O que é naming e como utilizar no e-commerce

Sobre o que estamos falando?

  • Naming é a escolha do nome de produtos, empresas ou serviços. A tradução literal do termo é “nomear”;
  • Entender o que é naming é o primeiro passo para ter uma empresa de sucesso, já que nome de uma marca é a publicidade mais barata que existe;
  • Além de escolher um nome que case com o seu negócio, para crescer é preciso gerenciar a empresa de forma eficiente. Conheça a Conta Azul Pro, uma plataforma de gestão integral que otimizará os seus processos.

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

O que é naming? Ele é a publicidade mais barata que existe. E é também uma forma de se conectar com o público, parceiros e colaboradores. Se trata da criação do nome da sua marca de maneira estratégica.

Por isso, ensinaremos a você a criar o nome ideal para a sua empresa. Também mostraremos como o naming já impactou o mundo e está presente à sua volta e você nem percebeu.

Confira os tópicos:

O que é naming? Por que é a publicidade mais barata?

Naming é a área do marketing de criação de nomes de marcas, produtos ou serviços. Trata-se de uma técnica elaborada baseada na linguística, semiótica e evidências publicitárias. E ao escolher um bom nome que se conecte com o público, você economiza dinheiro.

Imagine você abrindo seu celular para pedir comida no inverno e escolhe pedir sopa. Ao abrir o primeiro restaurante da lista, há as seguintes opções:

  • Sopa de carne;

  • Sopa de feijão;

  • Sopa de frango da vovó;

  • Sopa de legumes.

Provavelmente, a que mais chama a sua atenção é a sopa de frango da vovó. Por que ela tem esse nome especial? Será um tempero caseiro com sabor de infância? 

Perceba o quanto esse prato economizou para chamar a atenção do público e criar uma oportunidade de venda. Agora, é só passar ao passo seguinte da venda.

Descubra como fazer um planejamento estratégico do zero.

Casos de naming existem à sua volta e você não sabia 

Muitas pessoas não sabem, mas desde a infância estão cercadas por casos de naming de sucesso. Essa técnica foi usada por muitas marcas incríveis, assim como na divulgação científica e outras partes da nossa vida. Confira dois grandes exemplos:

Buraco Negro

Se eu perguntasse a você o que é um objeto gravitacionalmente colapsado, você poderia não conseguir responder, mas saberia o que é. Esse objeto espacial é conhecido popularmente como Buraco Negro.

Porém, no passado, cientistas acreditaram que o nome original era muito grande, feio e difícil de divulgar. Para propagar o conceito, deram um nome fantasia de Buraco Negro, inspirado no Buraco Negro de Calcutá, uma prisão de alta segurança que ninguém nunca saiu vivo.

Häagen-Dazs

Quase ninguém sabe o que significa o nome desse sorvete que parece importado da Dinamarca. Porém, o nome inspirado em palavras dinamarquesas é dos Estados Unidos e foi criado para parecer europeu.

A verdade é que Häagen-Dazs não tem significado algum e o criador só queria que parecesse um sorvete importado, nórdico, então estudou os sons do dinamarquês e criou essa palavra. Como bônus, os primeiros sorvetes da marca vinham com um mapa da Dinamarca de brinde.

Os produtos possuem um ciclo de vida. Entenda sobre.

Evidências científicas sobre naming

Há dois estudos interessantes que mostram o poder do naming. Segundo os efeitos abaixo, o cérebro cria relações entre som, forma e significado. Ou seja, o nome de uma marca interfere na expectativa sobre ela.

Efeito Kiki x Bouba 

O Efeito Kiki x Bouba é um estudo científico onde duas formas geométricas são apresentadas às pessoas. Elas devem dizer qual nome daria a elas entre as opções Kiki e Bouba. Mais de 90% responde assim:

Efeito Dorian Grey

Efeito Dorian Grey, cujo o nome é baseado no livro “O Retrato de Dorian Grey”, também tem um conceito bem interessante onde mostra que o nome de uma pessoa causa uma expectativa vindo da sociedade e essa expectativa molda a pessoa com esse nome.

Conheça técnicas indispensáveis de vendas.

O nome de um e-commerce diz tudo

Muitas pessoas deixam para pensar na marca depois. Porém, ela é o começo de tudo. Afinal, o nome aponta o posicionamento da sua empresa e cria distinção da concorrência.

No contexto de e-commerce, o desafio está na luta pela propriedade intelectual e uso da marca. Ainda mais se considerarmos a busca por um domínio virtual exato para a sua loja online. Então, aprenda abaixo os pilares de um bom nome de e-commerce:

Posicionamento

Posicionamento é como uma marca se apresenta no mercado. A Apple tem o nome de maçã porque é algo simples e humano, pois seu posicionamento é de simplificar o uso da tecnologia. A Oracle prevê o futuro da tecnologia.

Confira 8 filmes que todo empreendedor deve assistir.

Distinção

Se naming é marketing, diferenciar a sua marca dos seus concorrentes é o principal objetivo. Estude os padrões de nomes e fuja deles. Não se prenda a conceitos como “não parece nome de empresa do mercado x”, você nomeará a marca, não o produto/serviço.

Descubra estratégias de marketing para pequenas empresas.

Aparência, Pronúncia e Sonoridade

Esses três pontos são distintos, mas se relacionam fortemente. Aparência e sonoridade de palavras transmitem significado, como mostramos no tópico do Efeito Kiki x Bouba. E a pronúncia do nome deve ser fácil para o seu público-alvo.

Saiba como definir o público-alvo ideal para a sua empresa.

INPI — Instituto Nacional de Propriedade Industrial

INPI é o órgão brasileiro que faz e armazena registros de propriedade industrial. Ou seja, marcas, patentes e licenças de uso passam pelo INPI. E, sendo o naming parte de uma marca, procurar por marcas anteriores é importante para evitar problemas legais.

As marcas no INPI são divididas entre 45 classes. Um e-commerce deve ser registrado na classe 35, com o varejo em geral. Porém, pode ser necessário registrar em mais de uma classe. Consulte um advogado especializado antes de registrar.

Domínio virtual exato

Domínio virtual se refere ao nome do site. Por exemplo, www.seunome.com. “Seunome.com” é o nome do domínio. Uma empresa pode optar por um nome de domínio exato da marca ou colocar outra palavra junto.

É o caso de empresas como “LIVRARIAcultura.com”, onde só Cultura é o nome dessa marca. Mas quando se quer ter um e-commerce, você precisa de um domínio exato, em que vá apenas o nome da marca.

Um domínio virtual exato passa profissionalismo e seriedade em uma marca de e-commerce. Porém, a briga por domínios livres é grande. Seja estratégico.

Existem ferramentas próprias para a busca de domínios, como o Whois da Registro.br, onde é só digitar o endereço que você deseja usar e a consulta completa aparece com um único clique.

Confira 10 perguntas de marketing que todo empreendedor deve saber responder.

Miniguia para criar um nome de marca incrível

Agora que você sabe o que é naming, confira os 4 passos que todo criador de nomes de marcas segue para chegar à nomeação.

1. Nomeie seu diferencial, não seu produto

Não pense no seu produto em si, pense no diferencial que ele oferece. Antes da Apple, ninguém pensaria em usar maçã para uma empresa de tecnologia. O truque é focar na mensagem humana que quer passar.

2. Defina uma estratégia

Compare os nomes da concorrência e veja o que há em comum entre eles. Agora, procure em dicionários palavras que representem seu diferencial e seja diferente.

Há vários tipos de nomes para se inspirar. Por exemplo a Conta Azul que utiliza uma cor inspiradora — o azul — e um jogo de palavras como principais características da nomenclatura.

3. Selecione os melhores

Utilize os critérios que trouxemos acima para validar o nome. Valide se ele está dentro do que se espera de um bom nome e se representa bem a sua marca.

4. Validando no INPI e em sites de domínio virtual

Acesse o site do INPI, clique em busca e procure pelo nome da marca desejado, na classe do seu segmento.

Com o nome liberado para registro, consulte a disponibilidade do domínio virtual. Caso você queira apenas um domínio “.com.br”, pesquise no registro.br. Mas caso você queira um domínio .com ou alternativo, consulte em sites de hospedagem de domínio virtual.

Saiba como fazer um planejamento anual para o seu negócio em 7 passos.

Estes erros podem falir o seu negócio — e até levar a processos

Comentar sobre erros comuns e como a consulta por anterioridades é importante para evitar notas judiciais e até processos por conta de quem é dono de uma marca já registrada.

Não use geradores automáticos de nomes

Máquinas automatizadas são incapazes de entender as nuances do seu negócio. Além disso, o vocabulário desses geradores também é limitado. Sua mente é a melhor máquina para a criatividade.

Evite cair em modinhas como “ify”

Depois do Spotify, várias marcas surgiram com esse sufixo. Quantas se mantiveram? Nomes devem ser atemporais e sobreviver independente de modinhas. Não copie por copiar.

Seja estratégico, não passional

Não use critérios puramente pessoais. Pense de forma estratégica. Esse nome representa o que você quer? Ele é marcante para o público? É diferente da concorrência? Essas são algumas perguntas importantes.

Lembre que o nome é para o público

O nome não é para você mesmo ou para homenagear alguém que você ama. O nome de uma marca é uma ferramenta de marketing. Pense no público consumidor.

Tenha cuidado ao testar com outras pessoas

Marcas são consumidas em contextos reais. Ninguém pára para analisar o nome de uma loja como se fosse um profissional de naming. Se for testar com alguém, tente apresentar em um contexto real, como se fosse um nome já decidido e repare nas reações.

Consulte no INPI com muito cuidado

Se você usar um nome já registrado, estará sujeito a receber notas judiciais por parte do titular da marca. Nesse caso, você deve interromper o uso ou poderá haver consequências jurídicas.

O sucesso de uma empresa não depende só do nome

O nome do seu negócio é um fator importantíssimo para o sucesso dela. Porém, somente uma marca forte não gera lucro, certo?

Para crescer e lucrar muito, sua empresa precisa contar com uma gestão eficiente e integrada, que vá do financeiro à contabilidade.

A Conta Azul nasceu para transformar o Brasil através do empreendedorismo, e em dez anos de trajetória mudou a rotina de mais de 10 mil empreendedores, fazendo com que mais de 350 mil horas fossem economizadas.

Com a Conta Azul Pro é possível administrar em um único lugar todos os gastos, recebimentos, logística e muito mais.

Conheça a Conta Azul Pro e descubra como crescer de forma organizada e otimizada. Teste grátis agora mesmo!

Leia mais:

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:*