Empreendedorismo nas séries de TV

Empreendedorismo nas séries de TV

Se você tem o próprio negócio (ou sonha em ter um) e é fã de séries de TV, provavelmente já identificou alguns personagens com aquele espírito de um empreendedor individual, parecido com o seu. Normalmente, esses personagens passam por grandes adversidades e conseguem superá-las após uma ou outra temporada.

Um sistema de gestão que conecta as áreas da sua empresa: do financeiro ao comercial

Bem longe da ficção do mundo da TV, a vida real pode ser um pouco mais desafiadora para o pequeno empreendedor. Ainda assim, é possível extrair importantes lições sobre empreendedorismo desses personagens tão marcantes! Confira.

Nolan Ross (Revenge)

Nem só de vingança e festas é feito o seriado Revenge, que se passa nas luxuosas mansões dos Hamptons. Nolan Ross, apesar de membro da alta-sociedade da região, começou sua carreira na própria garagem, como um simples nerd aficionado por programas de computador. Com o passar do tempo, o personagem demonstrou cada vez mais versatilidade ao aplicar seus conhecimentos de informática nas mais variadas situações, muitas delas para salvar sua amiga e protagonista da série, Emily Thorne. No final de cada temporada, fora o carisma de Nolan, a lição que extraímos desse personagem é que um empreendedor de sucesso não vive sozinho. É preciso ter bons (e confiáveis) amigos ao seu lado para tornar a jornada mais divertida — e bem-sucedida.

Walden Schmidt (Two and a Half Men)

Esse bilionário da internet veio para substituir o clássico personagem de Charlie Sheen no seriado. Com um bom olho para novos investimentos e emoções à flor da pele, Walden Schmidt é um bom exemplo de empreendedor que coloca família e amigos em primeiro lugar. Sua parceria e amizade com Alan tornaram-se o chamariz do seriado e hoje podem ser encaradas como fonte de inspiração para outros empreendedores em busca de algo mais que só trabalho e horas a fio no escritório.

Will McAvoy (The Newsroom)

The Newsroom foi um dos seriados que mais sacudiu a TV a cabo norte-americana recentemente. A ideia de um âncora de jornal de TV que decide fazer jornalismo de qualidade e contracorrente pode ajudar muito empreendedores a sair da mesmice do mercado e buscar novas alternativas para seus negócios. Assim como Will McAvoy, por que não investir no core business de sua empresa para oferecer o melhor serviço possível a seus consumidores? Em vez de se preocupar somente com o apoio de patrocinadores, o personagem decide se destacar pela qualidade de seu trabalho e pela singularidade de um jornal desprovido de imparcialidade e discrição ao exibir suas notícias.

Leslie Knope (Parks and Recreation)

Parks and Recreation pode parecer à primeira vista um seriado sobre o funcionalismo público, mas é muito mais que isso! Leslie Knope, a ambiciosa e visionária servidora da prefeitura de Pawnee, demonstra como lidar com dificuldades orçamentárias, competição entre profissionais de uma mesma equipe e a falta de criatividade que assola a maioria dos ambientes corporativos hoje em dia.

Caroline Channing e Max Black (Two Broke Girls)

Essas duas divertidas personagens mostram aos telespectadores que até mesmo nas mais adversas situações é possível extrair boas risadas. Apesar de todas as dificuldades financeiras enfrentadas por Caroline e Max, elas não desistem facilmente de seu sonho e continuam trabalhando (ainda que de centavo a centavo) na busca pelo negócio próprio, demonstrando efetivamente aos telespectadores o que é empreendedorismo.

Para mais dicas sobre como abrir um negócio sendo um microempreendedor e não precisar passar pelas mesmas dificuldades que Caroline e Max, confira este passo-a-passo sobre como tirar suas ideias de um negócio do papel.

Como abrir uma empresa? Passo a passo  Guia descomplicado para tirar as ideias do papel Baixar o guia agora

O que achou desses personagens e sua relação com o empreendedorismo? Tem outros exemplos de empreendedores de sucesso nas séries de TV? Deixe aqui seu comentário!

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?