Como fazer promoção na Black Friday? 4 dicas para você vender mais!

Sobre o que estamos falando?

  • A Black Friday é a segunda data mais aguardada pelo comércio, ficando atrás apenas do Natal;
  • Entenda porque é necessário se planejar para a Black Friday e como se organizar para essa tarefa em poucos passos;
  • Aprenda a escolher e a criar promoções que façam sentido para o seu negócio para vender mais;
  • Veja também curiosidades sobre a data e dicas de como oferecer além do básico para os seus clientes;
  • Conheça a Blue Friday e aproveite a oferta especial que a Conta Azul preparou especialmente para você!

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

A Black Friday está chegando: como andam os preparativos na sua empresa para uma das épocas mais aguardadas do ano pelo comércio e pelos consumidores? 

É possível fazer muito dinheiro na Black Friday e, ainda por cima, oferecer uma experiência diferenciada para o público. Afinal, foi-se o tempo que apenas o preço baixo fidelizava clientes, concorda? 

Bom, se você acha que essa data traz uma oportunidade incrível para faturar mais, mas não sabe por onde começar, continue a leitura, pois você irá aprender a criar uma promoção do zero. Separamos 4 dicas essenciais para ajudar quem deseja ter sucesso nas promoções da Black Friday, além de curiosidades e dados sobre a data.

Boa leitura!

Empreendedor organizando promoções para a Black Friday

Em primeiro lugar: planejamento!

O planejamento deve ser a base de qualquer ação promocional que você pense em criar  na sua empresa. 

E, quando se fala em promoções, deixar para fazer tudo em cima da hora ou confiar na intuição não é interessante. Afinal, o risco de imprevistos, que podem colocar em jogo até credibilidade da sua empresa, aumenta bastante.

Por isso, vale a pena voltar algumas casas e planejar bem como as ações de Black Friday acontecerão no seu negócio, independente do tamanho ou da quantidade de produtos/serviços. 

Passo a passo para planejar a sua Black Friday

Confira um passo a passo simples para montar a sua estratégia de Black Friday

Lembrando que planejamento não é uma receita de bolo! Abaixo, você poderá acompanhar alguns pontos importantes para criar um planejamento à prova de falhas!

Entenda seus clientes


Parece fácil descrever os seus clientes, não é mesmo? Mas, como você mapeia essas informações? Elas partem apenas de observações ou de análises mais aprofundadas?

É claro que o cotidiano traz insights muito relevantes sobre o comportamento do público, entretanto, é importante ficar de olho em alguns dados, como:

  • frequência de compra;
  • itens mais vendidos e/ou serviços mais procurados;
  • idade;
  • motivações dos compradores, etc.

Vale lembrar que boa parte dessas informações podem ser facilmente obtidas quando se trabalha com um sistema de gestão financeira e contábil. Se essa não é ainda a sua realidade, clique aqui para conhecer mais sobre a Conta Azul e descubra como podemos te ajudar. 

Desenhe uma jornada de compra


Agora que você já conhece o seu público, é hora de desenhar uma jornada de compra específica para a Black Friday, começando pelos pontos iniciais de contato e seguindo até o pós venda.

O que isso quer dizer? Em cada etapa, veja o que você pode entregar a mais e o quanto a sua empresa está preparada para atender os clientes, tanto os que já são clientes fiéis da sua empresa quanto os novos, que chegarão através das promoções.  

Planejamento para Black Friday

Faça uma análise da empresa


O que está faltando ou precisa ser ajustado para garantir o sucesso da sua campanha de Black Friday?

Para isso, você pode começar acompanhando mais de perto os processos internos e ouvir o que quem trabalha contigo tem a dizer. Eles, por estarem na linha de frente, podem levantar pontos interessantes. 

Foque na divulgação 


Seus clientes precisam saber que na sua empresa terão promoções de Black Friday. E, para isso, você deve ir aonde ele está. 

Aqui, é importante lembrar que cada tipo de negócio pede uma divulgação que combine com ele. Dessa forma, nem sempre o que funciona para a empresa X vai funcionar para a sua. 

Assim, no caso de uma clientela pouco habituada com redes sociais, realizar ligações para informar os clientes pode ser uma opção, por exemplo. Agora, se o seu público é mais conectado, vale pensar em formas de usar os meios digitais a seu favor. 

Sensibilidade e conhecimento aprofundado no perfil dos seus clientes é essencial para escolher o melhor caminho. 

Fale conosco e saiba como a Conta Azul otimiza a gestão da sua empresa  Tire suas dúvidas pelo chat em poucos minutos. Experimente grátis  Especialistas disponíveis agora

Escolhendo o tipo de promoção para Black Friday

Aumentar a demanda de vendas (ou de prestações de serviços) está entre os objetivos principais quando um empreendedor pensa em criar promoções.. Porém, isso não pode ser feito de forma aleatória. 

Não basta apenas baixar o preço de um produto que custava R$100,00 para R$50,00. É preciso saber quais são os impactos desse desconto no seu caixa e analisar quais  itens são mais interessantes promover. 

Do contrário, ao invés de aumentar o faturamento com o volume de vendas, sua empresa corre um sério risco de ter prejuízo. 

Por isso, antes de baixar os preços, outras ações são necessárias. 

Analise o seu estoque

Quais são os produtos que vendem menos? E os que são mais buscados pelos clientes? 

Uma das coisas mais frustrantes para qualquer consumidor (e os donos de negócios também se enquadram nisso, afinal, todo mundo compra!) é ir em busca de um produto e ele não está disponível no estoque para venda.

Dessa forma, analise bem o seu estoque e considere não somente o que está parado, como também o que realmente os seus clientes estão buscando. 

Converse com seus fornecedores

Antes de oferecer promoções para os seus clientes, tente conseguir descontos no preço de custo com os seus fornecedores. 

Assim, você pode preservar a sua margem de lucro e também evitar prejuízos. 

E a concorrência? 

Nem sempre é possível descobrir os preços que serão praticados pela concorrência na Black Friday. Mas, como estão os preços dos seus concorrentes durante o ano todo? Lembrando que você também não precisa cobrar o mesmo valor ou um preço bem abaixo do que eles cobram. 

Considere outras alternativas, como oferecer frete grátis, descontos em outros produtos ou serviços caso sejam adquiridos juntos, ou então, facilitar o pagamento com prazos maiores, por exemplo. 

Como se destacar (e sair do básico) na Black Friday?

Preços baixos todo mundo oferece na Black Friday: você  vai fazer a mesma coisa? A resposta é: fica a seu critério! 

Porém, além de caprichar no atendimento e de facilitar as condições para pagamento, vale também:

  • oferecer cupons de desconto para compras futuras, o que aumenta as chances dos seus clientes retornarem;
  • apostar no Cashback, onde uma parte do valor que ele gastou retorna para uma outra compra;
  • brindes, que podem ser até resultado da parceria com outras empresas. 

Durante a Black Friday você irá receber clientes novos e, apostar em estratégias diferenciadas pode torná-los consumidores fiéis. 

Compras de Black Friday

É preciso se preparar para o aumento da demanda

Quando falamos em se preparar para o aumento de demanda, não estamos nos referindo apenas às movimentações do estoque. 

Durante uma Black Friday, a empresa inteira precisa estar preparada para receber um maior volume de clientes. É claro que, devido à data, as filas podem ficar maiores, um grande volume de notas fiscais será emitido e o atendimento online poderá ficar um pouco sobrecarregado, por exemplo.

Por isso, analise o que você pode fazer, dentro dos seus recursos, para oferecer a melhor experiência possível aos seus clientes. Como falamos, preço baixo nem sempre é o requisito principal para uma fidelização.

Uma alternativa, principalmente para os donos de pequenos negócios, pode ser contratar pessoas por um turno ou até mesmo por algumas horas, para suprir uma demanda específica.

Afinal, mesmo que o intuito principal seja faturar na Black Friday, ninguém quer perder clientes por causa de um mau atendimento, concorda? 

Curiosidades sobre a Black Friday no Brasil

Considerada a segunda data mais importante para o comércio, a Black Friday fica atrás apenas do Natal. 

Para se ter uma ideia, em 2020, em apenas dois dias de oferta, o comércio eletrônico registrou R$4,02 bilhões em vendas, segundo dados da consultoria a Ebit|Nielsen, divulgados no portal no portal E-commerce Brasil.

Confira mais informações e quais foram os principais produtos adquiridos durante a  Black Friday no Brasil em 2020. 

Os dados da Black Friday do ano passado impressionam

  • o ticket médio das vendas foi de R$ 652,00;
  • somente na véspera, 1,18 bilhões de pedidos foram realizados;
  • ainda na quinta-feira, itens de cosméticos e perfumaria em geral se destacaram nas vendas. 

É muito interessante investir em uma boa estratégia para essa data, concorda?

Principais produtos buscados 

Em 2020, segundo informação do próprio site oficial da Black Friday Brasil, os itens mais buscados foram celulares, com 36,5%.

No segundo e terceiro lugares, estão eletrodomésticos e televisores/aparelhos de vídeo, com 36,3% e 29,3% respectivamente. 

Acompanhe em tempo real a saúde da sua empresa  Na Conta Azul Pro, você controla online o fluxo de caixa diário e mensal. Experimente grátis  Não precisa de cartão, nem de cadastros complexos

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?