Pequenas empresas entram em campo na Copa das Confederações

Pequenas empresas entram em campo na Copa das Confederações

“Bola na trave não altera o placar”. Mas, no caso dos megaeventos esportivos, só a bola rolando nas gramas brasileiras já altera significativamente o montante de dinheiro que circula no país. De acordo com um levantamento do Ministério do Esporte, graças à Copa do Mundo de 2014, o PIB do Brasil vai crescer até 0,4% — o que significa 183 bilhões a mais nos cofres brasileiros.

Agora, o que você, pequeno empresário, talvez não saiba, é que pode fazer parte dessa movimentação econômica. Não é só com grandes estádios que o País precisa se preocupar. Indústrias, comércios e serviços precisam estar preparados para receber os cerca de 500 mil turistas que virão para o Brasil.

Um sistema de gestão que conecta as áreas da sua empresa: do financeiro ao comercial

Prepare-se para o treino

O mundial será ano que vem, mas você já pode se preparar para outro grande evento que acontece ainda esse ano — de 15 a 30 de junho será realizada a Copa das Confederações, que reúne as seleções de futebol campeãs continentais e do país anfitrião e servirá como teste para execução do mundial de 2014.

É isso mesmo, daqui a menos de dois meses começa o evento de ensaio para a Copa do Mundo. E como você está se preparando para esse treino? Nesse quesito, muita gente ainda não saiu do banco de reservas. Segundo um levantamento feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), apesar de 83% dos entrevistados afirmarem que veem novas oportunidades de negócios com os jogos, mais da metade (59%) dos comerciantes brasileiros diz não estar preparados para receber a Copa das Confederações.

Oportunidades para agora e para o futuro

A Copa das Confederações é muito importante para que a promessa de desenvolvimento econômico no país realmente aconteça — ela vai dar visibilidade para os produtos e serviços brasileiros dos diversos segmentos que serão demandados pelos megaeventos, provando que o Brasil está preparado.

Fortaleza (CE), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA). Essas serão as cidades-sede da Copa das Confederações. Nesses municípios e nas regiões de entorno é que se concentrarão as principais oportunidades.

Foco no turista

O turismo será o principal motor do desenvolvimento dos negócios no país. Segundo um estudo realizado pelo Ministério do Turismo, o gasto médio do turista de Copa, excluindo a passagem aérea internacional, é de R$ 11.412,50. Outro dado interessante é que, de acordo com uma pesquisa feita com visitantes da Copa da África do Sul, 83% pretendiam fazer viagens adicionais pelo país, visitando em média, 3,8 cidades. Essa é uma informação importante porque mostra que a visibilidade que o Brasil terá com os grandes eventos esportivos vai impulsionar a economia não só das cidades-sede e no período da Copa, como também futuramente e em todas as regiões do país, gerando várias oportunidades de negócio para as empresas brasileiras.

Como fabricar e vender produtos oficiais da Copa

A Copa das Confederações também tem marca, identidade visual e produtos oficiais próprios. A FIFA “terceiriza” para empresas a produção e venda desses artigos. Para aproveitar esta oportunidade, é preciso seguir as regras do Programa de Licenciamento de Produtos e Canais de Distribuição Oficiais, elaborado pela FIFA. Isso quer dizer que você tem que pedir permissão (se licenciar) para a organizadora para produzir e vender produtos associados aos megaeventos que ocorrem no Brasil em 2013 e 2014.

Veja como licenciar produtos oficiais da Copa das Confederações 2013 e saiba como vender produtos oficiais e licenciar um ponto de venda oficial da Copa.

Ensaiando para a Copa

O site “Sebrae 2014” é um canal de oportunidades para a Copa do Mundo, e serve também como um excelente guia para você saber por onde começar e já atuar na Copa das Confederações. Acesse a página e confira as dicas.

Mapa das oportunidades

Agronegócio, comércio varejista, construção civil, madeira e móveis, moda, serviços, tecnologia da informação e turismo. Se sua empresa faz parte de alguns desses times, já pode começar o aquecimento. Conheça as oportunidades em nove setores de negócios e saiba como aproveitar as possibilidades de atuação nas cidades-sede. Além disso, entenda quais são os principais requisitos exigidos pelo mercado nas oportunidades abertas para as micro e pequenas empresas pela Copa Fifa 2014. Acesse o site com o mapa das oportunidades.

 

Preparação para o futuro

Além da Copa das Confederações (2013) e da Copa do Mundo (2014), o Brasil vai ainda sediar as Olimpíadas. Para ajudar os empresários brasileiros a identificar oportunidades nesses megaeventos, o Instituto Brasileiro de Relação com Investidores realizou o estudo “Brasil, bola da vez. Negócios e investimentos a caminho dos megaeventos esportivos”. Se você pretende se preparar para agora e para o que ainda está por vir, vale a pena conferir a pesquisa aqui.

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?