Diferença entre parcelamento e pagamento recorrente

Sobre o que estamos falando?

  • Todo empreendedor precisa entender a diferença entre pagamento recorrente e parcelamento, pois são duas modalidades diferentes;
  • Para parcelar, o cliente precisa ter o valor total da compra de limite no cartão. Já no caso do pagamento recorrente, ele precisa apenas do limite das mensalidades;
  • O pagamento recorrente é uma inovação para clientes e empreendedores, pois possibilidade previsibilidade de receita e ainda ajuda a reduzir a inadimplência;
  • Quer alcançar mais resultados com a recorrência? Então conte com a Conta Azul para te ajudar nisso!

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Você já sabe que as opções de pagamento oferecidas por uma empresa impactam a rotina financeira, o controle de caixa e também a experiência do cliente, certo?  

Nesse sentido, nunca é demais lembrar que a diversidade nas formas de pagamento é algo que melhora a jornada de compra e contempla as pessoas, dando a elas a oportunidade de escolher o meio mais adequado para fechar negócio. 

Dentre as opções que você pode disponibilizar, estão o pagamento recorrente e o parcelamento, duas alternativas de cobrança às vezes confundidas, mas bem diferentes entre si. 

Neste conteúdo, você poderá tirar suas dúvidas sobre esses meios de pagamento e aprender mais sobre:

  1. O que é pagamento recorrente?
  2. O que é parcelamento?
  3. Quais são as diferenças entre os meios de pagamento?
  4. Quais são as vantagens do pagamento recorrente?
  5. Como a Conta Azul facilita a gestão de pagamentos recorrentes?

Faça a leitura e descubra como é fácil gerenciar pagamentos recorrentes usando a Conta Azul em sua rotina administrativa!

Já pensou em trabalhar com receitas recorrentes na sua empresa?

 

Cadastre o seu e-mail gratuitamente para conhecer o método de trabalho simples e mais utilizado para aumentar a vendas e gerar mais lucros.

 

O que é pagamento recorrente?

Pagamento recorrente — também conhecido como recorrência — é uma modalidade de cobrança muito usada por empresas que precisam receber valores mensais de seus clientes por um certo período. 

Vamos a um exemplo bem simples: com certeza você já se matriculou em um curso, contratou um serviço de streaming (como a Netflix) ou fechou um pacote na academia. 

Ao contratar esses serviços, você arca com uma mensalidade, que nada mais é do que o formato mais popular de pagamento recorrente. 

Fazendo isso, a empresa contratada informa o cliente sobre o valor a ser pago e a data de vencimento. O consumidor, por sua vez, recebe a cobrança no formato acordado (boleto, débito automático, lançamento no cartão de crédito etc) e deve quitar o valor mês a mês. 

A modalidade é muito usada para os chamados serviços contínuos, como cursos de longa duração, clubes de assinatura e plataformas de produtos digitais. Além de permitir a cobrança mensal, a recorrência pode ser usada em planos de pagamento trimestral, semestral e até anual.

Diferença entre parcelamento e pagamento recorrente

O que é parcelamento?

O pagamento parcelado dilui o valor a ser pago em um produto em prestações mensais, que podem conter juros aplicados. É o famoso pagamento a prazo.

Essa estratégia é muito aplicada no varejo físico e online e faz parte do hábito de compra de muitas pessoas. Segundo dados do Datafolha divulgados pelo portal UOL Economia, 75% dos usuários de cartão de crédito fazem compras parceladas.

Por falar em cartão de crédito, é por meio dele que a maioria dos parcelamentos ocorrem. O valor total da compra é subtraído do limite e, conforme as parcelas são pagas, este mesmo vai reduzindo. 

Somente algumas empresas, como grandes lojas de departamentos, adotam o carnê - uma espécie de pagamento parcelado via boleto, sem comprometimento do limite do cartão.

Pagamento recorrente x parcelamento: por dentro das diferenças

Como você pôde acompanhar até aqui, ambas as modalidades existem para que uma empresa possa receber pagamentos de forma contínua, mas a lógica é diferente. 

Veja os principais pontos de atenção entre pagamento recorrente e parcelamento:

Primeiro, vamos falar sobre o cartão de crédito e como essas opções usam o limite dele. 

No caso do parcelamento, o cliente precisa ter limite disponível para o valor total da compra, algo que não acontece na recorrência. Acompanhe o exemplo!

Imagine que você deseja comprar um curso com duração de 1 ano e que custa R$1.500. A escola te oferece duas opções:

  1. Pagamento parcelado em 12x de R$125;
  2. Pagamento recorrente em 12 mensalidades de R$125.

Caso você opte por pagar com seu cartão de crédito, na opção 1 é preciso ter os R$1.500 disponíveis no limite para fechar negócio. Já na opção 2, isso não acontece. 

Você fará, em tese, 12 compras mensais no valor de R$125 e só precisará dessa quantia disponível no limite para quitar a mensalidade.

Percebe como a recorrência compromete o limite de uma forma bem mais suave? 

Outra diferença está nas opções de pagamento. A maioria dos parcelamentos só podem ser feitos via cartão de crédito, enquanto a recorrência oferece mais opções, como débito em conta e boleto bancário. 

Por fim, é comum que as cobranças via parcelamento contem com juros, fazendo com que o valor à vista seja diferente daquele a prazo. Não são todas as compras que funcionam assim, mas é bom ficar atento a esse detalhe!

Nos pagamentos recorrentes, não há incidência de juros no valor da mensalidade. Porém, eles podem ser cobrados caso o cliente atrase. 

Aqui vai uma tabela bem resumida para você reforçar todos os detalhes sobre pagamento recorrente e parcelamento:

 

RECORRÊNCIA 

PARCELAMENTO

Cliente precisa ter limite igual ao valor total do produto/serviço

 

X

Pode ser pago via boleto e débito automático

X

 

Pode apresentar juros

Somente em caso de atraso

X

 

Já pensou em trabalhar com receitas recorrentes na sua empresa?

 

Cadastre o seu e-mail gratuitamente para conhecer o método de trabalho simples e mais utilizado para aumentar a vendas e gerar mais lucros.

 

Quais são as vantagens do pagamento recorrente?

Apesar do parcelamento ser uma escolha popular entre os clientes, a recorrência é uma modalidade que contempla clientes e empresas, simplificando processos e agilizando a parte financeira. Veja alguns dos benefícios:

Automatização

Vamos começar com um ponto vantajoso para o consumidor e as empresas: a possibilidade de automatizar o pagamento.

Como você já viu, a recorrência pode ser feita por débito automático ou lançamento no cartão de crédito mês a mês.

O cliente não precisa realizar o pagamento manual e sua empresa pode ficar tranquila, sem aquela correria de ter que enviar documentos de cobranças todos os meses. 

Isso é excelente para quem tem equipes reduzidas e precisa focar em atividades mais estratégicas.

A gestão dos pagamentos recorrentes também pode ser automatizada por um sistema de gestão, dando fim à necessidade de controlar tudo pelo Excel, onde você perde horas atualizando dados manualmente. 

Previsibilidade na receita

A recorrência permite que o setor financeiro tenha bastante clareza sobre as contas a receber e o volume de entradas que acontece todos os dias (ou nas datas-chave de recebimento). 

Acessibilidade

Muitas pessoas não usam cartão de crédito ou não têm limite disponível para realizar parcelamentos. 

A empresa que disponibiliza a recorrência capta esse cliente e oferece uma opção que se alinha às necessidades do consumidor e sua realidade financeira. 

Redução nas taxas de inadimplência

Quando os pagamentos recorrentes são colocados em débito automático, as chances de um cliente se tornar inadimplente caem. 

Com isso, o financeiro do seu negócio tem a oportunidade de lidar com um balanço mais equilibrado e sem tantos desafios.

Outro ponto importante: uma vez pago via parcelamento, o cliente não fica impedido de usar aquilo que já pagou (afinal, a dívida será dele com a administradora do cartão). Já na recorrência, a empresa pode suspender o fornecimento do serviço até que a situação seja regularizada. 

Como otimizar as rotinas recorrentes do caixa de uma empresa

Quer saber como ganhar mais e alavancar o seu negócio com pagamentos recorrentes? 

Para que você fique por dentro de mais detalhes sobre cobrança recorrente, separamos alguns conteúdos aqui do nosso blog que podem ajudar:

 

Simplifique a gestão dos pagamentos recorrentes com a Conta Azul

Colocou fim às dúvidas sobre pagamento recorrente e parcelamento? Então, que tal descobrir como a Conta Azul pode te ajudar no controle da recorrência e de toda a sua rotina administrativa?

Nosso sistema de gestão atua no controle dos pagamentos, na emissão de boletos, na gestão de contratos, na emissão de notas fiscais e em muito mais.

Com a Conta Azul, você pode automatizar processos, reduzir custos e focar nas atividades que mais importam para o sucesso do seu negócio.

Venha descobrir uma forma totalmente online e intuitiva de gestão financeira. Assuma o controle onde e quando quiser!

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?