Inovação de trás para frente para pensar a partir do cliente

Inovação de trás para frente para pensar a partir do cliente

Você já deve ter ouvido aquela máxima que diz: inovar não é criar a roda todos os dias. E de fato não é. É preciso apenas saber exatamente o que o cliente precisa. Muito provavelmente não será possível ter certeza disso, mas é possível fazer um exercício e chegar próximo do ideal. Não se trata, porém, de uma invenção sem sentido. É, sim, uma estratégia experimentada e executada com sucesso pela Amazon: a inovação de trás para frente.

Um sistema de gestão que conecta as áreas da sua empresa: do financeiro ao comercial

Inovar de trás para frente é pensar o novo produto ou serviço a partir das necessidades do cliente, partindo da visualização de como ele vai recepcionar essa novidade. É um processo inverso ao que é normalmente feito nas empresas. Costuma-se primeiramente pensar em algo novo, ou uma melhoria daquilo que já é oferecido, separar orçamento e equipe para desenvolver a ideia e, por último, realizar a divulgação para convencer o público de que ele precisa daquilo.

Para isso, o marketing entra com força e a atuação de uma assessoria de imprensa é inevitável para que, na mídia, se possa explicar as funcionalidades do que está sendo lançado. É o momento de argumentar e mostrar os diferenciais em relação a soluções similares e buscar posição no mercado.

Inovação de trás para frente muda a lógica de criação

Na inovação de trás para frente o caminho é diferente. Porque não dá para começar algo novo, por mais incrível que possa parecer, e só lá no final querer dizer para o cliente que ele precisa disso. Até pode ser um pensamento muito bem disseminado hoje em dia, mas nada mais é do que acomodação a uma lógica existente desde os tempos do fordismo: Henry Ford dizia que os consumidores poderiam ter carros da cor que quisessem, desde que fossem pretos.

A realidade, sabemos, é outra. O nível de exigência das pessoas é muito grande. Fidelização é uma conquista para poucos, só alcançada por quem realmente entrega algo diferenciado. E como fazer isso? Justamente invertendo a lógica. É exatamente o que estamos falando aqui.

Empresas que pensam diferente, portanto que praticam a inovação, não constroem mais carros pretos para que o cliente “escolha a cor”. Elas identificam as cores que atendem às expectativas dos clientes para, daí então, começar a produzir algo que efetivamente seja útil e novo. Quer entender melhor como funciona este conceito? Baixe o nosso infográfico e conheça!

Inovação de trás para frente  Confira como a Amazon elabora sua estratégia para desenvolver produtos  inovadores a partir das necessidades do cliente. Baixar o material agora

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?