Cálculo da Guia da Previdência Social (GPS): como fazer?

Acertar no cálculo da Guia da Previdência Social pode ser um desafio, sobretudo para pequenas empresas. Veja passo a passo como fazer.

Acertar no cálculo da folha de pagamento pode ser um desafio, sobretudo para pequenas empresas, pois elas nem sempre contam com profissionais especializados nessa  área. Dentre as dúvidas, o cálculo da Guia da Previdência Social (GPS) se destaca.

Neste artigo, vamos trazer todas as informações que você precisa para cumprir com mais essa obrigação.

Indique seu Contador  Conecte-se a seu contador via ContaAzul: economize tempo e dinheiro na gestão Quero indicar meu contador

Cálculo da Guia da Previdência Social: o que é e por que fazer?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi instituído com o objetivo de operacionalizar o reconhecimento dos direitos dos segurados do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) no País. Assegura benefícios em caso de aposentadoria, auxílio-doença, salário-maternidade, pensão por morte e outros.

A Guia da Previdência Social (GPS) é o documento por meio do qual a empresa recolhe as contribuições sociais relacionadas aos seus colaboradores.

Seu cálculo deve  ser realizado mensalmente. Exige atenção total do gestor para evitar problemas futuros, como o pagamento de multas e retificações.

O cálculo da GPS inicia-se a partir  do valor bruto total do salário em folha  considerando  os descontos e os benefícios. Dessa forma, é parte da gestão da folha de pagamento.

É muito importante que o empresário fique atento a questões como hora extra, faltas sem justificativa, atrasos, e outras que irão interferir na remuneração bruta do colaborador  pois elas impactam diretamente o cálculo do INSS.

Outros pontos a considerar são benefícios, como vale-transporte e pensão alimentícia, que também trazem impacto no cálculo e interferem na Guia da Previdência Social.

Passo a passo para calcular a Guia da Previdência Social

O cálculo do valor devido na GPS é realizado automaticamente desde 2015, podendo ser feito de duas maneiras:  por meio da central de atendimento ao contribuinte (o Central 135) ou pelo próprio site da instituição.

Pelo telefone, é preciso ligar e seguir as instruções. Já pelo site é mais simples. Nesse caso, o passo a passo é o seguinte:

  • Acesse o site do INSSl
  • Entre no programa SALWEB, que faz parte do Sistema de Acréscimos Legais (SAL) e permite calcular as contribuições previdenciárias devidas, em atraso ou não
  • Escolha um dos módulos disponíveis, que podem ser: contribuintes filiados antes ou a partir de 29/11/1999, bem como empresas e equiparadas e órgãos públicos
  • Insira o número do PIS/PASEP do contribuinte
  • Digite o texto do captcha
  • Clique em “Confirmar”
  • Informe os dados solicitados pela página de redirecionamento
  • Acesse e imprima, a sua GPS.

As alíquotas para pagamento das contribuições da GPS variam de acordo com o salário e o tipo de trabalhador: empregado, contribuinte individual, contribuinte facultativo, empregado doméstico e contribuinte especial.

O SAL permite o cálculo de contribuições atrasadas, calculando  os acréscimos previstos em lei, e atualiza os valores devidos.

Em caso de restituição e reembolso, também há a revisão das quantias.

Como preencher a guia corretamente?

Agora que já falamos a respeito do que seria a GPS e dos pontos a serem consideramos, vamos explicar mais detalhes sobre o preenchimento da Guia da Previdência Social.

É muito importante atentar  para o correto preenchimento dos campos da GPS, a fim de evitar erros, como segue:

  • Campo 1: nome do contribuinte (sua razão social), endereço e telefone de contato
  • Campo 2: não deve ser preenchido  pois é de uso do INSS
  • Campo 3: código de pagamento deve ser preenchido de acordo com a situação de sua empresa. Caso não saiba em qual código seu negócio está enquadrado, basta verificar nesta lista
  • Campo 4: mês e ano da competência Se a folha de pagamento é de janeiro e a GPS será paga em fevereiro, a competência deve ser 01/XXXX. No caso do 13°, deve ser utilizado o código de competência 13/XXXX
  • Campo 5: o campo identificador trata-se do número de identificação do contribuinte, sendo a matrícula no INSS
  • Campo 6: o valor do INSS deve ser preenchido com os devidos valores já calculados considerando eventuais deduções, como salário-família. Campos 7 e 8: não preencher
  • Campo 9: valores a serem recolhidos para outras entidades. É importante consultar seu contador para identificar se sua empresa precisa recolher esses valores
  • Campo 10: atualização de juros e multa - vale somente para recolhimentos em atraso
  • Campo 11: valores totais a serem recolhidos.

Cálculo de acréscimos 

Os acréscimos para contribuições recolhidas fora do prazo seguem a consideração dos seguintes aspectos:

  • Juros: equivalente à Selic - taxa básica de juros da economia -, sendo que o cálculo é feito a partir do 1º dia do mês seguinte ao vencimento até ao mês anterior ao pagamento, mais 1% no mesmo intervalo de 30 dias
  • Multa: corresponde a 0,33% por dia de atraso. A multa começa a valer a partir do dia seguinte ao do vencimento até o pagamento. O limite é de 20%.

Pontos de atenção sobre o pagamento

Após o cálculo da Guia da Previdência Social (GPS), o pagamento deverá ser realizado por meio de casas lotéricas (limitado a R$ 1 mil), bancos conveniados, correspondentes bancários ou débito em conta.

O valor mínimo estipulado pelo INSS para arrecadação de guias GPS pela rede bancária é de R$ 29,00.

É importante ressaltar ainda que o pagamento mínimo da guia é de R$10,00 e, caso os valores a serem arrecadados sejam inferiores a esse montante, deve-se aguardar até que o valor possa ser acumulado.

Para Pessoas Jurídicas, o vencimento é no dia 20 (vinte) do mês seguinte ao da competência. O vencimento será sempre antecipado caso ocorra em dia não útil.

Sempre procure o auxílio de um profissional contábil capacitado para lidar com questões como folha de pagamentos e o cálculo correto do INSS.

Desse modo, você terá menos problemas a lidar e poderá se concentrar em melhorar cada vez mais o seu negócio, buscando a excelência na área de atividade de sua empresa.

Infográfico - Contador: O CARA para os seus negócios  Entenda por que o contador é um parceiro de sua empresa, desde antes de abrir  o negócio Baixar agora

Tirou suas dúvidas sobre o cálculo da Guia da Previdência Social? Deixe um comentário.

Quer acesso a materiais gratuitos?

Junte-se a mais de 800 mil donos de negócio e receba gratuitamente novidades e dicas sobre financeiro, nota fiscal e gestão selecionadas pela ContaAzul.

 
<https://cta-service-cms2.hubspot.com/ctas/v2/public/cs/c/?cta_guid=50ebdc92-329a-40a1-9caf-fa81543a8adc&placement_guid=2fe57723-5fb5-47c5-b9eb-e06d10883d31&portal_id=652034&redirect_url=APefjpH-sJodulB40LkLn3KOdjabGsRQrvD-UzG_-mxgFGYOQY7Pax91wMczwqC9tjy6OjwX00HU_Bo7PUPMr5BIKOv40gMMcHS86PIGVrS7qRooJBOJ-7oexC4LmqeY82ilgISiw_vgWj_M6UrXXz1MrtJWPp1fCkV3L8k9Z1TtKD_8zvHbHbmBJ-eUK8zfoV_QfTmHP_eg4dFVeSu30yynTNlUDR2aWCt8pi1edP5oHylON5s64GfVFnCwR305nirbsqyzLULbK7y2JSzUtMlN7fQ4XNMBWGbmU8axTsYxArQmFT5Bef95SSu6-RPgLNW5AplENu_zmV3QuRJ6K_Gd5RpBPj09UQ&hsutk=69c6ede4c71301f633be694182efeb4b&canon=https%3A%2F%2Fblog.contaazul.com%2Fo-que-e-pro-labore-ab&click=2a99f1b9-eb95-4503-bbbb-7be3d73be873&pageId=5442744710&__hstc=99675841.69c6ede4c71301f633be694182efeb4b.1512590389679.1512590389679.1512647250062.2&__hssc=99675841.7.1512647250062&__hsfp=1187972499>  <https://contaazul.com/funcionalidades/controle-financeiro/>   ContaAzul é o sistema de gestão online   para você organizar sua empresa   <https://contaazul.com/funcionalidades/controle-financeiro/>  Quero Saber Mais  <https://contaazul.com/funcionalidades/controle-financeiro/>  Experimente Grátis <https://contaazul.com/cadastro/>