Como administrar uma loja: confira 4 ações práticas

Aprenda como administrar uma loja com 4 ações práticas

Atuar como lojista, através de um e-commerce ou em um ponto estratégico da sua cidade é uma alternativa promissora para empreender. Mas atenção: aprender como administrar uma loja exige planejamento e prática. Em um mercado cada vez mais competitivo, conhecer ações aplicáveis para impulsionar seu negócio faz toda a diferença.

Controle o financeiro com um sistema integrado para sua empresa

Há uma série de aspectos a serem considerados antes mesmo da abertura da loja. “O gestor deve estar capacitado e saber como administrar processos, pessoas e vendas”, destaca Marcus Marques, Diretor Executivo do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) e especialista em Gestão Empresarial.

O que é necessário para abrir uma loja?

Uma questão importante é o planejamento financeiro. Marques ressalta que, para colocar uma loja em funcionamento, é importante ter verba para investimentos iniciais em infraestrutura, sistemas e estoque. O administrador deve considerar, também, o capital de giro: a quantia necessária para arcar com as despesas da loja até que ela se torne lucrativa.

As etapas mencionadas são apenas o básico se você deseja abrir uma loja. Lembre-se de que também é primordial estudar a concorrência, buscar um diferencial, conhecer seu público-alvo, focar na qualidade do produto ou serviço e prospectar o futuro do negócio. A partir daí, é possível colocar as estratégias em prática.

Se você pretende atuar no setor lojista, Marques já adianta uma dica. “O resultado de todo negócio tem a ver com três pilares: processos, pessoas e resultados. Processos (organizados e inteligentes) e pessoas (competentes e comprometidas) é que geram resultados”, sustenta.

De forma geral, o especialista sugere que o empreendedor deixe claro aos funcionários as funções que devem desempenhar e suas responsabilidades, cada um com suas metas. E para isso, é fundamental comunicar, treinar, engajar e delegar. Com processos bem estabelecidos e colaboradores competentes, os resultados são inevitáveis.

Como administrar uma loja com 4 ações práticas

A teoria é um diferencial para o sucesso do empreendimento, mas é na prática que os resultados da administração aparecem. No dia a dia, o gestor terá de lidar com os imprevistos e superar os momentos de crise para prosperar e se posicionar diante da concorrência. Mas como?

Abaixo, você vai conferir quatro ações primordiais para administrar uma loja. São eles que vão garantir a produtividade e os lucros do estabelecimento:

1. Contrate as pessoas certas

O gestor precisa estar sempre atento ao perfil que cada função exige na loja. É importante contratar pessoas com as características necessárias para um bom desempenho naquela ocupação. “Um vendedor precisa ser comunicador, pró-ativo, resiliente, ter expressividade e foco em resultados”, exemplifica Marques. Lembre-se de que as pessoas compõem a base do funcionamento de qualquer empresa.

2. Não misture finanças pessoais e empresariais

Este costuma ser um erro típico dos empreendedores, que pode atrapalhar a gestão financeira da loja. Administração é sinônimo de organização. Para conseguir analisar com clareza suas vendas, verba para compras e retorno sobre investimentos, as contas do estabelecimento não podem estar emaranhadas com gastos pessoais.

Em síntese, a dica é: mantenha um controle dos custos e receitas, sem misturar suas despesas ou outras fontes de renda na gestão de finanças da loja. “Faça a sua retirada mensal e pague as contas pessoais separadamente”, sugere Marques.

3. Tenha um posicionamento claro

O que a seu estabelecimento oferece? Preços baixos? Diversidade? Qual é exatamente o consumidor-alvo? “Quem quer vender para todo mundo não vende pra ninguém. Por isso, é indispensável ter um posicionamento claro sobre as características da loja e sobre as necessidades dos consumidores que ela vai atender”, afirma o diretor executivo do IBC.

Em linhas gerais, é necessário analisar o mercado para obter um posicionamento que o destaque da concorrênica. Nessa empreitada, estar sempre atento ao cliente é umponto absolutamente crucial.

“Hoje o marketing está muito ligado à experiência de satisfação. Não basta somente fazer propaganda. É preciso encantar os clientes, conhecer suas carências e superar as expectativas”, salienta o executivo. Ele é categórico ao afirmar: “uma loja orientada ao cliente sempre vende muito mais”.

4. Mantenha a equipe motivada

O empreendedor, acima de tudo, precisa ser um líder. Isso não significa adotar uma postura de dono da verdade ou da razão. Muito pelo contrário. “Na prática, o gestor precisa dar espaço para que os funcionários coloquem suas ideias, além de fornecer um feedback para mantê-los motivados”, recomenda Marques. 

Tenha em mente, sempre, que colaboradores felizes são mais produtivos. Isso se reflete nas vendas e, consequentemente, na lucratividade do seu negócio.

Erros comuns de administração

Agora que você já está por dentro das melhores dicas para gerir uma loja de sucesso, vale a pena ter atenção a alguns erros comuns de administração. Para o diretor executivo do IBC, um dos equívocos recorrentes entre empreendedores é a centralização das tarefas.

Principalmente quando o estabelecimento começa crescer, há uma tendência do gestor não distribuir responsabilidades. É um erro clássico. A consequência é que o empreendedor fica sobrecarregado em atividades operacionais e não sobra tempo para se dedicar ao crescimento do negócio”, alerta.

De certa forma, acumular todas as tarefas para si acaba prejudicando o potencial de desenvolvimento da loja. É necessário treinar constantemente a equipe, para que seus colaboradores possam assumir responsabilidades e desafios. “Assim, o gestor terá tempo para, de fato, gerir - e não apenas operar o negócio”, diz ele.

Outro equívoco comum aos empreendedores é maltratar seus funcionários. “Hoje as pessoas querem se sentir valorizadas e acreditar que podem ter um futuro junto com ao negócio. É preciso explorar isso e liderar, não só mandar”, conclui.  

Ao evitar essas práticas e adotar as quatro ações eficazes de gestão mencionadas neste artigo - contratar as pessoas certas e motivá-las, ter um posicionamento claro e organização nas finanças - seu negócio tem tudo para dar certo.

Manual do corte de custos inteligente  Preparamos um guia para explicar como cortar custos de sua empresa Baixe agora

Gostou das dicas para administrar uma loja? Deixe um comentário.

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?