5 indicadores de processos que você precisa conhecer

Sobre o que estamos falando?

  • Os indicadores de processos dão a clareza que o empreendedor precisa para avaliar o desempenho do negócio em todos os sentidos, da qualidade ao financeiro;
  • Também chamados de KPI’s, eles possibilitam a identificação de gargalos e ajudam nas tomadas de decisões dos mais diversos processos do negócio;
  • Nada de planilhas ou anotações em papéis para monitorar os indicadores de processos: conheça a Conta Azul Pro, plataforma de gestão integrada para empresas. Acompanhe todos os KPI’s e emita relatórios detalhados com poucos cliques.

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Será mesmo que sua empresa está no vermelho? E aquele produto ou serviço que todos os clientes procuram, é rentável para o negócio? Ou então, já parou para pensar que talvez a sua precificação precise ser ajustada?

Para responder todas essas perguntas é preciso analisar os indicadores de processos ou KPI’s do negócio.

Afinal, por mais que a intuição e experiência sejam importantíssimas, são os dados reais da empresa que trarão a clareza necessária para as tomadas de decisões diárias. Como a compra de um equipamento ou contratação de funcionários. 

Se o conceito de indicador de processo ainda é novo para você, não se preocupe: montamos um conteúdo completo, onde listamos os principais KPI’s que todo empreendedor precisa conhecer. 

Continue lendo e descubra como eles ajudam a otimizar a gestão da empresa, economizar tempo e dinheiro. Boa leitura!

Por que os indicadores de processos são importantes?

Os indicadores de processos também são chamados de KPI (Key Performance Indicator), sigla em inglês que significa indicador chave de performance

Como o próprio nome já diz, eles são indicativos, ou seja, parâmetros que medem o desempenho de processos, sob os mais diversos aspectos. Qualidade, produtividade e lucratividade são alguns deles.

Acompanhar esses indicadores é muito importante para o crescimento da empresa, pois permitem:

  • Identificar gargalos de produtividade;

  • Aproveitar melhor o tempo dos colaboradores e os recursos materiais disponíveis;

  • Verificar se os seus produtos ou serviços realmente são rentáveis;

  • Definir metas e objetivos mais assertivos.

Quer um exemplo?

Imagine que você está correndo uma maratona dentro de uma trilha, ou seja, um percurso de 42 km. No entanto, no percurso as placas marcando a quilometragem não estão sinalizadas.

Por conta disso, você fica sem saber quantos quilômetros já percorreu, impactando na tomada de outras decisões, como economizar ou não água até o final da prova. 

Depois de algumas horas, você vê a linha de chegada, porém está quase desidratado já que bebeu pouca água. 

Gerenciar uma empresa sem os indicadores de processo é como correr uma maratona sem placas de quilometragem: você tem uma noção do que acontece, mas falta a certeza para tomar decisões assertivas. 

No próximo tópico, confira 5 indicadores que todo empreendedor precisa conhecer.

5 indicadores de processos essenciais para sua empresa

 

1. Indicador de qualidade

Os indicadores de qualidade medem se os produtos ou serviços estão sendo entregues conforme um padrão estabelecido pela empresa. Atrasos, falta de peças, defeitos e reclamações sobre o atendimento são alguns exemplos de indicadores de qualidade.

Vale lembrar que cada empresa deve definir o próprio padrão de qualidade, conforme os produtos ou serviços. É interessante analisar também a percepção de qualidade por parte dos clientes, a fim de entender se o que você considera importante está dentro das expectativas do público. 

Ao assegurar o cumprimento dos indicadores de qualidade, o empreendedor garante uma boa experiência do cliente, o que é fundamental para a fidelização

2. Indicador de produtividade

Já os indicadores de produtividade medem o desempenho dos colaboradores e também as condições de trabalho. Ao conhecer este KPI, é possível ajustar o que precisa para que a produtividade aumente, mantendo a qualidade e sem sobrecarregar a equipe.

Para exemplificar, digamos que você tenha uma cafeteria, onde o barista consegue produzir 10 unidades de café espresso por hora. 

Sabendo deste indicador, ao acompanhar diariamente o trabalho do barista, você percebe que, em dias mais agitados, ele consegue produzir apenas 2 xícaras a mais de espresso. Por conta da demora, os clientes reclamam. 

Ao conversar com ele, descobre que uma máquina mais potente pode dobrar a produção por hora. Então, decide comprar uma nova e, a partir de agora, o novo indicador de produtividade será 24 xícaras no mesmo intervalo de tempo. 

3. Indicador de lucratividade

O indicador de lucratividade indica quanto, efetivamente, determinada venda gerou de lucro para a empresa, ao retirar os custos fixos e variáveis. 

Este indicador pode ser calculado através da fórmula:

Lucratividade = Lucro líquido / Receita líquida x 100

Assim como os outros indicadores que falamos até agora, a lucratividade também depende do nicho de atuação e do que é vendido. 

Contudo, para definir este indicador, é importante analisar outro aspecto: a precificação. Com os preços corretos, você paga as contas da empresa, guarda uma reserva financeira para imprevistos e ainda obtém lucro. 

O contador pode te ajudar neste processo e a Conta Azul te ajuda a encontrar este profissional: clique aqui para fazer uma busca! 

4. Indicador de turnover

O KPI de turnover indica quantos colaboradores deixaram a empresa em um determinado período. Trata-se de um indicador importante, considerando que demissões e admissões são custosas. 

O ideal é ter um baixo índice de turnover, que não ultrapasse os 5%. Este KPI pode ser calculado pela fórmula:

(Admissões + demissões/ total de colaboradores) X 100, em um dado espaço de tempo, que geralmente é mensal.

5. Indicador de rentabilidade 

O indicador de rentabilidade tem muito a ver com os índices de lucratividade, porém de uma forma mais geral: este KPI indica se a empresa como um todo é ou não rentável, ou seja, capaz de gerar lucros. 

Para ser calculado, você deve analisar a margem de lucro e a taxa de ROI - Retorno Sobre o Investimento.

Aproveite para baixar o Guia Definitivo dos Indicadores para Pequenas Empresas e se aprofunde no assunto. 

Organize metas, objetivos e tenha os melhores resultados! 

Após analisar todos os indicadores que você aprendeu neste conteúdo, chegou a hora de identificar o que precisa ser ajustado na empresa. Isso é fundamental para a definição de metas e de objetivos do negócio. 

Mesmo que durante um bom tempo as planilhas e as anotações manuais foram os seus melhores amigos, a tecnologia é a amizade sincera que você precisa para monitorar os indicadores de processos e fazer uma gestão mais eficiente. 

Afinal, o tempo é precioso demais para ser gasto com tarefas que a tecnologia pode otimizar, como a digitação de documentos, fazer caixa e conferir lançamentos.

Não sabe por onde começar? Então comece conhecendo a Conta Azul Pro!

A CA Pro é uma plataforma 100% online de gestão integrada para empresas. Com ela, todos os setores do negócio, como estoque, vendas, financeiro e contabilidade são conectados em um único local.

Vendeu? Pagou uma conta? Recebeu pagamento de cliente? Movimentações como essa são atualizadas automaticamente, sem precisar conferir nada. 

Você ainda pode acompanhar as vendas, o estoque e o financeiro pelo celular, no App Conta Azul de Bolso

Experimente agora todas essas facilidades sem pagar nada: clique aqui para aproveitar um teste grátis, sem compromisso! 

Leia mais

Newsletter

Faça agora a gestão financeira do
seu negócio em um único lugar