Dificuldades mais comuns ao tentar registrar uma empresa

Dificuldades para registrar a empresa

Se tornar um empreendedor no Brasil não é uma tarefa fácil, principalmente para quem deseja abrir o próprio negócio. A dificuldade mais enfrentada é o excesso de burocracia para registrar uma empresa: são diversas as inscrições e licenças necessárias para que você possa iniciar as suas atividades e cada uma deve ser obtida em um órgão diferente.

Um sistema de gestão que conecta as áreas da sua empresa: do financeiro ao comercial

Em contrapartida, o número de micro e pequenas empresas têm crescido em proporções cada vez maiores no país. O aumento do poder de compra da população, somado ao surgimento de novas áreas comerciais e de prestação de serviços tem impulsionado a criação de novos negócios e consolidado outros como altamente lucrativos, atraindo investidores.

Apesar das dificuldades, ter uma empresa formalizada traz grandes benefícios para seu negócio, por isso é importante superar os problemas encontrados para realizar o registro. Pensando nisso, reunimos as dificuldades mais comuns ao tentar registrar uma empresa, com dicas e sugestões para te ajudar a superá-las.

1 – Excesso de burocracia

O número de licenças, inscrições e alvarás necessários para abrir uma empresa pode variar muito de acordo com o seu tamanho, forma de constituição e ramo de atividade. O registro de uma empresa se inicia na Junta Comercial ou no Cartório de Pessoas Jurídicas de seu Estado, onde você terá que entregar cópias de diversos documentos.

O segundo passo é a obtenção do CNPJ com o cadastro na Receita Federal do Brasil, ocasião em que você precisará entregar novamente cópias de vários documentos, inclusive de alguns já entregues na Junta Comercial.

Posteriormente, terá que obter o alvará de localização e funcionamento, realizar sua inscrição na secretaria de fazenda do Estado que está a sua empresa, se cadastrar no INSS. Também precisará de diversas licenças e inscrições nos órgãos de regulação estaduais e municipais, dependendo das características de sua empresa. E em todas essas etapas você precisará apresentar praticamente os mesmos documentos.

A solução para o futuro seria reunir todos os cadastros em um órgão único e/ou cadastro único, evitando o trabalho dobrado e a apresentação dos mesmos documentos várias vezes. Enquanto isso não acontece, é interessante que você conte com uma assessoria para ajudar no processo de registro de sua empresa. Lembre-se que correr o risco de ser multado por ter se esquecido de alguma licença necessária ou mesmo perdido o prazo quando falta um documento para determinado cadastro, pode representar um prejuízo muito maior do que o investimento pago a um contador para te ajudar nesse importante passo empresarial.

2 – Falta de orientação qualificada

A falta de orientação qualificada, principalmente nos órgãos públicos, é outra dificuldade enfrentada pelos novos empresários. É comum ter que voltar várias vezes no mesmo órgão porque sempre falta um documento. Isso acontece muitas vezes porque o funcionário que o recebe não confere todos os documentos apresentados, mas quando percebe que está faltando algum, já pede para você voltar sem verificar se falta mais outra coisa.

É importante se informar previamente sobre os documentos necessários para cada cadastro, o auxílio de um contador nessa hora faz toda a diferença, evitando a perda de tempo e diminuindo o prazo para início das atividades de sua empresa.

3 – Suportar as despesas durante o processo de registro

O prazo para registro de uma empresa pode chegar a até 120 dias, dependendo de suas características. Há vários gastos para o empresário durante esse período.

As despesas diretas para registrar uma empresa, ou seja, aquelas pagas na junta comercial ou em taxas próprias do registro, têm um custo que varia de acordo com o Estado e município que seu negócio será instalado, mas geralmente não têm um valor muito alto.

Todavia, há despesas indiretas que pesam no bolso do empresário. São despesas com aluguel, reforma do ponto comercial, honorários do contador, entre outros, que são suportados pelo empresário antes mesmo de iniciar suas atividades. Importante lembrar que o ponto empresarial já deve estar montado desde o início do processo de registro. Isso é necessário porque o zoneamento da cidade pode impedir o exercício de determinadas atividades em certos locais e a fiscalização dos órgãos de regulação, como bombeiros e vigilância sanitária, é feito durante o processo de registro, para finalmente ter um alvará de funcionamento.

Apesar de todas as dificuldades do processo de registro, possuir uma empresa formalizada vai beneficiar bastante o seu negócio, que pode se tornar extremamente lucrativo. Então pense em todo esse trabalho como um investimento. Agora é só seguir as nossas sugestões para diminuir as dificuldades e iniciar o registro de sua empresa.

Mas e você, qual foi a maior dificuldade que enfrentou para registrar a sua empresa? Comente!

Guia: Como abrir uma empresa  Conheça todo o processo de abertura de uma empresa. Baixar o guia agora

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?