) e se por acaso se enquadra no Lucro Real pode descontar o valor da COFINS (7,6%) e do PIS (1,65%) — sendo que os termos da substituição tributária não são os mesmos para o ICMS.

Calcule gastos variáveis e fixos

Cada empresa possui suas despesas variáveis e fixas, custos que devem ser incluídos no valor total do produto. Assim, é necessário criar uma tabela de gastos de acordo com o montante despendido tanto com o produto como com a empresa. Dessa maneira se chegará a um valor final viável.

Gastos fixos

São os que aparecem mensalmente, como os salários dos funcionários e o aluguel. E por mais que tais gastos não estejam diretamente relacionados com as vendas, devem fazer parte do percentual do preço praticado. Também vale considerar o valor pago para os fornecedores, além de sempre juntar os custos com o frete ou quaisquer outros inclusos nesse valor.

Gastos variáveis

São os que variam todos os meses, ou seja, gastos que mudam de acordo com as vendas da empresa. É o caso dos gastos com embalagens e taxas do cartão de crédito, por exemplo. E por serem relacionados ao faturamento da empresa, o ideal é manter o controle e definir o percentual que eles significam em relação às vendas.

Planilhas Controle de Estoque  Disponibilizamos duas planilhas para ajudar você a registrar as movimentações  do estoque. Baixar as planilhas agora

Considere liquidez e tabela

O preço líquido define a mercadoria pensada sem nenhuma tributação ou qualquer tipo de desconto. É o chamado núcleo duro do preço. É de acordo com ele que os preços são efetivamente formados. Já o preço de tabela leva em conta o repasse para os clientes, mas considerando também a opção tributária do seu negócio. Assim, é preciso somar o preço de venda líquido com os tributos, além das comissões dos funcionários e do desconto oferecido para o cliente — se for o caso. Por essas e outras, é essencial conversar com seu contador a respeito dos tributos que entram na conta, a fim de reduzir as chances de erro.

Com o preço final já formulado, é preciso analisar como está seu negócio perante a concorrência, comparando seu preço com o do mercado. Dessa maneira, o empreendedor terá certeza do melhor valor a ser praticado. Além do mais, é essencial conhecer o feedback dos clientes, analisando se eles estão realmente dispostos a pagar o preço cobrado por você.

Ah, e se quer melhorar seu desempenho como vendedor, aproveite para conferir nosso guia com as melhores dicas para ajudá-lo!

Quer acesso a materiais gratuitos?

Junte-se a mais de 800 mil donos de negócio e receba gratuitamente novidades e dicas sobre financeiro, nota fiscal e gestão selecionadas pela ContaAzul.

 
<https://cta-service-cms2.hubspot.com/ctas/v2/public/cs/c/?cta_guid=50ebdc92-329a-40a1-9caf-fa81543a8adc&placement_guid=2fe57723-5fb5-47c5-b9eb-e06d10883d31&portal_id=652034&redirect_url=APefjpH-sJodulB40LkLn3KOdjabGsRQrvD-UzG_-mxgFGYOQY7Pax91wMczwqC9tjy6OjwX00HU_Bo7PUPMr5BIKOv40gMMcHS86PIGVrS7qRooJBOJ-7oexC4LmqeY82ilgISiw_vgWj_M6UrXXz1MrtJWPp1fCkV3L8k9Z1TtKD_8zvHbHbmBJ-eUK8zfoV_QfTmHP_eg4dFVeSu30yynTNlUDR2aWCt8pi1edP5oHylON5s64GfVFnCwR305nirbsqyzLULbK7y2JSzUtMlN7fQ4XNMBWGbmU8axTsYxArQmFT5Bef95SSu6-RPgLNW5AplENu_zmV3QuRJ6K_Gd5RpBPj09UQ&hsutk=69c6ede4c71301f633be694182efeb4b&canon=https%3A%2F%2Fblog.contaazul.com%2Fo-que-e-pro-labore-ab&click=2a99f1b9-eb95-4503-bbbb-7be3d73be873&pageId=5442744710&__hstc=99675841.69c6ede4c71301f633be694182efeb4b.1512590389679.1512590389679.1512647250062.2&__hssc=99675841.7.1512647250062&__hsfp=1187972499>  <https://contaazul.com/funcionalidades/controle-financeiro/>   ContaAzul é o sistema de gestão online   para você organizar sua empresa   <https://contaazul.com/funcionalidades/controle-financeiro/>  Quero Saber Mais  <https://contaazul.com/funcionalidades/controle-financeiro/>  Experimente Grátis <https://contaazul.com/cadastro/>