Empreendedorismo com A Grande Família

empreendedorismo2.jpg

“Essa família é muito unida e também muito ouriçada…”, ontem foi o último episódio da série que foi um dos maiores sucessos da TV brasileira. A vida imita a arte. A Grande Família retratou e inspirou muita gente. Nos negócios não poderia ser diferente: tiramos muitas lições de empreendedorismo com as personagens que se arriscaram nesse mundo.

Beiçola em sua pastelaria, Agostinho Carrara e sua frota de táxi – com Bebel sua auxiliar administrativa que depois toma conta do negócio, Lineu e Dona Nenê em seu restaurante.

Um sistema de gestão que conecta as áreas da sua empresa: do financeiro ao comercial

Como sempre, podemos tirar lições inspiradoras para o empreendedorismo. Confira agora os três empreendimentos que A Grande Família deixou para nos inspirarmos nos negócios!

Pastelaria do Beiçola – Acredite no seu negócio

A pastelaria do Beiçola existe há 50 anos! Apesar de passar por algumas dificuldades financeiras e de ele ficar até desanimado com o empreendimento, nunca fechou as portas. Beiçola replanejou seu negócio sempre que o desânimo bateu. E o mais importante: por ser um empreendimento alimentício sempre se manteve em dia com as regulamentações. Até porque, Lineu estava sempre de olho.

Carrara Táxis – Lute pelo o que quer (com uma dose de esperteza)

Agostinho foi de tudo na série: gerente de motel, político, taxista e dono do próprio negócio. Entre altos e baixos, uma lábia e outra, conseguiu abrir a Carrara Taxis, uma frota de táxi, junto com o seu sócio Paulão. Conseguiu lucrar com o empreendimento (apesar de que, na gestão de Bebel é que as finanças decolaram) e aumentou a quantidade de funcionários. Mas, as lições mais importantes que Agostinho nos deixa são: sempre renegocie sua dívida e quando estiver com a grana curta economize tudo que puder.

 

Nenê e Lineu – Nunca é tarde para empreender

Lineu após trabalhar na Adega do Braga, resolveu junto com a amada Nenê abrir um restaurante. Os dois planejaram juntos o negócio. Nenê toma conta da cozinha e Lineu das finanças. Além de nos mostrarem que negócios familiares podem dar certo, os dois nos deixam a maior lição: com amor no que faz nunca é tarde para começar.

Com certeza A Grande Família vai deixar saudades. A série teve sua primeira temporada em 2001 e contou de forma divertida a realidade de muitas famílias brasileiras.

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?