EBITDA: o que é, como calcular e por que usar esse indicador financeiro

O EBITDA é útil para avaliar a geração de caixa e tomar decisões de investimento. Entenda como calcular e quando usar.

O EBITDA é um indicador financeiro muito usado para tomar decisões de investimento. 

Sua função é mostrar a capacidade de geração de caixa operacional da empresa e informar aos investidores como anda a eficiência e produtividade do negócio. 

Para isso, ele considera os resultados da organização antes da dedução de impostos, juros, depreciação e amortização

Vamos entender melhor como é feito esse cálculo e como avaliar o EBITDA ao longo do guia:

Continue lendo para saber tudo sobre esse indicador e usá-lo da forma correta

O que é EBITDA?

EBITDA significa Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization, ou Lucros Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização (LAJIDA) em português.

No caso, estamos falando de um dos indicadores financeiros mais usados para avaliar empresas de capital aberto — ou seja, sociedades anônimas que vendem ações na bolsa de valores e aquelas que possuem um alto grau de relacionamento com investidores. 

Por isso, é provável que você já tenha visto o EBITDA em notícias sobre o desempenho de ações, já que a sigla é famosa entre os investidores que acompanham as análises de mercado.

Acompanhe em tempo real a saúde da sua empresa  Na Conta Azul Pro, você controla online o fluxo de caixa diário e mensal. Experimente grátis  Não precisa de cartão, nem de cadastros complexos

Basicamente, esse indicador informa qual foi o lucro de uma empresa antes de serem descontados os gastos com impostos e juros, e também as perdas com depreciação e amortização.

Ou seja: é uma forma de analisar somente a geração de caixa operacional da empresa, sem levar em conta custos que não estão ligados à essência do negócio (impactos financeiros e de impostos sobre o lucro).

Para que serve o EBITDA

O EBITDA é muito utilizado para avaliar a capacidade de geração de valor de uma empresa de capital aberto, calculando os múltiplos de EBITDA em alguns casos.

Isso porque ele permite verificar o real desempenho da organização em um determinado período, eliminando fatores difíceis de serem mensurados como o impacto de financiamentos, impostos e decisões contábeis.

Dessa forma, o EBTIDA expõe o que interessa aos investidores: a produtividade e eficiência do negócio e sua capacidade de gerar ganhos ao longo do tempo. 

Por isso, ele é usado para comparar empresas do mesmo setor, isolando apenas os resultados gerados pela atividade econômica.

Da mesma forma, uma empresa que gera muito lucro mas está endividada pode demonstrar sua capacidade de geração de valor aos investidores antes de descontar os juros e encargos. 

Além disso, os analistas financeiros podem usar o indicador para verificar se a empresa se tornou mais eficiente de um ano para o outro, desconsiderando fatores externos.

Por isso o EBITDA é um dos principais critérios utilizados no mercado financeiro para decidir se vale a pena investir em uma empresa.

EBITDA x lucro líquido

É importante saber a diferença entre EBITDA e lucro líquido para entender a importância desse indicador. 

Basicamente, o lucro líquido é o resultado contábil final da empresa, que mostra quanto sobrou no caixa após a dedução de todos os custos e despesas — incluindo juros, impostos, depreciação e amortização.

Já o EBITDA indica justamente o valor do lucro antes da operação da companhia.

Se a análise for feita somente com base no lucro líquido, o impacto de juros, financiamentos e depreciação pode reduzir consideravelmente o resultado final da empresa, mesmo que ela esteja gerando um bom caixa e caminhando para um futuro promissor. 

Da mesma forma, o lucro líquido pode ser inflado por investimentos não relacionados às atividades do negócio, dificultando a análise da geração de caixa.

Por isso, o EBITDA é uma maneira mais confiável de analisar o potencial real da empresa para gerar lucros aos sócios e acionistas. 

EBITDA x EBIT x EBITDA ajustado

Além do EBTIDA, também existem dois indicadores muito semelhantes chamados EBIT e EBITDA ajustado.

O EBIT é basicamente o EBITDA sem a depreciação e a amortização, ou “Earning Before Interest and Taxes” (Lucros Antes de Juros e Tributos). 

Ele representa o verdadeiro lucro contábil da empresa, enquanto o EBITDA está mais voltado aos resultados que refletem diretamente no caixa. 

Já o EBITDA ajustado é uma adaptação do indicador à realidade da empresa, dependendo das particularidades que afetam suas operações ou itens esporádicos que afetaram o EBITDA. Para fins comparativos, essas particularidades são excluídas, e daí vem a denonimação “ajustado”. 

Logo, algumas empresas divulgam tanto o EBITDA quanto o EBITDA ajustado, deixando claro qual foi o ajuste realizado e apresentando uma justificativa para o mesmo. 

Crie relatórios empresariais em poucos cliques  DRE, relatórios de vendas ou serviços e fluxo de caixa. Tudo na Conta Azul Pro. Experimente grátis  Não precisa de cartão, nem de cadastros complexos

Como calcular o EBITDA em 4 passos

O cálculo do EBITDA exige algum conhecimento em contabilidade, pois os dados são retirados de demonstrativos contábeis. 

Siga o passo a passo para calcular o seu.

1. Entenda os componentes do EBITDA

Para chegar ao valor do EBITDA, primeiro você precisa entender cada um dos elementos que compõem esse indicador.

São eles:

  • Lucro operacional líquido: é o valor obtido pela empresa após a dedução das despesas operacionais da receita líquida, ou seja, o lucro gerado unicamente pela operação do negócio
  • Juros: são os percentuais cobrados sobre o valor de empréstimos e financiamentos da empresa
  • Receitas financeiras: são as receitas oriundas de suas aplicações financeiras em instituições financeiras.
  • Impostos: compreendem toda a carga tributária cobrada com base nos resultados da empresa (Ex: IRPJ e CSLL)
  • Depreciação: é a perda de valor gradual de produtos e equipamentos ao longo do tempo, como ocorre com veículos usados  
  • Amortização: é a perda de valor de bens intangíveis que possuem direitos ou existência limitada (Ex: marcas e patentes) 

2. Calcule o lucro operacional líquido

Agora que você entendeu os componentes do EBITDA, o próximo passo é calcular o lucro operacional líquido para utilizar na fórmula.

Na realidade, você não precisa nem fazer o cálculo, pois esse valor já consta no DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício) da empresa.

Segundo a Instrução CVM nº 527/2012 da Comissão de Valores Mobiliários, toda empresa deve calcular o EBITDA com base “nos números apresentados nas demonstrações contábeis de propósito geral”

No relatório DRE Gerencial, você vai encontrar o lucro operacional no “Resultado antes de IRPJ CSLL”, que é basicamente o lucro bruto após o desconto das despesas operacionais (despesas administrativas, comerciais e financeiras) e antes dos impostos. 

Se preferir, você também pode fazer o cálculo:

Lucro operacional líquido = Receita líquida - Custo das Mercadorias Vendidas (CVM) - Despesas operacionais 

3. Aplique a fórmula do EBITDA

Depois de obter o lucro operacional líquido, basta aplicar a fórmula do EBITDA:

EBITDA = Lucro operacional líquido + Depreciações + Amortizações

Por exemplo, se uma empresa possui lucro líquido de R$ 100 milhões, depreciações de R$ 10 milhões e amortizações de R$ 20 milhões, o EBITDA será de R$ 130 milhões — simples assim.

Na realidade, os investidores nem precisam fazer o cálculo do indicador, pois ele já vem discriminado nos resultados divulgados pela empresa — lembrando que as empresas de capital aberto são obrigadas a publicar seus demonstrativos financeiros e contábeis. 

Por exemplo, nos resultados divulgados pela Petrobras no primeiro trimestre de 2020, o EBITDA foi de 36 bilhões

4. Calcule a margem EBITDA

Além do EBITDA, você também pode calcular a margem EBITDA com a seguinte fórmula:

Margem EBITDA = (EBITDA / Receita líquida) x 100

Supondo que a empresa do exemplo anterior tenha uma receita líquida de R$ 800 milhões no período, o resultado seria uma margem EBITDA de aproximadamente 16,2%.

Teoricamente, quanto maior for esse percentual, mais lucrativa  é a operação da organização. 

Exemplo de cálculo do EBITDA

Para deixar mais claro o conceito de EBITDA, vamos analisar um exemplo de cálculo a partir de um DRE.

Simplifique a gestão financeira da sua empresa  Controle as finanças online e em poucos cliques na Conta Azul Pro. Experimente grátis  Não precisa de cartão, nem de cadastros complexos

Imagine uma empresa com os seguintes resultados no relatório:

  • Receita Operacional Bruta: R$ 15.000,00
  • (-) Deduções da Receita Bruta: (R$ 2.000,00)
  • (=) Receita Operacional Líquida: R$ 13.000,00
  • (-) Custo dos Produtos Vendidos: (R$ 7.000,00)
  • (=) Lucro Bruto: R$ 6.000,00
  • (-) Despesas Operacionais: (R$ 3.500,00)
    • Despesas com Vendas: (R$ 2.200,00)
    • Despesas Gerais e Administrativas: (R$ 1.300,00)
  • (=) Lucro Operacional (Resultado antes de IRPJ e CSLL): R$ 2.500,00.

Com o valor do lucro operacional, fica fácil encontrar o EBITDA:

  • (=) Lucro Operacional (Resultado antes de IRPJ e CSLL): R$ 2.500,00
  • (+) Depreciação: R$ 150,00
  • (+) Amortização: R$ 100,00
  • (=) EBITDA: R$ 2.750,00
  • (=) Margem EBITDA: 21%.

Logo, você só precisa do DRE para fazer o cálculo do EBITDA e avaliar a geração de caixa da organização.

Como analisar o EBITDA

O EBITDA é um indicador valioso para mensurar o desempenho de caixa da empresa e sua capacidade de gerar valor a partir das atividades principais, mas deve ser utilizado com cuidado.

Como qualquer KPI, ele tem suas limitações e precisa ser usado em conjunto com outros indicadores para uma análise mais abrangente. 

Um erro comum de investidores é considerar apenas o EBITDA para avaliar a saúde financeira da empresa.

O problema é que esse indicador não revela se a organização está muito endividada, se paga juros muito altos ou se possui equipamentos ultrapassados, por exemplo. 

Sua função é mostrar apenas o potencial de geração de caixa, e não a performance financeira como um todo. 

Por isso, ele é útil nos processos de valuation (avaliação de empresas) dos investidores, mas não dispensa o uso de indicadores como faturamento, margem de lucro, liquidez corrente, lucratividade e rentabilidade.

Vantagens e desvantagens de usar o EBITDA

Utilizar o EBITDA como indicador de desempenho financeiro tem suas vantagens e desvantagens na análise de investimentos. 

Estes são alguns motivos para usá-lo:

  • Identificar e acompanhar a evolução da eficiência e produtividade da empresa
  • Analisar a capacidade de geração de caixa isoladamente
  • Comparar empresas de diferentes setores ou países, já que se trata de um indicador universal
  • Acompanhar a evolução da geração de caixa.

Por outro lado, o EBITDA tem suas desvantagens:

  • Não é confiável para avaliar a saúde financeira da empresa como um todo
  • Pode omitir dívidas e comprometimento dos recursos com juros
  • Não mostra se a empresa possui maquinário obsoleto 
  • Omite a alta alavancagem da empresa
  • Não pode ser o único indicador avaliado em uma análise
  • Não mostra o verdadeiro volume em caixa
  • Pode esconder manobras contábeis.

Indicadores derivados do EBITDA

O EBITDA também é utilizado para compor outros indicadores que complementam a análise financeira da empresa, tais como:

  • EV/EBITDA: relação entre o valor da empresa (em inglês, Enterprise Value ou EV) e o EBITDA
  • EBITDA/Despesas financeiras: indica a relação entre o caixa gerado pela empresa e suas despesas financeiras do período
  • DL/EBITDA: mede a relação entre a Dívida Líquida (DL) e o EBITDA, para verificar se a empresa tem capacidade de quitar suas dívidas com a geração de caixa
  • EBITDA/vendas: compara o volume de recursos da empresa em relação ao volume bruto das vendas
  • EBITDA/patrimônio líquido: permite comparar o quanto a empresa obteve com sua atividade com o volume de recursos próprios investidos.

Calcule o EBITDA e outros indicadores com a Conta Azul

O cálculo do EBITDA e de outros indicadores financeiros importantes para a sua empresa pode ser feito rapidamente com o apoio da tecnologia.

Com a plataforma de gestão online da Conta Azul, você conta com um DRE Gerencial completo que resume todas as movimentações financeiras do negócio e ainda tem acesso a análises de pagamentos e recebimentos, posição de contas e outros relatórios gerenciais essenciais.

Além disso, o sistema permite que você acompanhe o fluxo de caixa de perto, emita notas fiscais e boletos de cobrança, monitore indicadores de vendas, entre outras funções.

Acompanhe em tempo real a saúde da sua empresa  Na Conta Azul Pro, você controla online o fluxo de caixa diário e mensal. Experimente grátis  Não precisa de cartão, nem de cadastros complexos

Assim, você tem uma visão geral do seu negócio em um único ambiente e consegue avaliar a saúde financeira de forma prática e ágil — e compartilhar todas essas informações com seu contador. 

E agora, ficou mais claro o que é EBITDA e para que serve esse indicador financeiro?

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?

 
<https://cta-service-cms2.hubspot.com/ctas/v2/public/cs/c/?cta_guid=50ebdc92-329a-40a1-9caf-fa81543a8adc&placement_guid=2fe57723-5fb5-47c5-b9eb-e06d10883d31&portal_id=652034&redirect_url=APefjpH-sJodulB40LkLn3KOdjabGsRQrvD-UzG_-mxgFGYOQY7Pax91wMczwqC9tjy6OjwX00HU_Bo7PUPMr5BIKOv40gMMcHS86PIGVrS7qRooJBOJ-7oexC4LmqeY82ilgISiw_vgWj_M6UrXXz1MrtJWPp1fCkV3L8k9Z1TtKD_8zvHbHbmBJ-eUK8zfoV_QfTmHP_eg4dFVeSu30yynTNlUDR2aWCt8pi1edP5oHylON5s64GfVFnCwR305nirbsqyzLULbK7y2JSzUtMlN7fQ4XNMBWGbmU8axTsYxArQmFT5Bef95SSu6-RPgLNW5AplENu_zmV3QuRJ6K_Gd5RpBPj09UQ&hsutk=69c6ede4c71301f633be694182efeb4b&canon=https%3A%2F%2Fblog.contaazul.com%2Fo-que-e-pro-labore-ab&click=2a99f1b9-eb95-4503-bbbb-7be3d73be873&pageId=5442744710&__hstc=99675841.69c6ede4c71301f633be694182efeb4b.1512590389679.1512590389679.1512647250062.2&__hssc=99675841.7.1512647250062&__hsfp=1187972499>  <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>   ContaAzul é o sistema de gestão online  para você organizar sua empresa   <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>  Quero Saber Mais  <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>   Experimente Grátis <https://contaazul.com/cadastro/>