Formalidade e informalidade: uma grande questão para os negócios

Formalidade e informalidade: uma grande questão para os negócios

Um dos principais dilemas das pessoas que estão começando a empreender refere-se à formalidade e informalidade do empreendimento. O que vale mais a pena? A resposta a essa pergunta até pode ser fácil, afinal, é claro que fazer tudo dentro da lei e de forma correta é sempre a escolha certa. O problema é que muitos temem que a solicitação do registro exija um alto custo de abertura e manutenção, resultando no pagamento de altos encargos.

Um sistema de gestão que conecta as áreas da sua empresa: do financeiro ao comercial

Mas a verdade é que essa opção é extremamente benéfica, seja você um MEI (microempreendedor individual) , seja dono de um micro ou pequeno negócio. Vamos mostrar o porquê.

Perigos da informalidade

Embora possa parecer mais vantajoso em um primeiro momento, a informalidade é um verdadeiro empecilho para o crescimento corporativo. Primeiro porque muitos clientes não se sentem seguros em firmar um acordo com empresas informais e a impossibilidade de receber nota fiscal é uma das razões para isso. Como resultado, as chances de fechar contratos vantajosos tanto no meio privado quanto no público são praticamente inexistentes e, consequentemente, de expandir sua influência no mercado também.

Se você trabalha com a venda de produtos, existe outro problema a ser considerado: a insegurança em relação aos produtos em estoque. Caso seja feita uma fiscalização em seu empreendimento e exista mercadoria sem nota fiscal, ela será toda recolhida, de modo que o investimento será perdido. É um risco que não vale a pena correr.

Nós bem sabemos que a concorrência no mercado pode ser desleal, principalmente quando pensamos em negócios informais que vendem as mesmas soluções por um preço muito baixo. Somando isso às dificuldades em realizar o registro, alguns empresários costumam questionar se a formalização realmente vale a pena. Mas acredite, o retorno obtido é bem maior.

Os benefícios da formalidade

Para que possa visualizar melhor, listamos todas as vantagens que você pode conquistar ao portar um Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), incluindo desde a  cobertura da Previdência Social até a possibilidade de captação de crédito para expansão. Além disso, a carga tributária é bem menor e mais simplificada para MEI e pequenas empresas  (optantes pelo Simples Nacional) do que às impostas para as médias e grandes.

E isso é apenas o começo. Confira!

Previdência Social

A formalização de uma empresa permite a cobertura previdenciária. Assim, é possível obter auxílio financeiro em caso de doença, acidente, maternidade, aposentadoria ou morte. Isso proporciona mais segurança tanto para você quanto para os profissionais que contratou, evitando pendências trabalhistas.

Simplicidade para conseguir o alvará

Este documento é indispensável para o funcionamento de qualquer negócio e é adquirido gratuitamente após o cadastro no Portal do Empreendedor. Enquanto o documento oficial não é emitido, processo que dura entre 60 e 120 dias, o empresário recebe um provisório na hora, permitindo o início imediato das atividades. É importante lembrar que a prefeitura tem até 180 dias para revogar a autorização, caso haja algum problema. Se tudo estiver em ordem, o alvará torna-se permanente após esse período.

Benefícios fiscais

A carga tributária para MEI e pequena empresa é menor em relação à das empresas de médio e grande porte. Isso porque esses dois tipos de empreendimento são beneficiados pela facilidades do Simples Nacional, um regime tributário que unifica o pagamento de todas as alíquotas em uma única guia. Vale ressaltar que esse sistema gera uma taxa mensal única de impostos, de modo que quitar as obrigações tributárias torna-se um processo fácil.

Apoio na organização e nas finanças

Se você precisar de ajuda para organizar as finanças, o Sebrae oferece cursos presenciais e a distância focados na orientação e assessoria para os negócios. Outras organizações também podem ajudar, como a Endeavor e a própria ContaAzul, que oferece guias e ferramentas, além de cursos online. Com tudo isso, pode-se adquirir o conhecimento necessário para gerir sua empresa de forma eficaz. A formalização também permite que os empreendedores enquadrados como MEI contem com o auxílio de uma rede de contadores que oferecem serviços gratuitos durante o primeiro ano de funcionamento.

Acesso a serviços bancários

Com a regularização, a falta de recursos não será mais uma barreira para seu crescimento. O CNPJ permite abrir uma conta bancária corporativa e adquirir crédito, principalmente em instituições públicas como o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Nordeste. Os bancos oferecem opções de financiamento com redução de tarifas e com juros mais baixos para pessoas jurídicas. E a lógica é simples: se uma empresa cresce, ela pode movimentar a economia local e gerar empregos.

Contratação com um custo menor

Para os microempreendedores individuais e as empresas optantes do Simples Nacional, a contratação de funcionários acaba tendo um custo menor do que para as outras empresas. Isso porque o MEI tem os impostos e tributos recolhidos em um só documento e as pequenas empresas, por pagarem imposto reduzido sobre a folha de pagamento — a diferença é de cerca de 40%.

Ou seja, mais uma economia que pode ser direcionada para o desenvolvimento dos serviços. Além de ser positivo para o empresário, também será para o profissional contratado, pois ele terá os todos os direitos garantidos por lei e, consequentemente, se sentirá mais motivado e seguro. O resultado? A produção dele será bem melhor.

Dar início a uma empresa exige dedicação e cuidado. Por isso, nada melhor que começar com o pé direito, com todos os documentos necessários para formalização. Afinal, além de facilitar o crescimento do seu negócio, certamente serão evitadas futuras dores de cabeça. Ainda ficou com dúvidas? Então entre em contato e fale com nossa equipe de especialistas. Todos estão prontos para ajudá-lo.

Como abrir uma empresa? Passo a passo para tirar as ideias do papel  Preparamos um guia para descomplicar o processo de abertura do seu negócio Baixar o guia agora

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?