Outubro Rosa: inspiração da saúde da mulher

Outubro Rosa

Você já parou para pensar que pode conjugar realização pessoal e profissional em um negócio que faz o bem às pessoas? Inspirado na tradicional campanha Outubro Rosa, este artigo conta histórias de sucesso que aliam empreendedorismo a uma função social relevante.

Um sistema de gestão que conecta as áreas da sua empresa: do financeiro ao comercial

Lições de empreendedorismo no Outubro Rosa

Boas ideias não têm hora para surgir. Por vezes, inclusive, elas aparecem em cenários difíceis, quando a esperança parece ceder espaço para a incerteza e o medo. É nesse contexto que iniciativas empreendedoras, tal qual o Outubro Rosa, se destacam no resgate da autoestima feminina.

A campanha surgiu nos Estados Unidos ainda nos anos 1990, voltada para a conscientização sobre a importância da prevenção e detecção precoce do câncer de mama. Por aqui, teve suas primeiras ações no início dos anos 2000 e, ao longo desses anos, ficou marcada também por projetos bem-sucedidos de empresas com um viés social.

A doença no alvo

Embora o rosa seja a cor utilizada para marcar o mês especial, foi um alvo em tons de azul que primeiro alertou sobre a doença no Brasil. A campanha Câncer de Mama no Alvo da Moda foi trazida para o país pelo Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), tendo na empresa têxtil Hering um apoio pioneiro.

Camisetas femininas e masculinas e também calcinhas estampando o símbolo, produzidas pela marca, tornaram-se a peças mais famosas da iniciativa. Desde o lançamento, suas vendas respondem por uma fatia importante dos valores arrecadados, superando os R$ 70 milhões de reais.

O montante custeou tratamentos de pacientes da doença, possibilitando a realização de mais de um milhão de consultas, mais de 70 mil cirurgias, mais de 60 mil internações, quase 300 mil aplicações de quimioterapia, mais de 500 mil sessões de radioterapia, 300 mil exames de ultrassom e mais de 200 mil mamografias.

Para conhecer mais sobre a campanha, acesse o site.

A peça de roupa certa

Uma das estratégias de enfrentamento desse tipo de câncer está na mastectomia, procedimento cirúrgico que consiste na retirada da mama. Além da dor física e emocional, pode haver dificuldade em encontrar determinadas peças de vestuário para mulheres que se sujeitaram à operação.

Na verdade, graças a iniciativas empreendedoras, basta pesquisar um pouquinho que a peça de roupa certa para cada momento está ao alcance de todas elas.

Algumas marcas pelo país decidiram criar linhas especiais para esse público. Desde sutiãs, biquínis, maiôs e até próteses, tudo é confeccionado para que as mulheres vítimas do câncer mantenham sua autoestima em alta, sentindo-se permanentemente bonitas.

Entre as empresas que investem nessa ideia estão a paulista Mama Amiga, a mineira Ouseuse - que tem ainda um projeto de doação de peças para mulheres carentes chamado Amigas do Peito - e a gaúcha Elegance - que reverte à prevenção do câncer de mama os valores das vendas de peças e de um aromatizador de ambientes feito a partir de resíduos de tecidos da própria fabricante.

Um aviso fundamental

Uma abordagem comum no câncer de mama envolve a aplicação de quimioterapia aliada a medicamentos. E é fundamental que esses remédios de uso contínuo sejam administrados corretamente, sob pena de comprometer todo o tratamento.

Foi para garantir essa condição que surgiu a plataforma Haviso. Anunciada com um sistema de fidelização, ele conecta pacientes a farmácias, avisando por mensagem SMS sempre que um medicamento está próximo de acabar e precisa ser reposto, encaminhando a compra junto ao estabelecimento de sua preferência.

A inspiração do aplicativo veio de uma de suas criadoras, que enfrentava problemas justamente para garantir a continuidade do tratamento de um câncer de mama. Da sua dificuldade surgiu a solução para pacientes de outras doenças crônicas, que podem utilizar a ferramenta gratuitamente.

Apoio criativo e reconfortante

O tratamento do câncer de mama por vezes deixa consequências marcantes. Entre elas, a perda do cabelo e a retirada da mama atingem de maneira profunda a autoestima das portadoras da doença. Para reduzir esse impacto negativo, várias iniciativas de apelo social se destacam pelo país.

Uma empresa que já é famosa por suas ações no Outubro Rosa é a Veron Custom Tattoos, estúdio de tatuagem de Curitiba. Tradicionalmente, ela abre as portas no mês para mulheres que enfrentaram o câncer e desejam cobrir cicatrizes ou reconstruir auréolas e mamilos através de técnicas de tatuagem. As intervenções artísticas são realizadas sem custos.

Se as marcas na pele são contornadas através da arte, a falta do cabelo pode ser vencida com um toque de moda. Uma das iniciativas de destaque no Brasil é o Banco de Lenços Flavia Flores, vinculado ao Instituto Quimioterapia e Beleza. No site do Banco de Lenços, é possível localizar os pontos de doação na cidade de São Paulo, conhecer um pouco mais sobre a história de vida da sua fundadora e acompanhar dicas de variadas formas de amarração dos adereços.

Além de lenços, mulheres acometidas pelo câncer podem também resgatar a autoestima com o uso de perucas. A Fundação Laço Rosa mantém campanha permanente de doação de cabelos e também conta com um banco de perucas que pode ser acessado por pacientes de todo o Brasil. Outra bela iniciativa nesses moldes é a da Rapunzel Solidária.

E quando uma força extra é necessária, destaque para o Instituto Neo Mama, uma entidade sem fins lucrativos que disponibiliza gratuitamente atendimento psicológico, orientação jurídica, fisioterápica, nutricional, oficina de artes e aulas de ioga, entre outras atividades.

A vez do empreendedorismo social

Em cada uma das iniciativas citadas ao longo deste artigo, há uma mão empreendedora preocupada com o bem-estar de um público muito especial, formado por mulheres que enfrentam ou lutaram contra o câncer de mama.

Tais ações são a prova de que o empreendedorismo social pode funcionar muito bem, tendo como base uma proposta cujo objetivo principal não é exatamente o lucro, mas contribuir de forma positiva para a solução de problemas que tão dramaticamente afetam as pessoas, como é o caso de uma doença crônica.

Como abrir uma empresa? Passo a passo  Guia descomplicado para tirar as ideias do papel Baixar o guia agora

Que tal se inspirar no Outubro Rosa para fazer mais pela sociedade como empresa? Comente!

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?