Como aumentar as vendas online com a Estratégia do Oceano Azul

Sobre o que estamos falando?

  • As vendas online estão cada vez mais concorridas e a Estratégia do Oceano Azul é uma boa alternativa para se destacar no mercado;
  • Possuindo  6 princípios que, se aplicados em ordem, ajudam a desenvolver e validar estrategicamente ideias inovadoras de negócio;
  • Inovar no mercado é sempre um risco. Para minimizá-lo, conte com uma plataforma de gestão financeira sólida. O ERP da Conta Azul permite que você gerencie a sua empresa de forma otimizada!

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Escolher um nicho de mercado para vendas online é um dos primeiros passos para empreender. A Estratégia do Oceano Azul explica exatamente isso: como encontrar um espaço que ninguém ocupa e prosperar nele.

Os seus princípios minimizam riscos de buscas por uma oportunidade de negócio e proporcionam validação de ideias. Essa estratégia é ideal para criar produtos inovadores no mercado de vendas online.

Confira os tópicos de hoje:

Como surgiu a Estratégia do Oceano Azul e sua relação com as vendas online?

Sabe quando dizem para estudar o mercado e escolher seu nicho? A Estratégia do Oceano Azul (Kim e Mauborgne, 2005), nome também do livro onde foi publicada, se trata de uma forma de se destacar da concorrência e ganhar público. 

A estratégia tem 8 pontos-chave: 

  1. Se baseia em dados reais;

  2. Busca diferenciação e baixo orçamento;

  3. Cria novos mercados ainda não dominados;

  4. Empodera o empreendedor com ferramentas;

  5. Provê um processo de passo-a-passo;

  6. Maximiza a oportunidade enquanto minimiza riscos;

  7. Amarra a execução à estratégia;

  8. Mostra como ter uma situação ganha-ganha.

Assim, imagine que o mercado é um grande oceano. Se ele estiver lotado de concorrentes, há briga e sangue para todo lado. Esse é o oceano vermelho.

O oceano azul é aquele pouco ou nada explorado. É como se só houvessem e-commerces de vasos de planta e você abrisse uma loja virtual de sementes. Em vez de disputar com a concorrência que já está forte, você será o único a vender o que o público precisa.

Aprenda sobre vendas onlines e porquê investir nelas.

6 princípios da Estratégia do Oceano Azul

A Estratégia do Oceano Azul tem 6 princípios e cada um deles têm o objetivo de diminuir um risco diferente. Confira abaixo:

Princípio

Risco diminuído

Reconstrua as fronteiras do mercado 

Busca

Concentre-se no panorama geral 

Planejamento

Vá além da demanda existente

Escala

Formule a estratégia na sequência adequada

Modelo de negócios

Supere as principais barreiras organizacionais

Organizacional

Oriente a execução na estratégia

Gestão

 

1. Reconstrua as fronteiras do mercado

Você mesmo precisa criar novos mercados, os oceanos azuis. É o desafio de identificar quais são os espaços prósperos para vendas online ignorados e redefinir as fronteiras do negócio.

Porém, você não pode fazer isso de forma inconsequente. Sua busca deve ser bem planejada.

Bons oceanos azuis não têm placas avisando onde estão. Para encontrá-los, você precisa estudar como funciona a lógica que novas empresas usam no mercado e, então, fugir delas.

Estude indústrias alternativas, produtos e serviços diferentes, outros tipos de vendas online: olhe para fora. A empresa Nintendo fez sucesso com o vídeo-game Nintendo Wii por pensar no jogador casual.

2. Concentre-se no panorama geral

Suas ideias de vendas online estão boas e pré-estruturadas. Mas, elas precisam ser baseadas em um bom planejamento estratégico para serem validadas. 

Os planos estratégicos usuais começam por onde? Descrições longas das condições vigentes do setor, a situação dos competidores… e então? Análise de participação no mercado, busca por novos segmentos e redução de custos para poder executar o plano.

Junto a isso, vem um orçamento completo recheado de gráficos e planilhas. No final, temos um grande documento que mais tomou tempo do que ofereceu informação útil. Concentre-se no panorama geral do mercado.

Esse panorama se relaciona à construção de uma matriz de valor. Essa matriz é bem detalhada e pede um estudo aprofundado do livro. Porém, use-a para economizar tempo e atiçar a criatividade dos colaboradores.

Saiba como montar um planejamento estratégico do zero.

3. Vá além da demanda existente

Ninguém quer sair do oceano vermelho que tem oportunidades, mesmo que raras, para acabar em um pequeno córrego que sofre erosão. Logo, como podemos encontrar oceanos azuis que têm, de fato, tamanhos de oceano? A resposta está em ir além da demanda existente.

Quanto mais demandas você puder agregar a essa nova oferta de vendas online, os riscos de cair em um mercado infértil e raso são diminuídos. Por isso, para acessar o verdadeiro oceano azul, é preciso questionar suas práticas convencionais de empresa.

Questione o seu foco em clientes existentes e seu impulso por refinar a segmentação. Pense nos “não-clientes”. Um bom exemplo é o que a Marvel faz, que através dos cinemas, ganha milhares vendendo super-heróis para quem nunca leu uma história em quadrinhos.

4. Acerte a sequência estratégica

Esse é o momento de desenvolver e validar as suas ideias para ver se elas casam com o mundo real. Se elas são ideias lucrativas ou se funcionam apenas na imaginação. Afinal, o papel aceita tudo e é fácil se iludir com ideias criativas.

A sequência estratégica possui quatro passos para sabermos se a sua Estratégia de Oceano Azul é comercialmente viável. É necessário obedecer à ordem e seguir o fluxo:

  1. Utilidade para o comprador

O que você quer oferecer tem utilidade diferenciada para o público? As pessoas realmente têm motivo para comprar o seu produto inovador? Faz diferença na vida delas? Se a resposta for não, é preciso repensar. Não há negócio aqui. Se sim, siga abaixo.

  1. Preço

Você não pode pensar em preço como uma forma de maximizar lucros apenas. Ele precisa ser estratégico. O preço das suas vendas consegue atrair a maior quantidade de pessoas possíveis dentro do público-alvo? Recalcule o preço até ficar acessível e siga para o custo.

Saiba como funciona a precificação.

  1. Custo

Agora sim vamos falar de lucro. Você consegue oferecer sua solução com preço acessível e ainda lucrar? O custo não pode definir o preço. Se você não puder otimizar ou reduzir custos para manter o lucro, repense a ideia. Se puder, siga para o passo da adoção.

  1. Adoção

Por fim, é hora de enfrentar as barreiras entre você e colocar a ideia em prática. O que impede seu público de consumir seu produto? Se você puder superar as barreiras de adoção, é hora de superar barreiras organizacionais.

5. Supere as principais barreiras organizacionais

Após validar seu negócio de vendas online, é só começar a vender? Não. Há quatro barreiras organizacionais que você precisa superar, onde você questionará a zona de conforto de muitos outros profissionais.

A primeira barreira é a cognitiva. Você precisa mexer no fundamento de empregados, sócios, e outros pares. É difícil mostrar para as pessoas por que devem sair do oceano vermelho já que ela é uma zona de conforto.

A segunda barreira é a limitação de recursos. Se seu produto ou serviço for muito diferente, você precisa estabelecer novas relações com fornecedores e mexer nas fontes de recursos.

A terceira barreira é a motivação. É preciso vender essa ideia para outras empresas do mercado para mudar o jeito que pensam e fechar parcerias com você. Mudanças geram dor e podem ser demoradas, e você precisa convencê-las a serem ágeis.

Por fim, a quarta e última barreira é a política organizacional. Uma empresa tradicional já vem basicamente com uma organização pronta, típica do mercado.

6. Orientar a execução na estratégia

Uma empresa não é composta apenas pelos donos. Geralmente, há gerentes intermediários e gente lá na ponta do trabalho ou por trás das cortinas. E o sucesso de uma empresa depende de todos acreditarem no propósito dela.

Você deve manter discurso e atitudes coerentes com a sua ideia. Assim, você consegue aplicá-la no negócio todo. O posicionamento da empresa deve estar alinhado entre todos os elementos que a compõem.

Por que utilizar a Estratégia do Oceano Azul no seu negócio digital?

O avanço do acesso à internet possibilitou que muitas pessoas pudessem empreender e fazer vendas online. Mas criatividade e estratégia não são tão acessíveis ainda. Muitas pessoas vendem mais do mesmo e perdem dinheiro ao empreender só copiando outros.

Se destacar no meio de tanta gente parece difícil. Porém, se considerar que a maioria é parecida, o destaque parece mais fácil, não é mesmo? Então, por mais que a internet tenha oceanos vermelhos, as oportunidades dela se limitam às ideias das pessoas.

Diferente de um negócio físico, que enfrenta todas as barreiras já mencionadas e ainda tem que convencer as pessoas a se deslocarem, um negócio digital pode chegar até as pessoas. 

A compra e o consumo de produtos de negócios digitais muitas vezes se limitam a apertar alguns botões. E quando você chega com uma ideia super inovadora, surpreende e cativa seu público, convencê-lo a comprar é só um passo.

Gestão financeira da Conta Azul e o mar de possibilidades

A Estratégia do Oceano Azul serve para reduzir riscos, mas isso não muda o fato de que eles existem, ainda mais ao inovar. Por isso, é importante que, tanto para o planejamento quanto para a gestão, você tenha uma boa administração financeira do negócio.

Porém, agora que você já sabe que azul é a cor da prosperidade, nada mais justo do que fazer a sua gestão financeira com a plataforma de ERP da Conta Azul. Esse ERP desburocratiza, ajuda a planejar seu financeiro e reduz riscos ao vender online.

Além de tudo, seu negócio dará super certo — é o que desejamos — e com tanto dinheiro entrando, vai ser difícil administrar manualmente através de planilhas. O ERP da Conta Azul ainda ajuda na gestão tributária e fornece dados em tempo real para seu contador.

Encontre o seu Oceano Azul e simplifique suas vendas online com a ajuda da Conta Azul Pro. Clique aqui e teste grátis!

Leia mais:

Newsletter

Faça agora a gestão financeira do
seu negócio em um único lugar