7 nomes da gestão financeira do Brasil para se inspirar

Sobre o que estamos falando?

  • Uma boa gestão financeira é fundamental para o crescimento de qualquer empresa. Porém, cuidar do dinheiro do negócio pode ser um desafio para muitos empreendedores;
  • Nada melhor do que aprender sobre gestão financeira com quem alcançou o sucesso nos negócios. Grandes nomes como Thiago Nigro e Raquel Santos têm muito o que ensinar; 
  • Dê adeus às planilhas e anotações manuais: todo empreendedor merece uma gestão financeira moderna! Para isso, conheça a Conta Azul Pro, plataforma de gestão online, completa e fácil de usar.

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

“Moeda poupada é moeda ganha” e “Dinheiro faz dinheiro” são alguns ditados populares que você provavelmente já ouviu falar. E os dois estão relacionados com o conceito de gestão financeira como um todo.

Os maiores nomes do mundo dos negócios conhecem tão bem esses dizeres que construíram grandes fortunas. A verdade é que a regra é uma só: quem sabe cuidar bem do dinheiro da empresa vai longe.

Afinal, não é à toa que Márcio Appel acumula mais de 25 milhões em patrimônio ou então que Luis Stuhlberger, por exemplo, é um dos maiores gestores de fundos do Brasil. 

O que eles fizeram de diferente e como construíram grandes negócios? Neste conteúdo, separamos a história de 7 grandes nomes da gestão financeira que todo empreendedor  precisa conhecer. Continue lendo para descobrir o verdadeiro segredo das fortunas de cada um deles. Boa leitura!

O que é gestão financeira para empresas?

De uma forma simplificada, gestão financeira é ter o controle total sobre o financeiro do negócio, o que possibilita uma tomada de decisões assertivas quando o assunto for o dinheiro da empresa.

Contratar mais pessoas, abrir uma nova filial ou comprar mais equipamentos: com uma boa gestão financeira, o empreendedor tem total segurança para decidir o que fazer. 

Na prática, a gestão financeira empresarial está relacionada basicamente com:

  • O monitoramento do fluxo de caixa, ou seja, saber quanto entra e quanto sai da empresa;

  • Um bom planejamento financeiro, considerando reservas para imprevistos e investimentos; 

  • Cumprimento dos prazos das contas a pagar e das obrigações contábeis, como o pagamento dos impostos, o que evita multas por atraso e os problemas com a Receita;

  • E, é claro, não misturar as suas contas pessoais com as da empresa.

Por mais que o negócio tenha um serviço ou produto de qualidade e venda bastante, sem uma gestão financeira eficiente, o empreendedor:

  • Terá dificuldades em expandir o negócio;

  • Se perderá nos recebimentos e também na hora de fazer os pagamentos;

  •  Não saberá onde reduzir gastos sem prejudicar a operação da empresa;

  •  Correrá o risco de fechar as portas diante de um imprevisto. 

Afinal, tão importante quanto ter dinheiro em caixa é saber como aproveitá-lo de uma maneira estratégica a favor do negócio. No próximo tópico, conheça um pouco da história de 7 personalidades que são referência quando o assunto é gestão financeira. 

Experimente a Conta Azul Pro e veja como fazer uma gestão financeira eficiente.

7 nomes referência em gestão financeira no Brasil 

 

1. Nathalia Arcuri

“Qualquer meta precisa se encaixar na frase: Eu preciso de.... (valor que você precisa para comprar o que quer à vista e com desconto) até... (data da realização da meta) para... (a meta em si, exemplo: comprar uma moto) porque... (motivo pelo qual você precisa disso).”

Com 37 anos, a jornalista, escritora, empreendedora e youtuber Nathalia Arcuri, sabe ao pé da letra o que é cuidar bem das finanças. As dicas dela são valiosas tanto para quem tem uma empresa quanto para o controle pessoal do dinheiro. 

Hoje, ela é dona de um dos maiores canais de educação financeira no Youtube, chamado Me Poupe! e estima-se que a sua fortuna ultrapasse os 5 milhões de reais. Mas não foi do dia para a noite que ela ficou conhecida e aumentou o saldo da conta bancária. 

Nathalia, desde criança, já era preocupada em poupar dinheiro. Ela cresceu ouvindo os relatos do pai, engenheiro civil, sobre a instabilidade no emprego e, consequentemente, financeira.

Sim, foi isso mesmo que você leu: uma criança atenta à gestão financeira da família. A preocupação era tanta que chegou a perguntar para os pais se era possível fazer uma poupança para guardar dinheiro. 

Nathalia é formada em jornalismo, trabalhou no SBT e no Programa Hoje em Dia, da Record. Em 2013, pediu demissão para se dedicar ao seu canal no Youtube. Nele, é possível encontrar conteúdos diversos, desde como fazer uma renda até começar a investir. 


Fonte: Instagram @nathaliaarcuri 

2. Thiago Nigro

“Não adianta você ganhar muito dinheiro se você não sabe investir para manter seu patrimônio.”

O dono dessa frase é Thiago Nigro, dono do canal no Youtube O Primo Rico e conhecido como o maior influenciador de gestão financeira do mundo. Ele sentiu na pele as consequências da falta de gestão financeira com apenas 18 anos.

Na época, ele recebeu R$ 5.000,00 dos pais que haviam juntado essa quantia para presenteá-lo. O que acontece é que ele investiu a quantia na Bolsa de Valores e perdeu tudo em uma semana. Com essa experiência, ele decidiu estudar para não perder dinheiro novamente

Hoje, com 31 anos, ele segue rumo ao bilhão. A fortuna de Thiago está estimada em mais de 20 milhões de reais. Além do canal no Youtube, ele possui a empresa Grupo Primo, que oferece vários cursos na área de gestão em finanças e o podcast PrimoCast. 

Quem é Camila Farani? Saiba tudo sobre a fundadora da G2 Capital


Fonte: Instagram @thiago.nigro

3. Vicente Falconi

“A maioria das pessoas reluta em assumir que tem problemas. Mas, para melhorar continuamente, as empresas devem fazer isso mesmo quando estão satisfeitas com seus resultados.”

Vicente Falconi tem 81 anos, é autor de vários livros sobre gestão e foi professor universitário durante muitos anos. Na década de 80, ele fundou a Falconi — Consultoria de Resultados. 

Falconi acumula várias experiências e, dentre elas, a intermediação da ajuda Americana em gerenciamento de empresas no Japão, após a Guerra e a participação na Gestão da Crise de Energia Elétrica em 2001.

Hoje, além de Presidente do Conselho de Administração da Falconi — Consultoria de Resultados, ele também é membro do Conselho de Administração da AmBev e da Brasil Foods. 

Ao todo, ele publicou 6 livros na área de gestão financeira que, segundo informações da página no LinkedIn, venderam mais de um milhão de exemplares. 

Quem é Alexandre Costa? 6 lições para aprender com a Cacau Show


Fonte: Istoé Dinheiro

4. Luis Stuhlberger

“Não há crise que não acabe e empresas boas permanecem.”

Luis Stuhlberger tem 72 anos e está à frente do Fundo Verde. Descendente de polonês, é formado em engenharia e chegou a fazer uma especialização em administração. 

Sua trajetória profissional começou no banco que fazia parte do grupo que o pai trabalhava, que compreendia mais duas empresas — uma construtora e a outra indústria. Depois de algumas experiências e de investir em ouro, já com um milhão de patrimônio, Luis criou o Fundo Verde.

O nome foi inspirado na área de commodities que ele trabalhou, na cor do dólar no Palmeiras, o time de coração. 

A principal lição que podemos aprender com Luis é a resiliência: aqui, contamos sua história resumida, porém em 40 anos de mercado ele enfrentou muitas crises econômicas e, mesmo assim, o Fundo Verde segue como um dos mais rentáveis atualmente. 

Tudo sobre gestão financeira para pequenas empresas


Fonte: Estadão

5. Raquel Santos

“Eu quero viver em um país melhor. Se posso ajudar negócios femininos a não fecharem por falta de dinheiro no caixa, vou ajudar meu país. Encontrei meu propósito.”

Raquel Santos sempre foi a "menina do financeiro" ou "menina do dinheiro" nas empresas em que trabalhou. Ela é formada em Administração de Empresas e habilitada em Tecnologia da Informação. 

Após algumas experiências, ela se tornou sócia de uma empresa de tecnologia em RH e, quando se viu responsável pelo salário de várias pessoas, percebeu de fato a importância de uma boa gestão financeira

Com isso em mente, 6 anos depois ela cria a Lucrativa, consultoria de gestão financeira em Salvador, na Bahia. Depois, vem o movimento Bora Financeirar?!, cujo objetivo é ensinar os conceitos de gestão financeira de uma forma simples.

Outra criação de Raquel foi o aplicativo iDelas, plataforma que ajuda mulheres empreendedoras em processos de negócio, como precificação e acompanhamento do fluxo de caixa.


Fonte: Instagram @souraquelsantos 

6. Luiz Fernando Figueiredo

“Se você não tiver resiliência, a chance de ‘morrer na praia’ é enorme.”

Luis Figueiredo é CEO da Mauá Investimentos, empresa com mais de R$ 6 bilhões em investimentos. Ele também é diretor da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

A trajetória dele é muito inspirada na vida do avô, que chegou à presidência do Banco Central. Ele soube aproveitar as portas que lhes foram abertas e já foi considerado pela Infomoney como um dos 10 empresários "fora da curva" do país.

Antes de abrir a Mauá Investimentos, ele trabalhou em corretoras e também no banco JP Morgan. Neste ano, a empresa fundiu-se com a Jive e agora chama-se Jive-Mauá. 

Pela sua família, Luis Figueiredo é tido como uma pessoa calma, porém de opiniões e posições fortes, o que lhe rendeu o título de "cabeça dura".

Conheça também a história de Luiza Trajano e as 6 lições para aprender com o Magazine Luiza


Fonte: Bloxs Investimentos

7. Marcio Appel

“Um dos pilares da estratégia é pensar no longo prazo e medir cuidadosamente os riscos.”

Márcio Appel é um dos fundadores da Adam Capital. Mas, o que pouca gente sabe, é que um dos sonhos dele era trabalhar na Nas: ele chegou até mesmo a fazer um curso de engenharia aeronáutica no ITA.

Com o passar do tempo, ele sentiu interesse pela área financeira e o primeiro trabalho foi no banco Bozano Simonsen. Depois, trabalhou no Banco Santander e atuou na gestão de fundos do banco Safra.

Com a experiência que acumulou, decidiu criar a gestora de recursos Adam Capital. Hoje, com pouco mais de 3 anos de existência, a empresa acumula mais de R$ 26 bilhões em patrimônio. 

Estoque e vendas na palma da mão é com o App Conta Azul de Bolso! Clique aqui para saber mais!


Fonte: Istoé Dinheiro

A tecnologia é a aliada perfeita para a gestão financeira

Contar com uma gestão financeira eficiente, como você viu, é consenso entre todos os nomes que citamos neste texto.

Falando sob o ponto de vista das empresas, nós queremos fazer uma pergunta: você acredita que é possível gerir bem o dinheiro do negócio anotando as entradas e saídas em um papel? Ou então, a cada venda, ir preenchendo uma planilha?

Não saber o que entra e o que sai da empresa, ter que refazer uma nota fiscal porque digitou errado as informações ou se perder no extrato bancário são alguns problemas que os empreendedores correm ao gerenciar o financeiro da sua empresa de forma manual. 

Para fazer uma gestão financeira satisfatória e ver a empresa crescer de forma sustentável, é preciso contar com o apoio da tecnologia. Diferente do que muitos ainda pensam, usar um sistema de gestão não é algo caro ou somente para quem já é grande no mercado. 

Não sabe por onde iniciar? Então comece conhecendo a Conta Azul Pro, plataforma de gestão completa, 100% online e fácil de usar!

A Conta Azul Pro foi feita para empreendedores que não podem perder tempo, dinheiro e que estão em busca de um gestão financeira moderna e profissional. Os principais benefícios da plataforma são:

  • Monitoramento em tempo real das vendas e do estoque. Inclusive, você recebe alertas quando os itens alcançam as quantidades mínimas;

  • Conciliação das vendas e fiscal automática;

  • Emissão descomplicada de notas fiscais e envio ao contador sem precisar de malotes;

  • Cadastro de produtos, serviços, clientes, fornecedores e parceiros;

  • Geração de relatórios detalhados e fáceis de entender.

A sua gestão financeira com a empresa não precisa ser um desafio: clique aqui para testar a Conta Azul Pro gratuitamente!

Leia mais

Newsletter

Faça agora a gestão financeira do
seu negócio em um único lugar