Como definir uma proposta de valor para sua agência

Como definir uma proposta de valor para sua agência

É sempre muito comum ouvirmos gestores e empreendedores utilizarem a expressão “agregar valor”, principalmente quando estão em busca de parceiros para fazer a empresa crescer ainda mais. Nesse sentido, as agências de publicidade exercem um papel muito importante para que isso aconteça. Elas são responsáveis por toda a comunicação que envolve a marca e os produtos ou serviços, refletindo a maneira como ela é vista pelo seu público- alvo. Então, se você quer destacar o seu negócio perante os concorrentes e ser a agência escolhida para cumprir essa tarefa, é necessário criar uma proposta de valor a fim de ter um diferencial competitivo.

Já pensou em trabalhar com receitas recorrentes na sua empresa?

 

Cadastre o seu e-mail gratuitamente para conhecer o método de trabalho simples e mais utilizado para aumentar a vendas e gerar mais lucros.

 

O que é uma proposta de valor?

Durante o desenvolvimento do seu modelo de negócio, após definir quem é o seu público-alvo e os segmentos que deseja atingir, chega a hora de definir a proposta de valor, ou seja, é o momento em que se determina o motivo pelo qual uma empresa escolherá você e não o seu concorrente. Podemos dizer que a proposta é:

  • Um texto que deixa claro o que você oferece;
  • Uma maneira de ajudar as pessoas a decidirem se elas precisam do que você oferece;
  • A explicação de uma ou mais características do seu serviço;
  • Um breve argumento sobre o que diferencia a sua oferta.

Por exemplo, há agências que caracterizam o seu atendimento como o melhor, enquanto outras afirmam que oferecem conhecimento especializado em determinado segmento. Observe: não existe nada de errado com essas propostas de valor, contanto que o prometido seja cumprido. Elas são a ideia central que guia a construção de uma marca, indicando como deve ser percebida pelos públicos interno e externo. Expressa, ainda, seus principais valores e são referência para a definição da experiência em relação aos produtos, operações, pessoas e comunicação.

Elementos para criar uma proposta de valor

O valor agregado da sua agência pode ser construído com base em fatores quantitativos, referindo-se ao preço, status, velocidade, por exemplo, ou qualitativos, relacionados ao design e desempenho. Pensando nisso, listamos alguns dos elementos mais utilizados para ajudá-lo a montar a sua proposta de valor e se destacar no mercado publicitário:

  • Novidades: ofereça algo único aos seus clientes, diferente de tudo o que está disponível no mercado.
  • Desempenho: melhore o funcionamento de um serviço ou produto que até o momento estava sendo executado de maneira tradicional.
  • Personalização: customize o serviço, isto é, ofereça uma solução personalizada de acordo com a dificuldade de cada cliente.
  • Foco nos resultados: garanta resultados rápidos e efetivos.
  • Redução de custos: ajude os clientes a reduzirem custos sem perder qualidade.
  • Redução de risco: minimize os riscos dos seus clientes.

Passo a passo de como montar uma proposta de valor

Para começar a desenvolver a proposta de valor da sua agência, primeiramente, é necessário responder a 6 perguntas:

  1. Quem é seu público-alvo?
  2. Quais são os problemas que você resolve ou as necessidades que a sua agência satisfaz?
  3. Por que é importante resolver o problema ou perseguir determinada oportunidade?
  4. Como sua agência resolve o problema?
  5. Como a sua agência prova o que faz e os resultados que proporciona?
  6. Por que sua agência e não outra?

Com todas estas respostas em mãos fica fácil encontrar o seu diferencial. Agora siga o passo a passo que elaboramos e, ao final, tenha a sua proposta de valor em mãos:

  • 1º passo: com o público-alvo bem definido (demografia, comportamento, necessidades etc.), elenque as características mais marcantes do seu negócio e tudo que o diferencia do que já existe. Lembre-se que as características não precisam ser únicas no mundo, basta ser única dentro da sua área de atuação e na cabeça do seu cliente.
  • 2º passo: a partir daí, desenvolva diversas ideias — no mínimo 20 — com textos curtos e que se enquadrarão em alguns dos elementos de valor. Não deixe que eles ultrapassem o tempo de 15 segundos na leitura.
  • 3º passo: selecione a melhor ideia. Para isso, imagine-se em um grande shopping no qual não é possível ver o interior das lojas, apenas portas com uma breve chamada indicativa do que irá encontrar ao entrar — no caso, em cada uma delas um dos textos que você desenvolveu no passo 2. Então, pergunte-se: em quais dessas portas eu entraria?
  • 4º passo: depois, refine o texto até transformá-lo em uma frase de alto impacto. Afinal, a proposta não deve explicar tudo, mas sim encantar o público de uma maneira que o valor que a sua agência está oferecendo fique perceptível e ele queira saber mais.
  • 5º passo: com a versão reduzida, reúna alguns amigos para mostrar e veja como eles entendem a sua proposta. Se o que eles enxergarem não for o que você quer transmitir, retorne ao passo 2. Se for, parabéns! Encontrou a sua proposta de valor.

Planilha de Referencial de Valores para Agências  Preparamos uma planilha com valores de referência para serviços internos Baixar a planilha agora

Gostou? Então, que tal começar a criar a proposta de valor da sua agência agora? Depois, compartilhe conosco aqui nos comentários como foi esta experiência. Teremos prazer em ouvi-lo.

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?