6 lições sobre empreendedorismo com o programa Shark Tank Brasil

Sobre o que estamos falando?

  • Shark Tank Brasil é um reality show da Sony que coloca futuros empreendedores para apresentarem propostas de negócios a grandes investidores;
  • Os jurados e os participantes trazem lições valiosas de como devemos tocar um negócio para ele prosperar, como conhecer melhor o mercado de atuação;
  • Um bom planejamento financeiro é importante para a empresa prosperar e também mostra responsabilidade e solidez ao tentar captar investidores. Em vez de quebrar a cabeça com planilha de Excel, use o ERP da Conta Azul — uma plataforma pronta e otimizada para empreendedores.

Experimente grátis a Conta Azul!

 

 

Como você venderia uma participação na sociedade da sua empresa para 5 dos maiores investidores do Brasil? É o que os participantes do Shark Tank Brasil fazem! O programa é sobre isso: pessoas tentando convencer os tubarões a investir.

O programa da Sony é divertido, porque os participantes tentam de tudo! E, é a partir dessas tentativas e as respostas dos investidores que valiosas lições para empreendedores são geradas. Mesmo as situações mais inusitadas têm algo a ensinar.

De todos os conhecimentos passados no programa, existem 6 lições fundamentais para ter sucesso nos negócios. Aprenda abaixo o que pode diferenciar você daqueles que perdem a oportunidade de ganhar a confiança dos investidores do programa. 

Confira os tópicos para conhecer melhor o Shark Tank Brasil e aprender com ele:


Fonte: Criando Futuro

Como é o reality Shark Tank Brasil?

Se você já assistiu a um show de talentos, como The Voice, Qual É o Seu Talento? e Masterchef, o formato desse programa será familiar. Caso não, vamos explicar como ele funciona.

Em cada temporada, 5 grandes investidores brasileiros se colocam como jurados de ideias de negócio. Os participantes não devem mostrar talentos, mas sim apresentar suas empresas e convencer do potencial de lucro de cada uma.

Os candidatos do programa não competem entre si. O maior adversário de um empresário é ele mesmo. Afinal, o que o participante tenta conseguir não são votos, mas sim uma sociedade para a sua empresa e para isso precisam surpreender os investidores.

Quem são os tubarões do Shark Tank Brasil?

Esse tanque é composto por 5 tubarões. Cada um deles têm a própria personalidade, peculiaridades e preocupações como empresário. Mas todos eles têm a mesma vontade: investir em negócios altamente promissores.

Até a Luiza Trajano, da Magalu, já foi jurada no programa. Conheça a história dela.

Caito Maia

Rockeiro e empresário, Caito Maia é o fundador da empresa Chilli Beans, a gigante franquia brasileira de acessórios que existe desde 1997. A marca tem mais de 800 lojas franqueadas pelo Brasil e pelo mundo, em países da Europa, América Latina e Oriente Médio

Saiba por onde Caito começou e os aprendizados da trajetória do empresário.


Fonte: Sony

Camila Farani

Camila Farani começou no mundo do empreendedorismo opinando no negócio da mãe, que vendia café. Ao sugerir o café gelado, que fez sucesso, viu que tinha tato para empreender e para o mercado alimentício. E foi por onde começou a fazer dinheiro.

Ela é uma das maiores investidoras anjo do Brasil. É sócia das companhias G2 Capital, Grupo Boxx, LAB 22 e Mulheres Investidoras Anjo (MIA), da qual é co-fundadora. Esteve presente em todas as edições do Shark Tank Brasil.

Descubra o que Camila fez para ter sucesso.


Fonte: Sony

Carol Paiffer

Fora do programa, a Carol Paiffer também é investidora. O mercado em que ela mais atua é o financeiro e ocupa os cargos de Presidente e Diretora da área de Investimentos da Atom Participações S.A, da qual é fundadora, além de ter co-fundado a Paiffer Investimentos. 

Carol é uma das empreendedoras brasileiras que deram muito certo!


Fonte: Sony

João Appolinário

Você certamente conhece os produtos do João Appolinário, já que ele é o criador da famosa Polishop, aquela loja com programa de TV que oferece produtos que otimizam a vida das pessoas.

Sua experiência vem do investimento em canais de divulgação na TV e em televendas. Quando apresentou a Polishop a consultores, foi desencorajado. Porém, uma sociedade com o ex-piloto Emerson Fittipaldi trouxe o investimento que o levou ao sucesso.


Fonte: Forbes

José Carlos Semenzato

Semenzato é dos que começaram do zero. Filho de um pedreiro e uma dona de casa, começou a trabalhar aos 12 anos, vendendo salgados feitos pela mãe. Já tinha talento para empreender e fez as vendas aumentarem consideravelmente.

Essa experiência que começou cedo o impulsionou na vida empreendedora. Aos 23 anos, fundou a Microlins, uma gigante do ensino de informática no Brasil. Hoje em dia, possui centenas de franquias espalhadas pelo Brasil.


Fonte: Sony

As 6 lições do Shark Tank Brasil para uma empresa de sucesso

Cada resposta positiva ou negativa que os investidores dão aos participantes carrega uma lição, e ao longo de tantos anos de programa várias aconteceram. Confira 6 delas, importantes para qualquer dono de negócio.

Veja uma lista de 8 filmes que todo empreendedor deve assistir.

Faça e pratique o propósito da sua marca

Seu propósito de marca vem antes do serviço ou produto que você vende porque, além de tudo, é o que define como ele será. É necessário ir além. A Apple não venceu no mercado por ter produtos superiores, mas por ter uma marca estratégica e com um propósito definido.

Steve Jobs não era um engenheiro, mas sim um contador de histórias. A experiência profissional que teve com a Pixar (Estúdio de animações como Toy Story, por exemplo) o ensinou a contar histórias. Histórias que envolvem e fazem o público comprar.

Esqueça quem diz “Apple é a Apple”. Ela não nasceu grande. Ela foi uma semente de macieira cultivada até virar um pomar e as pessoas não compram produtos, compram ideias. O propósito da sua marca é a ideia que você venderá. Seja fiel a ela.

Conheça seu mercado

Pense em uma rua de sorveterias de um sabor só. Todas elas vendem sorvete de chocolate. Você vai lá e abre a sua e pensa que conseguirá se destacar só sendo o mesmo e dizendo que é melhor?

Muitos dos clientes já tem sua sorveteria do coração e mesmo quando quiserem testar uma nova, vão procurar outras também antigas, por indicação de amigos. Mesmo quem experimente e goste do seu, por que eles deixariam de lado a sorveteria de infância?

Há duas soluções simples para esse cenário hipotético: você pode elaborar outras, mas estas são as mais óbvias (e o óbvio nem sempre é o melhor, também). As duas tratam de se mostrar diferente e/ou se mostrar melhor:

Para ser diferente, ofereça um sabor novo, como pistache. Será uma fatia do mercado somente sua. Para ser melhor, você pode, por exemplo, colocar granulado no sorvete. Como eles podem ter o que tinham antes, mas de uma forma que nunca viram?

Calcule o valor financeiro do seu negócio

Tenha no papel todos os custos previstos para o negócio. Isso inclui os custos de abertura da empresa, contratação de colaboradores, e aquisição de propriedades e insumos. Saiba quanto vai gastar, junto a uma margem de erro e imprevistos.

Seja resiliente

Em 2019, o IBGE relatou que apenas 37,6% dos negócios que nasceram em 2014 ainda estavam ativas. A média de cinco anos de sobrevivência de uma empresa ainda é alta, considerando que muitas não passam dos dois anos. 

Antes de fazer sucesso com a Chilli Beans, Caito Maia falhou com a Blue Velvet. Não é fácil ser resiliente, mas é necessário enfrentar os obstáculos para um negócio prosperar. 

Dinheiro não é tudo

Não pense em grandes lucros a curto prazo. Roma não foi construída em apenas um dia. Pense na marca, pense nos colaboradores, pense na felicidade do cliente. Tenha uma estrutura forte para poder prosperar mesmo em crise.

Saber negociar é essencial

É preciso saber argumentar para empreender. Você precisa negociar com clientes, desenvolver seu relacionamento com fornecedores e fechar parcerias lucrativas. E é negociando que se ganha bons investidores como os do Shark Tank Brasil.

Gestão financeira é um divisor de águas

Dinheiro não é tudo, mas é ele que mantém sua empresa funcionando. Se o negócio não se pagar, ela deixa de funcionar e então morre. Por isso, uma boa gestão financeira é o que transforma uma boa ideia em um negócio de sucesso do mundo real.


Fonte: Série Maníacos

Como sua empresa pode ser um novo case de sucesso?

Você só consegue construir um império se tiver uma boa estrutura e toda empresa forte começa por uma base fortalecida. Um dos pilares fundamentais que tornam as empresas do Shark Tank Brasil um sucesso é a gestão financeira.

Contar com uma gestão financeira sólida serve tanto para manter a empresa sadia e controlada quanto para chamar a atenção de investidores. Afinal, não basta que eles acreditem que a sua ideia é interessante, eles precisam saber onde estão colocando o dinheiro deles.

Para gerir a sua empresa de forma eficiente, conte com sistemas eletrônicos de gestão, como o ERP da Conta Azul. 

Com a Conta Azul Pro, você tem acesso a todas as informações do seu negócio de forma otimizada e integrada, desde o financeiro até o controle de estoque e de vendas. E, tudo isso enviado automaticamente para o contador, sem a necessidade de impressão de papéis e envio de malotes.

Seja um vencedor do Shark Tank Brasil antes mesmo de participar. Faça uma boa gestão financeira com a Conta Azul Pro. Clique aqui e teste grátis!

Leia mais:

Newsletter

Faça agora a gestão financeira do
seu negócio em um único lugar