Como abrir uma empresa de consultoria em 5 passos

Sobre o que estamos falando?

  • A consultoria é um serviço especializado de aconselhamento, seja ele pessoal, empresarial, governamental ou organizacional. O foco é orientar os clientes de uma forma prática, a partir de conceitos técnicos;
  • Para se tornar um consultor profissional, é preciso ser referência em determinada área ou assunto, além de ter uma empresa regularizada para o segmento;
  • Após regularizar o negócio, contar com um sistema de gestão é fundamental para ter sucesso. Descubra como a Conta Azul Pro pode ser perfeita para você que está começando a empreender no ramo da consultoria, simplificando as demandas mais importantes e criando as condições ideais para o seu crescimento.

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Você é referência na sua área e quer ajudar outras pessoas com os seus conhecimentos, mas ainda não sabe como abrir uma empresa de consultoria?

Inicialmente, para prestar serviços como consultor, não basta apenas saber como tomar boas decisões e superar desafios ao lado dos seus clientes. Como em todo negócio, você precisa conhecer as etapas administrativas e de gestão para empreender nesse ramo, com mais tranquilidade e tudo em dia. 

Para não restarem dúvidas sobre o tema, preparamos este conteúdo com tudo o que você precisa saber para começar a realizar seu sonho. Desejamos uma leitura inspiradora! 

Como abrir uma empresa de consultoria em 5 passos 

Sabe aquela frase “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”? Ela não pode fazer parte do vocabulário de um empreendedor em consultoria. Afinal, seus contratantes só vão confiar de verdade em você se a sua gestão for realmente um modelo para eles.

O que estamos querendo dizer com isso é que, antes de qualquer coisa, você precisa se certificar que a sua empresa foi aberta do jeito certo e que tudo está regularizado. Mas como garantir isso? É só seguir as etapas que explicamos abaixo.

Após concluir cada uma delas, você terá a resposta ideal sobre como abrir uma empresa de consultoria.

1. Defina o seu formato jurídico

O primeiro passo é definir o formato jurídico em que a empresa vai se enquadrar. O ponto de partida para essa decisão é o fato de você ter ou não, sócios. Depois, é só ficar atento a algumas diferenças de cada um desses modelos. Entenda:

Empresa com sócios

Caso você tenha um sócio, os formatos para o negócio podem ser os seguintes:

  • Sociedade Limitada (LTDA): é uma sociedade em que cada sócio participa de maneira proporcional aos investimentos que fizeram no capital social do negócio;

  • Sociedade Anônima (S.A): nesse caso, a divisão é feita por ações. Ou seja, cada sócio é considerado um acionista.

Empresa sem sócios

Se você quer saber como abrir uma empresa de consultoria por conta própria, fazendo a gestão empresarial sozinho, os formatos são: 

  • Empresário Individual (EI): é quando você atua em nome próprio na sua empresa, tendo seu patrimônio de pessoa física atrelado a ela;

  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): a responsabilidade pelo negócio é limitada, com patrimônios empresariais e pessoais separados.

Tipos de sociedade: conheça as opções para registrar seu negócio.

2. Escolha o seu regime tributário

Feita a escolha do formato jurídico, agora é hora de determinar qual será o regime tributário. Essa decisão é muito importante para a saúde financeira do seu negócio, pois define o quanto de impostos você vai pagar e como eles serão recolhidos. As opções são:

Lucro Presumido

Se o seu faturamento anual não passar dos R$ 78 milhões, você pode se enquadrar no Lucro Presumido. Este é um modelo considerado simplificado, no qual os impostos são pagos trimestralmente. Nele, é apurado apenas o CSLL e o IRPJ.

O valor sobre as alíquotas já é definido pela Receita Federal. Ou seja, o Fisco “presume” quanto você ganha para calcular o imposto. No CSLL, elas são de 9%. Já no Imposto de Renda de Pessoa Jurídica, são de 15% ou 25%.

Lucro Real

No caso do Lucro Real, você é obrigado a se enquadrar caso o faturamento anual da sua consultoria for maior que R$ 78 milhões. As alíquotas são as mesmas do regime que citamos acima.

O que muda é que a Receita não presume um valor. Sendo assim, os tributos acabam sendo mais caros, pois se baseiam no lucro real que você teve no período apurado. Eles correspondem à soma das receitas, subtraídas dos custos e despesas. 

Para saber mais sobre a diferença entre os dois regimes, clique aqui para conferir um conteúdo completo sobre o tema!

Simples Nacional

Por fim, o Simples Nacional é a opção mais vantajosa para quem está começando. O motivo disso é que todos os impostos são cobrados em uma única guia, facilitando o cumprimento das obrigações. Inclusive, as alíquotas são bem menores que as dos casos anteriores. Para se enquadrar, você não pode faturar mais que R$ 4,8 milhões anuais.

A lógica é simples: se você não ganhar mais que esse valor, opte pelo Simples Nacional. Se lucrar mais que isso, escolha o Lucro Presumido. Depois, se o lucro for maior que R$ 78 milhões, vá para o Lucro Real.

O que faz um consultor em pequenas empresas.

3. Determine o porte do seu negócio

Além do formato jurídico e do regime tributário, outra questão importante sobre como abrir uma empresa de consultoria é definir o porte jurídico dela. 

Se o seu faturamento anual for menor ou igual a R$ 81 mil, é possível ser um Microempreendedor Individual (MEI) e facilitar o cumprimento das obrigações. Já se esse valor subir, você pode se enquadrar como Microempresa (ME). A partir do faturamento de R$ 360 mil, a opção é Empresa de Pequeno Porte (EPP), com limite de R$ 4,8 milhões.

Como você verá no último item, essa e as demais escolhas que listamos podem ser feitas ao lado do seu contador. Com ele, você simplifica a tomada de decisão e sabe exatamente o que esperar na gestão financeira de cada porte.

4. Selecione as atividades a serem executadas

Conforme o serviço que você vai desempenhar, selecione as atividades a serem executadas e, com seu contador, defina o seu CNAE - Classificação Nacional de Atividades Econômicas.

Em resumo, ele é um código usado para informar ao Fisco quais atividades você realiza. Além disso, também prevê quais tributos e contribuições você vai pagar. 

Conheça os principais CNAEs usados pelos consultores e quais são as alíquotas previstas para eles: 

  • Assessoria e Consultoria em Informática: Anexo V ou III, com alíquotas de impostos de 15,5% a 30,5%;

  • Assessoria e Consultoria em Recursos Humanos: Anexo V ou III, com alíquotas de 15,5% a 30,5%;

  • Auditoria e Consultoria Atuarial: Anexo V ou III e alíquotas de 15,5% a 30,5%;

  • Consultoria em Direito: Anexo IV e alíquotas aproximadas de 4,5% a 33%.

5. Conte com um contador parceiro

Se você teve alguma dificuldade com os conceitos que apresentamos acima, não se preocupe, pois uma boa assessoria contábil pode ajudar você com a rotina da sua empresa, facilitando desde registros na Junta Comercial, na prefeitura, na Receita e no INSS até a emissão de notas fiscais e conciliação fiscal com os órgãos do Governo.

Isso porque o papel do contador é lidar com as obrigações do negócio, orientar sobre todos os detalhes legais que você precisa saber e garantir que tudo esteja conforme as leis. 

Ainda não tem um contador parceiro do seu negócio? A Conta Azul ajuda você: clique aqui para fazer uma busca e encontrar um profissional perto de você! 

Quais são os documentos necessários para abrir uma empresa de consultoria? 

Após ter as etapas que citamos acima na ponta do lápis e encontrar um contador, chegou a hora de separar a documentação. Os documentos exigidos na abertura de uma empresa incluem: 

  • Requerimento de empresário individual ou Contrato Social;

  • Via do requerimento padrão;

  • Ficha de Cadastro Nacional;

  • Cópia autenticada do seu CPF e RG (e dos sócios, se você tiver);

  • Cópia autenticada do seu comprovante de residência;

  • Cópia autenticada do IPTU da sede do seu negócio. 

Após abrir uma empresa de consultoria, você também precisa saber como fazer um bom planejamento financeiro para iniciar suas atividades com as contas em dia. No próximo tópico, veja os custos relacionados ao processo de abertura de um negócio neste ramo. 

Está começando no ramo da consultoria? Então conheça a Conta Azul Pro, plataforma de gestão completa, online e fácil de usar!

Quanto custa abrir uma empresa de consultoria? 

Algumas taxas são cobradas na hora de abrir uma empresa. É claro que elas variam de acordo com o local, mas separamos alguns valores abaixo para você ter uma boa noção do quanto irá pagar na hora de regularizar o seu negócio:

  • Certificado Digital — aproximadamente R$ 250;

  • Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais — de R$ 60 a R$ 414;

  • Junta Comercial — de R$ 60 a R$ 200, dependendo do estado.

Junto desses custos, não deixe de considerar o valor da assessoria jurídica e contábil, que mencionamos acima. O preço muda conforme o serviço contratado, mas ter bons profissionais ao seu lado faz toda a diferença para começar a empreender com o pé direito. 

Confira um checklist de tudo o que você precisa saber sobre abrir uma empresa, incluindo etapas e prazos.

Tenha a Conta Azul Pro como parceira na gestão da sua empresa de consultoria! 

Ter o próprio negócio é realizar um sonho, mas também significa assumir responsabilidades. A boa notícia é que tudo fica mais fácil com o apoio da tecnologia. É o caso da Conta Azul Pro, desenvolvida para simplificar a gestão de empresas como a sua!

A Conta Azul Pro é uma plataforma de gestão completa e online, onde você integra o controle financeiro com todas as demandas fiscais, contábeis, de estoque, cobrança e recebimentos em um só lugar.

Sabe o que isso quer dizer? Que você tem uma ferramenta intuitiva à disposição para acompanhar o seu negócio, facilitando desde propostas e orçamentos até fechamento de serviços e emissão de notas fiscais. 

Tanto no gerenciamento financeiro quanto no contábil, todas as informações são integradas e os processos automatizados. Outra vantagem é que você pode receber avisos de pagamento para não perder os prazos das obrigações tributárias e, ainda, ter relatórios que auxiliam nas tomadas de decisão. 

A Conta Azul Pro também pode ser integrada ao sistema do seu contador! Dessa forma, você poupa esforços na troca de informações e garante que elas sejam 100% confiáveis, evitando falhas no processo.

As funcionalidades da plataforma foram desenvolvidas sob medida para o sucesso do seu negócio!

Que tal ver na prática como funciona? Clique aqui para experimentar a Conta Azul Pro de graça e sem compromisso! 

Leia mais

Newsletter

Quer ter acesso a
materiais gratuitos?

Cadastre-se em nossa Newsletter:*