Demonstração do Resultado do Exercício: da lei à prática

Demonstração do Resultado do Exercício: sócios discutem relatório contábil

Entre as dicas de gestão financeira empresarial para iniciantes, em meio a itens básicos como controle de receitas, gastos, fluxo de caixa e contas bancárias, está fazer uma Demonstração do Resultado do Exercício. Ela é obrigatória para algumas empresas e altamente recomendada para todas. Entenda o que diz a lei e de que forma essa prática contribui para sua empresa.

Demonstração do Resultado ou Demonstrativo do Resultado do Exercício, conhecido como DRE, é um relatório contábil que compara o que foi projetado no orçamento com receitas e despesas realizadas. Assim, ele permite conhecer a situação financeira de uma empresa. O objetivo final da DRE é saber se, no período avaliado (mensal, bimestral, semestral ou anual) houve lucro ou prejuízo. Com informações sobre atividades operacionais e não operacionais em um intervalo de tempo definido, o que fica claro é o resultado econômico e a saúde financeira da empresa.

Tome decisões certas em sua empresa com os relatórios do ContaAzul, sistema de gestão completo

Quem é obrigado a fazer DRE

A obrigatoriedade do demonstrativo está prevista na lei nº 11.638/2007, com exigências específicas para sociedades anônimas (S.A.) e para sociedades limitadas (Ltda.). Em outras palavras, todas as empresas precisam consolidar esse tipo de relatório contábil. As empresas de capital aberto (S.A.) precisam tornar o resultado público, pelo Diário Oficial ou veículos de comunicação de ampla circulação. No caso das Ltdas., o período do exercício fica a critério da empresa, desde que o documento impresso e encardernado seja arquivado para apresentar ao governo em caso de fiscalização.

A obrigatoriedade do DRE está definida pela lei nº 6.404/1976 para sociedades anônimas. O texto original foi alterado pelas leis nº 9.249/1995, nº 11.638/2007 e nº 11.941/2009. O que diz a redação atualmente o artigo 187 é:

Art. 187. A demonstração do resultado do exercício discriminará:
I - a receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os abatimentos e os impostos;
II - a receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e serviços vendidos e o lucro bruto;
III - as despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das receitas, as despesas gerais e administrativas, e outras despesas operacionais;
IV - o lucro ou prejuízo operacional, as outras receitas e as outras despesas;
V - o resultado do exercício antes do Imposto sobre a Renda e a provisão para o imposto;
VI - as participações de debêntures, empregados, administradores e partes beneficiárias, mesmo na forma de instrumentos financeiros, e de instituições ou fundos de assistência ou previdência de empregados, que não se caracterizem como despesa;
VII - o lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por ação do capital social.
§ 1º Na determinação do resultado do exercício serão computados:
a) as receitas e os rendimentos ganhos no período, independentemente da sua realização em moeda; e
b) os custos, despesas, encargos e perdas, pagos ou incorridos, correspondentes a essas receitas e rendimentos.
§ 2º), somente depois de realizado poderá ser computado como lucro para efeito de distribuição de dividendos ou participações.

Apesar da exigência anual pela legislação, sua realização mensal é uma ferramenta útil para a gestão. Ele considera os resultados independentemente de quando foram feitos pagamentos e recebimentos de compra ou venda. Por essa característica estratégica, o DRE é diferente e complementar ao fluxo de caixa.

Qual é a estrutura desse relatório contábil

Na prática, receita bruta com vendas menos abatimentos e descontos resulta na receita líquida. Retira-se, então, gastos associados à fabricação, produção ou preparação de um serviço para se obter o resultado bruto ou lucro bruto.

Desse valor, são retirados gastos fixos e administrativos, operacionais de vendas e financeiros (juros, multa, variação cambial etc.) para chegar ao resultado operacional sem incidência de IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica) e CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido), aplicados sobre o faturamento.

Posso detalhar mais?

Seguramente é possível detalhar mais para ter uma visão mais operacional. Em nosso modelo de DRE, por exemplo, nossa recomendação é de buscar mais profundidade na listagem operacional, agrupando receitas por tipo (assinatura, vendas e prestação de serviço, conforme o caso) e despesas, incluindo as com pessoal. Dependendo do seu modelo de negócio, a maior pressão pode estar em segmentos diferentes. Para uns, o gasto maior está em matéria-prima, para outros, em mão de obra.

O que mais fica demonstrado?

Com o demonstrativo, você consegue enxergar mais claramente questões como:

  • Composição dos custos relativos: Qual é o impacto dos gastos separando os fixos dos associados a vendas.
  • Situação do caixa: Pressão dos custos operacionais sobre os preços.
  • Controle preventivo do fluxo de caixa: Em caso de despesas muito próximas das receitas, você vê o alerta.
  • Nível de endividamento: Efeito de empréstimos tomados.
  • Estratégia de financiamento: Reavaliação de crédito ou busca de alternativas para expandir, por exemplo.
  • Lucro e Margem da operação: Quanto cada produto ou serviço rende e como está a lucratividade do negócio.

Tem mais exemplos prático da utilidade da Demonstração do Resultado do Exercício? Comente.

Infográfico DRE  DRE: o raio-x completo da sua empresa Baixar o infográfico agora

demonstracao-do-resultado-do-exercicio-lei-pratica-mail

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?

 
<https://cta-service-cms2.hubspot.com/ctas/v2/public/cs/c/?cta_guid=50ebdc92-329a-40a1-9caf-fa81543a8adc&placement_guid=2fe57723-5fb5-47c5-b9eb-e06d10883d31&portal_id=652034&redirect_url=APefjpH-sJodulB40LkLn3KOdjabGsRQrvD-UzG_-mxgFGYOQY7Pax91wMczwqC9tjy6OjwX00HU_Bo7PUPMr5BIKOv40gMMcHS86PIGVrS7qRooJBOJ-7oexC4LmqeY82ilgISiw_vgWj_M6UrXXz1MrtJWPp1fCkV3L8k9Z1TtKD_8zvHbHbmBJ-eUK8zfoV_QfTmHP_eg4dFVeSu30yynTNlUDR2aWCt8pi1edP5oHylON5s64GfVFnCwR305nirbsqyzLULbK7y2JSzUtMlN7fQ4XNMBWGbmU8axTsYxArQmFT5Bef95SSu6-RPgLNW5AplENu_zmV3QuRJ6K_Gd5RpBPj09UQ&hsutk=69c6ede4c71301f633be694182efeb4b&canon=https%3A%2F%2Fblog.contaazul.com%2Fo-que-e-pro-labore-ab&click=2a99f1b9-eb95-4503-bbbb-7be3d73be873&pageId=5442744710&__hstc=99675841.69c6ede4c71301f633be694182efeb4b.1512590389679.1512590389679.1512647250062.2&__hssc=99675841.7.1512647250062&__hsfp=1187972499>  <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>   ContaAzul é o sistema de gestão online  para você organizar sua empresa   <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>  Quero Saber Mais  <https://experimente.contaazul.com/controle-financeiro/>   Experimente Grátis <https://contaazul.com/cadastro/>