Negócios criativos: entenda o que são e como planejar o seu!

Sobre o que estamos falando?

  • Ser diferente e criativo é essencial para que você, empreendedor, se destaque no mercado e saia na frente da concorrência;
  • Entenda o que é empreendedorismo criativo e quais são as etapas para elaborar um bom planejamento;
  • A Conta Azul dá o suporte que você precisa para colocar sua ideia em prática e gerenciar uma empresa criativa. Com poucos cliques, acesse as informações do seu negócio até mesmo pelo celular, através do App Conta Azul de Bolso.

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Negócios criativos são aquelas empresas que contam com um diferencial e se destacam da concorrência, já que oferecem produtos e serviços diferenciados, fora da caixa. Muitos pensam que a criatividade é um dom, mas acredite: ela é uma competência que pode ser desenvolvida por qualquer um.

O fundador do videogame Atari, Nolan Bushnell, disse uma vez: “Todo mundo que já tomou uma ducha teve uma ideia. É a pessoa que sai do chuveiro, se seca e faz algo sobre isso que faz a diferença.” Em outras palavras, os negócios criativos surgem de pessoas comuns que sabem tirar as ideias do papel e executá-las com sabedoria. 

Para te ajudar nessa jornada de organização, separamos algumas dicas para você tirar do papel a sua empresa criativa. Acompanhe nos tópicos a seguir:

negocios-criativos-entenda-o-que-sao-e-como-planejar-o-seu

O que são negócios criativos?

Diferente das empresas tradicionais, os negócios criativos são aqueles que partem da satisfação pessoal em executar uma boa ideia. O dono de uma empresa criativa faz o que gosta e visa além do lucro. 

Se você ainda não tem uma boa ideia, mas quer montar um negócio lucrativo, que seja diferente daquilo que todo mundo já faz, saiba que é necessário ir além das habilidades tradicionais. Ou seja, é preciso se destacar, partindo de uma motivação especial que guie os seus passos. 

Para isso, você deve fazer para si mesmo algumas perguntas: 

  • O que eu amo fazer? 
  • Quais são as minhas maiores qualidades? 
  • Qual atividade que, quando exerço, as pessoas sempre elogiam?
  • Que impressão quero deixar para o mundo?
  • Como eu gostaria de ser lembrado?

Com essas respostas, você estará mais perto de encontrar sua vocação e transformá-la em um negócio de sucesso, diferente de tudo o que se encontra no mercado.

O que é preciso para empreender com criatividade? 

Para empreender com criatividade, é preciso desenvolver respostas inovadoras para as demandas já existentes do mercado. Além disso, você precisa se diferenciar, fazendo algo que ame, sem medir esforços para alcançar o sucesso. 

A Disney é um ótimo exemplo quando o assunto é criatividade. Além dos esforços de quem trabalha para a magia acontecer, a imaginação sempre pautou o crescimento do negócio. A empresa só é um fenômeno mundial hoje porque Walt Disney, seu fundador, imaginou diversos contos de fadas e personagens inéditos, como Mickey Mouse.

Segmentos como marketing, publicidade e design são conhecidos por utilizarem a criatividade em suas tarefas. Mas você não precisa, necessariamente, trabalhar nestes ramos específicos para ser criativo ou pôr em prática uma ideia que acha que pode dar muito certo. 

Para te ajudar a aplicar toda a sua criatividade em seu negócio, separamos direcionais que com certeza vão colaborar muito para isso. Confira abaixo! 

1. Estude sobre o mercado


Antes de abrir um negócio, é importante estudar o mercado no qual você pretende se aventurar. Como parte do planejamento estratégico, entenda o que está em alta, quais negócios são promissores ou já saturados e como fazer algo diferente, que chame a atenção do público

Estude também sobre o seu público alvo para descobrir o que as pessoas esperam da sua empresa, e de que forma você pode atingir a essas expectativas. 

Analise também seus possíveis concorrentes diretos e indiretos: o que eles fazem hoje? Como seu público os percebe? Como você pode se destacar dentre eles? Apesar da sua criatividade, nenhuma ideia, por mais brilhante que seja, se sustenta sozinha. Por isso, é importante que seu negócio resolva problemas ou proporcione benefícios para o cliente. Lembre-se que esse estudo deve ser contínuo, e não só na hora da abertura.

2. Crie um plano de negócios


Não é porque a sua ideia tem um viés mais criativo que você pode pular a etapa de criação de um bom plano de negócios. 

Ele é a base do planejamento para qualquer empresa. É através do plano de negócios que você analisa a viabilidade da sua empresa criativa como um todo e entende quais são seus pontos fortes e de melhoria. 

Antes de elaborar seu plano de negócios, é essencial levantar algumas questões, como “essa empresa tem potencial para ser um sucesso?”, ou “é o momento certo de começar a empreender?”. Dependendo das respostas, você pode elaborar um plano de negócios, com ações bem definidas para tirar o seu negócio do papel.

Temos um conteúdo completo sobre plano de negócios aqui. Veja como montar o seu!

3. Ouça seu público-alvo


O seu público-alvo é constituído de pessoas com grandes chances de consumir o seu produto e/ou serviço. Entender o comportamento delas, saber quais canais utilizam e que redes sociais consomem é indispensável para traçar estratégias eficientes. 

Ouvindo o seu público, você coleta feedbacks críticas e sugestões para aperfeiçoamento do seu negócio criativo. Lembre-se que o objetivo não é somente ouvir, mas refletir sobre tudo o que foi coletado para colocar a opinião dessas pessoas em prática. 

Para isso, você pode optar por formulários online, como o Google Forms, ou até físicos.

4. Coloque paixão na sua empresa


Ter paixão pelo que faz é um dos diferenciais de um negócio criativo, aliado à persistência e à disposição de fazer o possível para que a empresa dê certo. 

Colocar paixão na empresa é, principalmente, conciliar seus interesses com motivação e criatividade e trabalho duro. Esses valores são os segredos para uma vida profissional mais feliz e realizada.

“E se não der certo?”. Como toda empresa, um negócio criativo pode não trazer os resultados esperados. Diante disso, é importante repensar, ajustar a rota e decidir, com clareza, o que fazer. 

Empreender é correr riscos, mas eles precisam ser bem calculados. No próximo tópico, veja como criar e planejar uma empresa criativa! 

negocios-criativos-entenda-o-que-sao-e-como-planejar-o-seu1

Como criar e planejar negócios criativos? 

Chegou a hora de botar a mão na massa!

No planejamento estratégico de negócios criativos, é importante descrever tudo que será necessário para colocar as ideias em prática. Nessa etapa, você deve definir atividades, prazos e metas, considerando os recursos disponíveis em termos de tempo e financeiro. 

Outros passos também são fundamentais. Vamos detalhar cada um deles, a seguir!

Divida o planejamento por períodos

Dividir o planejamento em curto e longo prazo pode parecer um desafio, mas é uma atividade essencial. Nesse momento, você deve estar se perguntando: “qual a diferença entre esses dois”?

Em linhas gerais, os de curto prazo são mensurados nos próximos 3 a 12 meses, ou seja, o máximo de distância entre o plano e a concretização dele é de um ano. 

A longo prazo, considere períodos de 3 a 5 anos, partindo do momento em que o planejamento é iniciado. Dentre os objetivos a longo prazo, pode-se considerar: comprar um imóvel, comprar um número maior de estoque, aumentar o espaço físico, abrir uma franquia do seu negócio em outros lugares, etc.

Não engesse a realidade

Estar atento à realidade é importante para não dar um passo maior do que você pode. Isso porque, em algumas situações, as limitações são reais e entendê-las é uma atitude sábia para não ter problemas futuros.

Mas não tome essa realidade como verdade e engesse suas ações. Agora é a hora de colocar sua criatividade à prova, já que essa característica pode fazer toda a diferença ao solucionar problemas.

Está passando por um momento difícil? Pense em soluções fora da caixa. Está estagnado, mas sente que pode inovar? Solte a sua imaginação. A criatividade tende a somar sempre, então não limite-a.

Desenvolva sua metodologia

Já que o seu negócio é único, diferente e criativo, utilizar uma metodologia padrão não cabe na execução das suas tarefas. Assim como você é singular, criar métodos que sejam coerentes com a sua proposta é necessário.

Isso pode se encaixar na forma de atender os seus clientes. Por exemplo, desenvolva uma comunicação personalizada para sua marca. Ser diferente é legal e os consumidores dão muito valor a isso.

Seja simples, fluido e divertido

Coloque em seu negócio sua essência, criatividade e, principalmente, os seus valores. O público se identifica com marcas que façam sentido na sua história, então, seja simples e comunique de uma forma que todos entendam.

Além disso, torne seu negócio divertido, considerando as preferências e expectativas do seu público. Vale buscar referências para se inspirar, mas sem perder a sua originalidade. 

Comunique para quem importa

Os clientes são a razão dos negócios criativos existirem, já que não adianta tirar do papel uma ideia que ninguém compra.

Pense sempre que os seus conteúdos não são seus, e sim do seu público. Sendo assim, identifique as suas necessidades e tenha uma comunicação empática, efetiva e que atinja positivamente as pessoas certas. 

Use ferramentas criativas

As ferramentas são ótimas impulsoras da criatividade, a partir delas você consegue inovar projetos já existentes, colocar ideias em prática e criar produtos e serviços. A boa notícia é que não é preciso um alto investimento para essas ferramentas. Confira algumas:

Negócios criativos crescem com a Conta Azul!

Agora que você já sabe quais os principais caminhos que deve percorrer, está pronto para criar e inovar? Se sim, o último passo é contar com tecnologias que facilitem o processo. 

O ERP Conta Azul te ajuda a simplificar as burocracias e a garantir um controle financeiro e contábil mais eficaz automatizando processos. Dentre as facilidades, destacamos:

  • Controle de contas a pagar e a receber;
  • Envio de boletos de cobrança através do Receba Fácil;
  • Conciliação bancária, importando lançamentos do extrato com poucos cliques; 
  • Monitoramento do fluxo de caixa com informações atualizadas;
  • Geração de relatórios sobre qualquer setor; 
  • Emissão de notas fiscais, eliminando erros de digitação e retrabalho.

Gerir negócios criativos é uma tarefa mais fácil quando se tem ajuda. Experimente grátis a Conta Azul e inclua todos esses benefícios no seu dia a dia!

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?