Por que sua empresa deve pagar impostos em dia

0 Comentários Publicado:  Assunto: Controle Financeiro, Fiscal e Tributário

Empresa deve pagar impostos em dia

Quando a gestão falha, as contas se acumulam e o dinheiro fica curto, há quem prefira não pagar impostos em dia. Entre as pequenas empresas, os valores em atraso superam com folga a casa dos bilhões. Para elas, o novo programa federal de parcelamento tributário vem em boa hora. Mas vantajoso mesmo é honrar seus compromissos e, neste artigo, vamos entender o porquê.Conecte-se a seus clientes  Ganhe produtividade em seu escritório com a integração contábil do ContaAzul  para Contadores Quero mais produtividade

Mais um programa para parcelar impostos

O governo federal segue tentando recuperar o prejuízo tributário causado pela sonegação de impostos. Depois que o mutirão de regularização, realizado entre dezembro e março, permitiu que mais de 340 mil empresas parcelassem R$ 20 bilhões em dívidas, nova iniciativa foi lançada para arrecadar mais R$ 13 bilhões.

Proposto na Medida Provisória nº 783, o Programa Especial de Regularização Tributária (PERT) abrange débitos de natureza tributária e não tributária, vencidos até 30 de abril de 2017. Valores de parcelamentos anteriores, rescindidos ou ativos, também podem ser regularizados agora. A adesão vai até 31 de agosto.

Conforme destacou o Estadão em sua edição de 5 de junho, esse é o 31º programa federal desde 2000 que beneficia pagadores em atraso. O veículo destaca que a frequente reedição desse tipo de iniciativa assegura que “não pagar tributos em dia virou um negócio vantajoso”, estimulando o atraso e a sonegação. “O bom contribuinte, que com dificuldades cumpre em dia seus compromissos, tem motivos para se sentir logrado”, diz o texto.

Embora a crítica do tradicional jornal seja bem fundamentada, não é saudável ao empreendedor correto, que sempre se esforça para pagar impostos em dia, ter esse tipo de visão. Afinal, a inadimplência oferece muitos riscos, de forma que até mesmo a sequência de parcelamentos não faz do devedor um gestor esperto.

Pagar impostos em dia vale a pena

Entre pagar impostos em dia e arcar com multas e juros pelo atraso, dificilmente alguém veria vantagens na segunda opção. Mas e se parte da multa for perdoada, como acontece a cada programa de parcelamento de débitos, será que ainda vale a pena ser um contribuinte pontual? Há boas razões para acreditar que sim.

Sai mais barato

Como qualquer iniciativa do tipo, o PERT promove uma espécie de anistia fiscal, já que reduz o montante devido e ainda permite o parcelamento da dívida. Apesar do benefício, o atraso não é exatamente perdoado e há uma multa a pagar, além do acréscimo de juros com base na Taxa Selic mensal, mais 1%. Assim, fica claro que pagar imposto em dia ainda sai mais barato.

Mantém seu nome limpo

Na sua política de controle da inadimplência, devem existir regras para afastar sua empresa dos maus pagadores, cujo histórico denuncia a existência de débitos não quitados, não é? Pois seus fornecedores também preferem conceder crédito apenas para quem tem o nome limpo. É o que acontece com quem paga seus impostos em dia.

Abre o caminho para licitações

Você sabia que a apresentação de uma certidão negativa de débitos é condição exigida para a participação em processos licitatórios? Então, como podemos concluir, fazer contratos com o governo é uma oportunidade limitada a quem está em dia com seus tributos.

Amplia o controle das finanças

Há uma questão lógica que favorece o pagamento de impostos dentro do prazo exigido: é uma conta a menos. Pode parecer bobagem, mas quanto mais compromissos financeiros a empresa assume, maior é a dificuldade de controlar o dinheiro que entra e sai do caixa. Aliás, essa é a origem de muitos atrasos: o empreendedor simplesmente se perde em meio às contas.

Permite focar no negócio

O PERT prevê a quitação do débito em até 175 parcelas. São quase 15 anos de preocupação com uma dívida para o empreendedor. Quanto mais tempo ele perde calculando multas, juros e se preocupando quanto à forma que cada nova parcela repercute no orçamento, menos ele se dedica ao próprio negócio.

Possibilita sonhar mais alto

Pela mesma razão que acabamos de citar, é muito mais saudável para a empresa planejar o futuro e estabelecer metas totalmente livre de pendências. Qualquer estratégia é prejudicada quando se sabe que haverá uma conta a ser paga todos os meses por longos anos. Ainda que o valor seja baixo, é sempre um dinheiro que poderia ser reinvestido no negócio.

Como ser assíduo no pagamento de impostos

Nem sempre o atraso ao pagar impostos é intencional. Por vezes, o gestor tem boa índole, se envergonha por postergar uma conta, mas é vítima da própria desorganização ou de uma dificuldade financeira mal enfrentada. Se você se identifica com esse cenário, a solução muito provavelmente passa pelo apoio do contador.

A primeira medida a adotar é o planejamento tributário, instrumento que possibilita pagar menos impostos sem infringir a lei. Pode ser um ajuste no regime de recolhimento de impostos, o registro de uma nova atividade principal ou o aproveitamento de um benefício fiscal até então ignorado.

Como especialista que é, o profissional contábil pode facilmente identificar onde é possível promover o corte de custos inteligente na sua empresa. Ao se dedicar aos números do fluxo de caixa e à sua análise, ele observa por onde o dinheiro tem escapado.

Tudo o que o contador fizer pode repercutir positivamente no saldo do caixa, mas a atitude fundamental precisa partir do empreendedor. Ser disciplinado no registro de receitas e despesas é obrigatório, assim como realizar a conciliação bancária e não perder o vencimento de nenhuma conta.

A boa notícia é que a tecnologia dá uma mãozinha em todas as principais tarefas. Afinal, a adoção de um sistema de gestão online automatiza muitos desses processos, permitindo ao empresário se concentrar muito mais nos aspectos operacionais do negócio.

O atalho nem sempre é o melhor caminho

Neste artigo, vimos que o governo federal acabou de lançar um novo programa para parcelar débitos de pequenas empresas. Quem escolhe não pagar impostos em dia vai pelo caminho mais fácil, que é empurrar o problema mais para a frente e tirá-lo do campo de visão. Mas tal atalho tem pouco de vantajoso e nada de saudável.

O grande problema da inadimplência e da sonegação de impostos é que a dívida é como um bumerangue: a conta sempre volta e, quando isso acontece, ela retorna com força total e ainda mais pesada.

Seja inteligente e escolha o caminho dos pagamentos em dia. Ele pode não ser fácil e exigir mais de você enquanto empreendedor, mas o destino lá no final será muito mais tranquilo e recompensador. Guia Planejamento Tributário  Veja a importância desse plano para reduzir as despesas do seu negócio Baixar agora

E você, o que tem feito para pagar impostos em dia e evitar juros e multas? Comente!

Carin Tom
Sobre o autor

Coordenadora Sped e NF-e na ContaAzul. É formada em Ciências Contábeis pela Univille e pós-graduada em Direito Tributário e Contabilidade Tributária pela Universidade Católica de Santa Catarina.

MUDANDO UM POUCO DE ASSUNTO

0 Comentários
 
<https://universidade.contaazul.com/convite-webinar-contaazul-para-iniciantes-2017?utm_source=modal3_webinar&utm_medium=cta_modal3_webinar&utm_campaign=modal3_webinar_img>  Treinamento Online (vagas limitadas):  ContaAzul na Prática   <https://universidade.contaazul.com/convite-webinar-contaazul-para-iniciantes-2017?utm_source=modal3_webinar&utm_medium=cta_AB_modal3_webinar&utm_campaign=modal3_webinar_text>  Ver Mais Cursos   <https://contaazul.com/cursos-online/?utm_source=modal3_webinar&utm_medium=cta_AB_modal3_webinar&utm_campaign=modal3_webinar_cta_go>  Inscreva-se Grátis!  <https://universidade.contaazul.com/convite-webinar-contaazul-para-iniciantes-2017?utm_source=modal3_webinar&utm_medium=cta_AB_modal3_webinar&utm_campaign=modal3_webinar_cta_app>
 
newsletter

Junte-se a mais de 800 mil donos de negócios:
receba nossas novidades e dicas sobre controle financeiro e gestão!